Menu
2020-12-25T17:11:20-03:00
Estadão Conteúdo
dados da abecip

Crédito imobiliário diminui 0,2% em novembro; no ano, alta supera 50%

De acordo com a Abecip, somente no mês de novembro foram financiados, nas modalidades de aquisição e construção, 46,2 mil imóveis

25 de dezembro de 2020
17:11
Prédios
Imagem: Shutterstock

Os financiamentos imobiliários tiveram leve retração de 0,2% em novembro frente a outubro, totalizando R$ 13,84 bilhões, conforme dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

Em um ano, porém, foi mantida forte expansão, com alta de 77,9%, em meio a um cenário de juros baixos, que tem servido de tração ao setor a despeito da crise desencadeada pela pandemia do novo coronavírus.

No acumulado do ano até novembro, os recursos tomados para compra e construção de imóveis somam R$ 106,51 bilhões, expansão de 52,1% em relação ao mesmo período de 2019. No período, foram financiadas 370,9 mil unidades, resultado 39,3% maior, na mesma base de comparação.

De acordo com a Abecip, somente no mês de novembro foram financiados, nas modalidades de aquisição e construção, 46,2 mil imóveis, alta de 1,5% ante outubro e 59,9% em um ano.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

fique de olho

Itaú anuncia pagamento de juros sobre capital próprio

Serão R$ 0,05648 por ação, com retenção de 15% de imposto de renda na fonte; pagamento é uma antecipação aos aos dividendos e JPC do resultado de 2021

mudanças na estatal

Conselheiro recém-eleito da Petrobras renuncia

Marcelo Gasparino da Silva foi eleito no último dia 12; executivo indica medida como “irrevogável”

seu dinheiro na sua noite

B3 Fashion Week

A semana de moda da bolsa brasileira está pegando fogo! Flashes por todos os lados, comentários entusiasmados, queixos caídos a cada novo desfile. As grandes marcas não pouparam esforços para a coleção outono/inverno — e, como era de se esperar, um intenso burburinho toma conta dos bastidores. Essa sexta-feira foi particularmente animada, com a Renner […]

Moradia classe A

Pandemia, juros baixos e dólar caro: combo impulsiona o mercado de imóveis de luxo

Uma combinação que prejudicou boa parte das empresas brasileiras acabou beneficiando o segmento imobiliário de alto padrão

fechamento da semana

Brasília impede Ibovespa de decolar, mas saldo da semana ainda é positivo; dólar vai a R$ 5,58

No Brasil, o que garantiu um bom desempenho do Ibovespa foi a alta das commodities e a recuperação econômica de Estados Unidos e China.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies