Menu
2020-04-20T09:25:16-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
crise altera estimativas

Mercado reduz projeção de Selic para 3% e prevê dólar a R$ 4,80

Diante da crise, estimativa para a inflação também foi reduzida, segundo o Focus; publicação aponta alta do dólar

20 de abril de 2020
8:33 - atualizado às 9:25
Touros e Ursos Capa Podcast – Selic Queda – Baixa
Imagem: Seu Dinheiro / Shutterstock

O mercado financeiro reduziu a projeção para inflação medida pelo ICPA, de 2,52% para 2,23%, e passou a prever uma queda de 2,96% do Produto Interno Bruno (PIB) neste ano, segundo o Boletim Focus, do Banco Central, publicado nesta segunda-feira (20).

A publicação, que reúne semanalmente estimativas das instituições financeiras para os principais indicadores econômicos, aumentou a estimativa para o dólar: de R$ 4,60 para R$ 4,80. Na sexta-feira (17) a moeda era cotada a R$ 5,23.

A projeção para a Selic também foi alterada, de 3,25% para 3%. Um mês atrás a estimativa era que a taxa básica de juros terminasse o ano a 3,75% - patamar no qual se encontra hoje.

As instituições financeiras têm continuamente reduzido as projeções para a economia brasileira diante da crise provocada pelo novo coronavírus. As políticas de isolamento demandadas também impactam nas estimativas para a inflação e Selic.

Segundo o chefe do Centro de Estudos Monetários do FGV IBRE, José Júlio Senna, a crise pode ter tirado o receio do BC de promover mais um corte na Selic, mas a deterioração das contas públicas impede uma taxa abaixo de 3%.

Ele diz que um excesso de gastos pode alterar a expectativa para a inflação e hoje há um temor de que as despesas permitidas para enfrentar o coronavírus se tornem permanentes. Uma das principais pautas do Congresso é uma ajuda bilionária aos Estados e municípios, mas ainda há incerteza sobre como serão os gastos.

Ao alterar a Selic o Banco Central busca alcançar a meta de inflação estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), estipulada em 4% para 2020. Nos últimos 12 meses, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) avançou 3,30%.

Na madrugada nesta segunda-feira (20), o presidente do BC, Roberto Campos Neto, avaliou em entrevista ao SBT que a atividade econômica se deteriorou desde a última redução da Selic, em março. Mas disse que a próxima reunião levará em conta vários fatores.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Prazo de 60 dias

TCU cobra crédito dado a bancos públicos

A devolução envolve também os aportes feitos nas instituições por meio de um instrumento híbrido de capital e dívida, chamado de IHCD.

Agora vai?

Reforma tributária deve sair este ano, diz Bolsonaro

A reforma tributária é uma das apostas do governo para a retomada da economia após a pandemia da covid-19.

Pré-mercado

Bolsas lá fora caem, mas mercado local pode se descolar com vacina

As bolsas europeias e Wall Street reagem mal ao avanço da covid-19 e a dados mais fracos da indústria, mas mercado brasileiro pode se descolar com notícias positivas sobre vacina

NÚMEROS DA PANDEMIA

Covid-19: Mortes somam 214,1 mil e casos, 8,69 milhões

Nas últimas 24 horas, foram registradas 1.316 mortes, segundo dia seguido em que óbitos ficaram acima de 1,3 mil

retomada

Gafisa planeja dobrar o volume de lançamentos em 2021

Construtora e incorporadora projeta um VGV com empreendimentos neste ano entre R$ 1,5 bilhão e R$ 1,7 bilhão

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies