Menu
2020-01-25T14:20:05-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ACORDOS

Bolsonaro assina 15 acordos com a Índia e fala que comércio poderá superar US$ 50 bilhões até 2022

O principal acordo assinado é o de cooperação e facilitação de investimentos (ACFI), segundo o jornal Folha de S.Paulo

25 de janeiro de 2020
14:02 - atualizado às 14:20
BOLSONARO INDIA
Imagem: YouTube

O presidente Jair Bolsonaro comemorou hoje (25) pelo Twitter a assinatura de 15 acordos bilaterais entre o Brasil e a Índia. Segundo ele, as parcerias poderão fazer com que o comércio - que hoje movimenta US$ 6 bilhões por ano - ultrapasse os US$ 50 bilhões em dois anos.

Bolsonaro está em viagem oficial pela Índia e foi recebido pelo primeiro-ministro indiano, Narendra Modi. Por lá, de acordo com informações do jornal Folha de S.Paulo, o presidente falou rapidamente, mas destacou que "numa viagem internacional, não tínhamos notícia de tantos acordos, e bons acordos, serem assinados".

Segundo o jornal, o principal acordo assinado é o de cooperação e facilitação de investimentos (ACFI), que o Brasil já possui com países como Emirados Árabes Unidos, México, Moçambique e Peru. Na prática, ele busca dar maior segurança jurídica e incentivar investimentos.

Foi assinado também um acordo envolvendo o tema da Previdência, conforme destacou a Folha de S.Paulo. Por meio dele, agora os executivos que trabalham expatriados poderão contar o período de tempo fora para a aposentadoria.

Outro acordo celebrado faz referência a um memorando de entendimento sobre cooperação de bioenergia. De acordo com a Folha de S.Paulo, ele tem como objetivo fazer com que a produção e o uso do etanol no mercado indiano cresçam, o que poderia ajudar a dar certo alívio para as distorções causadas por conta dos subsídios que o governo da Índia oferece ao açúcar.

Além disso, foram assinados acordos com foco em cooperação ao longo de investigações criminais, intercâmbio cultural e de material genético de gado bovino leiteiro, medicina ayurvédica e homeopatia, exploração de óleo e gás, recursos minerais, segurança cibernética, assim como uma parceria entre a Apex e a Invest-India.

O jornal ainda falou que, apesar de Bolsonaro ter dito que o comércio com o País poderá ultrapassar os US$ 50 bilhões até 2022 e ter creditado o número a Modi, a declaração oficial da visita destaca apenas uma "meta realista de US$ 15 bilhões".

Vistos

Apesar de as várias tentativas dos indianos em fazer com que Bolsonaro assinasse a isenção de vistos para cidadãos do País entrarem no Brasil, o anúncio não saiu.

A pressão era em função de declarações feitas pelo presidente brasileiro na China e na cúpula dos Brics anteriormente e que diziam que a isenção seria assinada em breve.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Recurso da estatal

TRF-4 nega recurso da Petrobras e mantém Odebrecht fora de ação da Lava Jato

No recurso, a estatal buscava o prosseguimento dos réus na ação cível e a manutenção do bloqueio de bens dos executivos

Seu Dinheiro na sua noite

Guedes fora, alta do dólar

Você se lembra de quando o dólar a R$ 4,20 era o grande “patamar psicológico” da moeda americana? Não faz tanto tempo assim, mas esse nível de cotação ficou para trás, e agora parece até um pouco distante. Hoje, o dólar à vista bateu um novo recorde de fechamento. Eu sei que você já leu […]

Mais um recorde: dólar à vista sobe a R$ 4,36 e renova a máxima nominal de fechamento

O dólar à vista subiu mais um degrau nesta quarta-feira (19): pela primeira vez, terminou uma sessão acima dos R$ 4,36, cravando um novo recorde nominal. É a oitava vez em 2020 que a moeda renova as máximas de fechamento

Ainda na liderança

Vitor Hugo crê que permanece como líder do governo; Terra diz não receber convite

O deputado disse que não recebeu sinalizações do presidente Jair Bolsonaro de que poderá ser substituído pelo ex-ministro Osmar Terra

O impasse continua

Após TRT suspender demissões, Petrobras quer negociar desligamentos em fábrica

Encerramento da operação da Ansa é o principal motivo da greve dos petroleiros

Ponto polêmico

Relator mantém trabalho aos domingos na MP do contrato verde e amarelo

Deputado Áureo manteve a permissão para que todos os trabalhadores sejam convocados para trabalhar aos domingos e feriados

Novidade no IR

Programa do IR virá sem dedução da contribuição patronal sobre domésticos

Fim da dedução é a principal novidade para as declarações de IR em 2020

4 a 4

Com placar empatado, julgamento sobre decreto da Petrobras é suspenso no STF

Interrupção se deu diante da ausência dos ministros Celso de Mello e Cármen Lúcia na sessão

Fuga de estrangeiros

Investidor estrangeiro retira R$ 258,518 milhões da B3 no dia 17

Em fevereiro, o saldo acumulado de recursos estrangeiros na Bolsa está negativo em R$ 7,920 bilhões

Parou pelo caminho

Governo desiste de enviar ao Congresso projeto e ‘fast-track’ para privatização

Segundo o secretário Salim Mattar, com a ida do Programa de Parcerias de Investimentos para o Ministério da Economia, o projeto não será mais necessário

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements