Menu
2020-05-27T16:32:33-03:00
Estadão Conteúdo
Dados do Tesouro

Fatia da dívida atrelada à Selic sobe e prefixada cai em abril

No primeiro mês totalmente impactado pela pandemia do coronavírus, a parcela de títulos atrelados à Selic na Dívida Pública Federal (DPF) subiu de 37,74% em março para 38,7% em abril

27 de maio de 2020
16:32
O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida
O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida - Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

No primeiro mês totalmente impactado pela pandemia do coronavírus, a parcela de títulos atrelados à Selic na Dívida Pública Federal (DPF) subiu de 37,74% em março para 38,7% em abril. Nesse período, a participação de papéis prefixados caiu de 30,63% para 28,85%.

Os títulos remunerados pela inflação subiram de 26,38% para 26,87%. Já os papéis cambiais aumentaram a participação na DPF de 5,24%% em março para 5,54% em abril.

Com exceção dos títulos prefixados, todos os papéis estão dentro das metas do PAF para este ano. O intervalo do objetivo perseguido pelo Tesouro para os títulos remunerados pela Selic em 2020 vai de 38% a 42%. Para os prefixados, o intervalo vai de 29% a 33%. No caso dos que têm índices de preço como referência, a meta é de 24% a 28% e, no de câmbio, de 3% a 7%.

Parcela a vencer

A parcela da DPF a vencer em 12 meses subiu de 21,44% em março para 21,54% em abril, segundo o Tesouro Nacional.

O prazo médio da dívida aumentou de 4,00 anos em março para 4,04 anos, em abril.

O custo médio acumulado em 12 meses da DPF apresentou redução de 9,53% a.a. em março para 9,36% a.a., em abril.

Estoque

O estoque da dívida pública caiu 1,28% em abril, quando atingiu R$ 4,160 trilhões. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 27, pelo Tesouro Nacional. Em março, o estoque estava em R$ 4.214,79 trilhão.

A correção de juros no estoque da DPF foi de R$ 28,68 bilhões no mês passado, quando houve resgate líquido de R$ 82,66 bilhões.

A DPF inclui a dívida interna e externa. A Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) caiu 1,57 % e fechou o mês em R$ 3,943 trilhões.

Já a Dívida Pública Federal externa (DPFe) ficou 4,23% maior, somando R$ 217,11 bilhões no mês passado.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Esquenta dos mercados

Investidores amanhecem cautelosos após decisão do BC de retirar o forward guidance

Além disso, o mercado aponta seus holofotes para a decisão da taxa de juros da Europa e os pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos.

finalmente vai sair

CSN acerta preço para viabilizar IPO de unidade de mineração

Oferta será apenas secundária, com a empresa vendendo sua participação na subsidiária para reduzir endividamento

ESG

Vale começa a dar primeiros passos para sair do negócio de carvão

Mineradora assina acordo para adquirir participação da Mitsui em projeto em Moçambique, para depois vender ativos a outro interessado

Fundos imobiliários

Fundos de CRI brilharam em 2020, e o melhor deles rendeu 59%; conheça sua estratégia

Em um ano difícil para os fundos imobiliários, os chamados fundos de recebíveis conseguiram resistir, e em alguns casos deram retornos formidáveis; conheça o Hectare Crédito Estruturado (HCTR11), o FII mais rentável de 202

pandemia

Brasil registra 1.340 mortes por covid-19 em 24h

Resultado ficou atrás apenas do dia 7 de janeiro, quando foram confirmadas 1.524 novos falecimentos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies