Menu
2020-07-27T18:16:36-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Buscando a máxima do ano

Após dois meses de estabilidade, Bitcoin volta a ser negociado acima dos US$ 10 mil

Após rali da última semana, o bitcoin saiu do patamar dos US$ 9 mil e busca a máxima do ano

27 de julho de 2020
8:35 - atualizado às 18:16
bitocin
Imagem: Shutterstock

Os últimos dois meses foram de aparente calmaria no universo das criptomoedas, com o bitcoin apresentando um movimento de lateralização e não saindo do patamar dos US$ 9 mil. Mas um rali inesperado na última semana fez a principal moeda digital do mundo voltar a ser negociada acima dos US$ 10 mil, superando a cotação pré-crise, que girava em torno dos US$ 10,3 mil.

Por volta das 18h desta segunda-feira (27), o bitcoin apresentava uma alta de 9,31%, cotado a US$ 10.866,90 (R$ 55.946,26).

O rali do fim de semana fez com que a moeda saísse dos US$ 9,7 mil para mais de US$ 10,2 mil. Uma das notícias que animaram o mercado de criptoativos nos últimos dias foi a autorização regulatória para que os bancos americanos possam custodiar criptomoedas.

A autorização pode acelerar a migração dos investidores institucionais para o setor, visto pelos especialistas como um dos principais motores para a alta da moeda no curto prazo.

Bitcoin em 2020

Assim como todas as classes de ativos globais, o Bitcoin também viveu dias difíceis durante o auge da crise do coronavírus. A moeda caiu do patamar dos US$ 10 mil para cerca de US$ 3 mil no pior momento da crise. O ativo no entanto se recuperou rapidamente e já acumula uma valorização de 43% no ano.

Enquanto os governos estão emitindo moeda para conter os impactos da crise, o Bitcoin se tornou ainda mais escasso. Em maio, a moeda sofreu uma redução de emissão, em um evento que acontece a cada quatro anos. Com a redução da oferta e uma alta na demanda, os especialistas acreditam que o ativo deve buscar o seu topo histórico em 2021.

Confira o desempenho do Bitcoin em 2020:

Fonte: CoinMarketCap
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

ARMADILHAS FINANCEIRAS

Dois investimentos que parecem uma boa, mas são ‘cilada’

As armadilhas costumam travestir-se de “grandes retornos, com baixo risco”.

Coronavírus

Brasil atinge 100 mil mortos por covid-19; STF decreta luto de 3 dias

Enquanto isso, Bolsonaro destaca 2 milhões de recuperados

Balanço

Lucro da Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, sobe 87% no 2º trimestre

Recuperação do mercado de ações teve bons reflexos no balanço da companhia do megainvestidor Warren Buffett, mas no ano a empresa ainda amarga prejuízo

Às vésperas do orçamento

Ministros pedem mais recursos a Guedes

Sob pressão interna para ampliar os gastos como forma de combater os efeitos econômicos da covid-19, o ministro da Economia, Paulo Guedes, precisa entregar o Orçamento do ano que vem até o dia 31 deste mês

Entrevista

Meirelles: ‘A raiz da pressão por aumento de gastos é sempre a mesma, eleição’

Em entrevista ao Estadão, Henrique Meirelles lembra que o País tem pouca memória e que quebrar o teto levaria a uma crise muito maior do que a de 2015

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements