Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-09-01T09:50:21-03:00
Estadão Conteúdo

É ruim prorrogar estado de calamidade para pagar Renda Brasil, diz relator da LOA

“A sociedade não está pronta para a gastança desenfreada. O Brasil tem muita coisa para cortar”

1 de setembro de 2020
9:50
Dinheiro; notas e moedas de real
Imagem: Shutterstock

O relator da Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2021, o senador Márcio Bittar (MDB-AC), disse ser ruim estender o estado de calamidade pública - decretado pela pandemia do novo coronavírus - como forma de se autorizar o pagamento das despesas extras com o programa de distribuição de renda, Renda Brasil, em estudo pelo Executivo.

"A sociedade não está pronta para a gastança desenfreada. O Brasil tem muita coisa para cortar", disse o senador, em entrevista à rádio CBN, que citou entre outros pontos a Reforma Administrativa e a revisão de supersalários.

Para a avaliação do senador, é fundamental que as propostas de reforma do Estado brasileiro pela austeridade fiscal estejam sendo aprovadas pelo Congresso Nacional.

Orçamento

Bittar avaliou a proposta do Executivo para o Orçamento de 2021 como "bastante conservadora" e disse que a sugestão "vem magra" porque o Brasil vive um momento delicado.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Fusão cheia de travas

Na Omega Geração (OMGE3), um grupo importante de acionistas está descontente — e quer barrar os planos da empresa

Fundos detentores de 28,6% da Omega Geração (OMGE3) se uniram e dizem que não vão aprovar a fusão com a Omega Distribuição nos termos atuais

Potencial de 36% de alta

Como fica a XP após a separação do Itaú? Para o JP Morgan, é hora de comprar as ações da corretora

A equipe do JP Morgan vê as pressões vendedoras nas ações da XP após a separação com o Itaú se dissipando; assim, a recomendação é de compra

Digitalização

A hora e a vez do e-commerce: com pandemia, comércio online mais que dobra e já chega a 21% das vendas do varejo

O fechamento das lojas físicas promovido pela pandemia fez o setor de varejo acelerar a aposta no e-commerce e nas vendas digitais

A bolsa como ela é

Stone, Inter e Méliuz caem forte na bolsa. É o fim das fintechs como as conhecemos?

Muito desse movimento tem a ver com a subida dos juros. Mas alguns fatores específicos também pesaram sobre as ações. Em alguns casos, pesaram com razão; em outros, nem tanto

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies