Menu
2020-03-11T22:46:00-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Vem Pibinho aí?

Governo corta projeção de alta do PIB de 2,4% para 2,1% em 2020

Revisão foi anunciada em um momento de incerteza sobre o desempenho do PIB neste ano diante do avanço do novo coronavírus

11 de março de 2020
11:35 - atualizado às 22:46
Gráfico indicando queda
Gráfico indicando queda - Imagem: Shutterstock

O Ministério da Economia reduziu sua expectativa para o crescimento da economia brasileira em 2020. A projeção agora é de alta de 2,1% no Produto Interno Bruto (PIB) no ano. Antes, a estimativa era de avanço de 2,4%.

A revisão foi anunciada em um momento de incerteza sobre o desempenho da atividade econômica diante do avanço do novo coronavírus.

O dado integra nova grade de parâmetros que a equipe econômica utilizará para recalcular receitas e despesas do Orçamento. A revisão será anunciada até 22 de março.

A arrecadação federal foi projetada com base na previsão de crescimento de 2,32% em 2020. Secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues admitiu na terça-feira, 10, que a retomada econômica mais lenta provavelmente comprometerá as receitas e levará a um bloqueio de despesas no Orçamento para evitar o descumprimento da meta fiscal, que permite déficit de até R$ 124,1 bilhões.

Outro parâmetro que deve influenciar a queda nas receitas é o choque nos preços do petróleo. A lei orçamentária foi formulada com base em uma expectativa de cotação média de US$ 58,96 por barril de petróleo Brent, mas a commodity encerrou o pregão de ontem a US$ 37,22. O governo não trouxe projeções sobre o petróleo no relatório.

Também deverão ser retirados da conta os R$ 16,2 bilhões esperados com a privatização da Eletrobras, cujo projeto ainda não avançou no Congresso.

Demais projeções

O governo ainda revisou sua projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) em 2020, de 3,73% para 3,28%. O indicador serve de referência para a correção do salário mínimo, que por sua vez afeta o valor de dois terços dos benefícios pagos pelo INSS, além de gastos com abono salarial e assistência social. O resultado do INPC de 2020 será aplicado na correção do salário mínimo, hoje em R$ 1.045, no ano de 2021.

As projeções da SPE também indicam alta de 3,12% no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA, indicador oficial de inflação no País), ante uma expectativa de avanço de 3,62%.

Em relação ao Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI), que capta a movimentação de preços no atacado, a previsão de alta passou de 4,32% para 3,66%.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

de olho nas prévias

Carrefour Brasil tem alta 72,5% no e-commerce durante terceiro trimestre

No e-commerce alimentar a alta foi de 202,4%, incluindo o serviço de entrega rápidas. As vendas de não alimentares também continuaram crescendo, com alta de 69,1%

negócio fechado

Petrobras assina compromisso de compra da plataforma P-71 por US$ 353 milhões

Petrolífera fala que, por conta da nova alocação da P-71, a licitação de afretamento da plataforma que atenderia ao projeto de Itapu será cancelada

retomada

Financiamentos imobiliários somam recorde histórico de R$ 12,9 bilhões

Volume financiado é recorde, em termos nominais, na série histórica iniciada em julho de 1994, segundo a Abecip

cardápio de balanços

Cielo, Localiza, Smiles e Telefônica: os balanços que mexem com o mercado nesta quarta

Empresas estão entre as que mais recentemente divulgaram os números do terceiro trimestre, período com resultados ainda marcados pela pandemia

seu dinheiro na sua noite

A peleja da bolsa com a crise fiscal

Com tanto dinheiro girando no mundo, quem tem pede muito quem não tem pede mais. Os versos de Zé Ramalho não poderiam resumir melhor a encruzilhada na qual vive o mundo econômico em meio à crise do coronavírus. Quem tem pede muito. Nos Estados Unidos, a falta de um acordo para a aprovação de um […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies