Menu
2020-05-18T08:34:05-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro

Economia dos Estados Unidos vai se recuperar, diz presidente do Federal Reserve

Powell ressaltou a importância de se evitar uma segunda onda de contágio, já que o crescimento só ‘voltará ao normal’ quando as pessoas voltarem a ter confiança e o ritmo de infecção estiver mais lento

18 de maio de 2020
8:18 - atualizado às 8:34
Jerome Powell, presidente do Fed
O presidente do Fed, Jerome Powell, está pronto para atuar visando manter a expansão da economia americana. - Imagem: Fed

A economia norte-americana deve se recuperar no 2º semestre, se o país não passar por uma segunda onda de contágio de covid-19. Pelo menos é o que acredita o presidente do banco central americano (Federal Reserve), Jerome Powell.

Em entrevista ao programa 60 minutes, da CBS, Powell afirmou acreditar na recuperação total do país pós-pandemia. "No longo e médio prazo você não gostaria de apostar contra a economia americana".

Powell ressaltou a importância de se evitar uma segunda onda de contágio, já que o crescimento só 'voltará ao normal' quando as pessoas voltarem a ter confiança e o ritmo de infecção estiver mais lento. O presidente do Fed disse acreditar que uma recuperação completa só será possível com a chegada de uma vacina contra o coronavírus.

"Quanto mais cedo controlarmos o vírus, mais cedo as empresas poderão reabrir".

Na entrevista, Powell também disse acreditar que a redução do Produto Interno Bruto dos Estados Unidos deve ser 'muito, muito alta', de 20% a 30%, mas com uma desaceleração mais curta do que a da última crise, em 2008.

Desemprego

Para Jerome Powell, a taxa de desemprego americana deve ficar entre 20% a 25% e, mesmo que a recuperação demore um pouco mais do que o esperado, ela virá.

"A boa notícia é que temos ferramentas para limitar danos à economia. O principal é que, quando começamos o caminho da recuperação, é permanecer nesse caminho e fazer tudo o que podemos para permanecer nele por um longo período de tempo. E antes que percebamos, voltaremos a níveis mais normais de desemprego e atividade", afirmou Jerome Powell.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

varejo online

B2W tem alta de 56% nas vendas e diminui prejuízo, que chega a R$ 43,8 milhões

Linha final do balanço é 57% melhor do que há um ano, enquanto mercado falava em prejuízo de R$ 60 milhões no terceiro trimestre; receita teve alta de 58,5% no período

cardápio de balanços

Suzano, Fleury e Totvs: os balanços que mexem com o mercado nesta sexta

São empresas cujas ações fazem parte da carteira teórica do Ibovespa – ou seja, os resultados das companhias ajudam a calibrar o índice

Sucessão no bancão

Milton Maluhy Filho será o novo presidente do Itaú Unibanco

Maluhy tem 44 anos e ingressou no Itaú em 2002. Após passar por diversas funções, o executivo ocupa o cargo de vice-presidente da área de riscos e finanças do maior banco privado brasileiro.

Big Techs

Resultados de Facebook, Google, Amazon, Twitter e Apple mexem com o mercado; veja números

Apesar dos resultados estarem bastante acima do esperado pelos analistas, as ações de algumas das gigantes caíram no pós-mercado em NY

Rombo

Governo Central tem déficit de R$ 76,1 bilhões em setembro

O resultado, que reúne as contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, sucede o déficit de R$ 96,096 bilhões de agosto.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies