Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-06-26T15:21:51-03:00
Estadão Conteúdo
pior da série histórica

FecomercioSP: confiança do empresário tem 3ª queda consecutiva e chega a 61 pts

Foi a terceira queda consecutiva do indicador durante a pandemia do novo coronavírus e o pior resultado de toda a série histórica, iniciada em março de 2011

26 de junho de 2020
15:21
ações gráficos empresários bolsa
Imagem: Shutterstock

A confiança do empresariado paulista caiu 35% entre maio e junho, o que fez o índice atingir os 61 pontos neste mês, ante os 93,8 pontos observados no mês anterior. Segundo pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), foi a terceira queda consecutiva do indicador durante a pandemia do novo coronavírus e o pior resultado de toda a série histórica, iniciada em março de 2011.

Empresas do setor de comércio com até 50 funcionários são as que apresentam a pior taxa de confiança e a maior queda em junho, com 60,4 pontos. Em maio, essas empresas haviam registrado pontuação de 93,4 no índice. Já companhias com mais de 50 colaboradores pontuaram 86,7 em junho, ante 113,9 no mês passado.

Com este cenário, o Índice de Expansão do Comércio (IEC), que mede a intenção de investir e contratar do empresariado, recuou 28,3% neste mês em relação a maio, passando de 87,5 para 62,8 pontos, também o menor nível da série histórica que teve início em 2011. Comparando este junho com o mesmo mês de 2019, a queda é de 40,8%.

Seguindo a tendência de quedas, o Índice de Estoque (IE) medido pela FecomercioSP recuou 15% entre maio e junho deste ano. A proporção de empresários que consideram seus estoques adequados caiu 8,3 pontos porcentuais na última pesquisa. O índice de empresários que afirmam que seus estoques estão acima do adequado avançou 5,9 pontos, enquanto aqueles que dizem ter reservas abaixo do ideal cresceu 2,2 pontos.

Em nota, a FecomercioSP afirma que não há expectativa de recuperação do setor a curto prazo, uma vez que as famílias tiveram seus poderes de compra reduzidos por conta da alta do desemprego. "Assim, a intenção de realizar financiamentos e adquirir bens também caiu, uma vez que os consumidores estão majoritariamente em busca de itens essenciais, como alimentos e remédios. Por isso, a estimativa é que o fechamento de 2020 registre o pior desempenho da história", diz a instituição.

A entidade recomenda aos empresários que mantenham um planejamento financeiro estruturado, negociem com fornecedores e tenham controle rígido dos seus estoques. A FecomercioSP também sugere digitalizar os processos e trabalhar com etiquetas para facilitar a gestão, o que auxilia a monitorar o momento de fazer novos pedidos e realizar promoções.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

ampliação dos negócios

Cosan (CSAN3) paga R$ 1,5 bilhão por fatia na Radar, gestora de propriedades agrícolas

Companhia já detinha uma participação na Radar; após a conclusão da operação e uma reorganização societária, a Cosan será dona de mais de 50% do capital social

o melhor do seu dinheiro

Caso Lehman Brothers: não vale a pena ver de novo

Se tem um roteiro que o mercado financeiro não quer ver se repetindo, é o de uma crise financeira desencadeada pela quebra de uma grande empresa, como foi o caso da falência do banco Lehman Brothers em 2008, que marcou o início da grave crise dos subprime. Nem mesmo em uma escala menor, como é […]

força do esg

Environmental ESG, da Ambipar, busca IPO de R$ 3 bilhões para dar gás às aquisições

Preço da faixa indicativa está entre R$ 15,50 e R$ 20,50; após IPO, 43,8% do capital social estará em circulação no mercado com as ações

MERCADOS HOJE

Evergrande injeta temor no mercado global e bolsas têm dia de fortes perdas; Ibovespa fecha no menor nível desde novembro

Temor de que os problemas da incorporadora chinesa gerem uma reação em cadeia no mercado global afundou as bolsas nesta segunda-feira (20)

Ruído político

Congresso não participou de debate sobre aumento no IOF, revela presidente da Câmara

Arthur Lira também declarou que quer avançar com a reforma administrativa e uma solução para a questão dos precatórios ainda nesta semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies