Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-05-14T14:44:23-03:00
Estadão Conteúdo
ECONOMIA

Azevêdo confirma que deixará cargo de diretor-geral da OMC em 31 de agosto

“Essa é uma decisão pessoal – uma decisão familiar – e estou convencido de que ela serve os melhores interesses desta Organização”.

14 de maio de 2020
14:44
1111799-fcpzzb_abr_031220188829_1
Brasília - O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo, fala à imprensa após reunião com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto ( - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo, confirmou, em reunião virtual com membros da entidade, que deixará o cargo em 31 de agosto de 2020, um ano antes do previsto. O brasileiro disse que a decisão visa dar mais tempo para que o órgão escolha seu sucessor, sem que o processo dispute atenção com os preparativos para a 12º Reunião Ministerial (MC12, na sigla em inglês), que acontecerá em 2021.

"Essa é uma decisão pessoal - uma decisão familiar - e estou convencido de que ela serve os melhores interesses desta Organização", afirmou ele, esclarecendo que não tem nenhum problema de saúde nem pretende obter ganhos políticos com isso.

Pelas regras da instituição, a escolha do novo diretor-geral começaria em dezembro e provavelmente dominaria o primeiro trimestre de 2021, de acordo com Azevêdo. "Esse calendário prejudicaria claramente o trabalho preparatório para o MC12, independentemente de ser realizado no verão do Hemisfério Norte ou no final do ano", destacou.

O diretor-geral defendeu que o órgão continue a trabalhar nas reformas, em meio à paralisia provocada por críticas de vários países, sobretudo os Estados Unidos. "Sabemos que a OMC não pode ficar paralisada enquanto o mundo a sua volta muda profundamente. Garantir que a OMC continue a responder às necessidades e prioridades dos membros é um imperativo, não uma opção", salientou.

O líder da OMC também ressaltou que a reunião do Conselho Geral, marcada para a sexta-feira, não será sobre sua renúncia.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

dinheiro no caixa

Petrobras vende participação em companhias de energia por R$ 160 milhões

Estatal assinou contratos para a venda de suas participações de 20% na Termelétrica Potiguar (TEP) e de 40% na Companhia Energética Manauara (CEM) para a Global Participações Energia S.A. (GPE)

seu dinheiro na sua noite

Mais micro, menos macro: quando os balanços são o destaque na bolsa

Como investidores, sabemos que os mercados estão sujeitos às mudanças no cenário macroeconômico – e, no caso do Brasil e outros países emergentes, os pregões são particularmente suscetíveis também ao noticiário político. Mas, no fim do dia, a bolsa reflete o desempenho das companhias que ali são negociadas. Nas temporadas de balanços trimestrais, analistas e […]

cardápio do dia

Fleury, EcoRodovias e Localiza: os balanços que mexem com o mercado nesta sexta

Companhias registram forte aumento no lucro, confirmando tendência entre empresas do Ibovespa

Fechamento do dia

Bolsa, dólar e juros fecham o dia no vermelho, com balanços no radar e Wall Street em alta

Em movimento raro, bolsa, dólar e juros fecharam o dia no vermelho. É que enquanto o apetite por risco reinava no exterior, os balanços levaram o Ibovespa a um movimento de correção

Vídeos

Elon Musk volta a falar sobre Bitcoin – Confira as últimas notícias sobre o mercado de criptoativos com André Franco, analista da Empiricus

André Franco comenta sobre as principais notícias que estão movimentando esse mercado. Fique por dentro agora

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies