Menu
2020-11-23T09:10:51-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
PREÇOS EM ALTA

Economistas voltam a revisar para cima projeção para inflação em 2020

Segundo o Boletim Focus, mediana das estimativas indica uma alta de 3,45% do IPCA neste ano, 15ª semana de aumento

23 de novembro de 2020
9:10
inflação-real
Notas de real - Imagem: Ufuk Zivana/Shutterstock

Os economistas do mercado financeiro não param de reajustar para cima as perspectivas para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), principal indicador de inflação do País.

Segundo o Boletim Focus do Banco Central, que reúne as projeções dos economistas do mercado financeiro, a mediana das estimativas mostra uma alta de 3,45% do IPCA neste ano.

Esta foi a 15ª semana seguida de revisão positiva. Na semana passada, o relatório mostrava que os economistas esperavam um avanço de 3,25% do índice. Há quatro semanas, a mediana indicava um aumento de 2,99%.

Entre as instituições que mais se aproximam do resultado efetivo do IPCA no médio prazo, denominadas Top 5, a mediana das projeções para 2020 foi de 3,14% para 3,39%. Para 2021, porém, a estimativa do Top 5 passou de 3,36% para 3,31%. Quatro semanas atrás, as expectativas eram de 2,91% e 3,27%, respectivamente.

Economistas afirmam que a inflação no País está sendo bastante pressionada pela alta dos preços dos alimentos, puxados por fatores como a alta das cotações das commodities no mercado internacional e o câmbio, que favorece as exportações.

No começo do mês, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, disse que a pandemia também contribuiu para elevar os preços, uma vez que os brasileiros substituíram gastos com serviços por mais alimentação em casa.

As expectativas para o IPCA de 2021 também foram elevadas, passando de 3,22% para 3,40%. Há quatro semanas, a projeção era de alta de 3,10%.

Mesmo com a inflação em alta, os economistas não mudaram a projeção para a taxa básica de juros (Selic) em 2020, que permanece em 2,00% ao ano por 21 semanas seguidas. A mediana para 2021, por sua vez, subiu de 2,75% para 3,00% ao ano.

Economia melhorando

Ao mesmo tempo em que elevaram novamente as expectativas para inflação, os economistas ouvidos pelo BC melhoraram as projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, ainda que indiquem contração da atividade.

A mediana aponta para uma queda de 4,55% da economia brasileira em 2020, menos que o recuo de 4,66% divulgado na edição passada do relatório e de 4,81% há quatro semanas.

Para 2021, a expectativa passou de 3,31% para 3,40%. Ainda assim, está levemente abaixo do que quatro semanas atrás (3,42%).

A economia vem apresentando sinais de melhora no segundo semestre. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), divulgado no dia 13 pelo Banco Central e considerado uma espécie de prévia do PIB, subiu 1,29% entre agosto e setembro, quinto avanço mensal consecutivo pela série ajustada sazonalmente.

Câmbio e contas públicas

Pela segunda semana consecutiva, os economistas reduziram a projeção para a taxa de câmbio entre real e dólar em 2020, de R$ 5,41 para R$ 5,38. A mediana das projeções para 2021 permaneceu em R$ 5,20.

A estimativa para a dívida líquida do setor público, como proporção do PIB, permaneceu em 67%. Já para o déficit primário, também como proporção do PIB, foi de 12% para11,80%.

O resultado primário considera o saldo entre receitas e despesas do governo, antes do pagamento dos juros da dívida pública. Levando em conta os juros, a estimativa foi de 15,56% para 15,51%.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Os três mosqueteiros do varejo e outros destaques da noite

Na bolsa e no setor de varejo, a máxima do “um por todos e todos por um” não se aplica. Empresas competem umas com as outras e investidores buscam as melhores aplicações — o “cada um por si” tem bem mais adeptos. Mas, quem diria, três mosqueteiros juntaram suas espadas para comemorar os bons resultados […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sobe puxado pelo minério de ferro e encosta nos 123 mil; NY fecha o dia no vermelho

Com a economia chinesa aquecida, a demanda por commodities segue em alta e sustenta bons níveis para o Ibovespa.

Seleção Empiricus

🔴 AO VIVO: Quais são os investimentos para o segundo semestre? | Seleção Empiricus

Caminhando para o fim do primeiro semestre, nosso time do Seleção Empiricus de hoje discute o que podemos esperar da Bolsa para os próximos meses. A escalação do jogo de hoje conta com Max Bohm, Matheus Spiess, Cris Fensterseifer e Marcos Queiroz.

Segure seus bitcoins

Golpistas se passam por Elon Musk e roubam dinheiro de investidores de criptomoedas

Os criminosos usaram perfis falsos do CEO da Tesla para levar ao menos US$ 2 milhões de entusiastas do bitcoin e outras moedas digitais

Orçamento apertado

Segmentos mais impactados de comércio e serviços tiveram perdas de R$ 225,7 bi em 2020

Montante é maior que o total produzido por países como Sérvia e Tunísia. Varejo de roupas perdeu 10% do seu tamanho no ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies