Menu
2020-03-30T16:21:18-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Demissões

Até 40% das empresas cortaram pessoal por pandemia, diz Fed de Nova York

Levantamento do Fed aponta que 40% das empresas do setor de serviços e 30% daquelas do setor manufatureiro estão informando reduções de pessoal

30 de março de 2020
16:21
coronavírus
Imagem: Shutterstock

Levantamento do Federal Reserve (o banco central americano) de Nova York aponta que 40% das empresas do setor de serviços e 30% daquelas do setor manufatureiro estão informando reduções de pessoal.

Neste cenário, diversas companhias têm observado dificuldade para ter acesso a crédito e mostrando preocupação sobre solvência, de acordo com o banco.

Em relatório, o banco diz que, em razão do vírus, os Estados de Nova York, Nova Jersey e Connecticut paralisaram as atividades não essenciais e as escolas e recomendaram que seus moradores fiquem em casa, como parte do esforço para desacelerar a disseminação.

"Essas ações são sem precedentes e os impactos econômicos devem ser temporários, mas severos", diz a distrital do BC dos Estados Unidos.

O Fed de NY também disse que questionou as companhias sobre como elas pretendiam cobrir a falta de receita nesse período. Usar reservas foi uma alternativa amplamente mencionada, seguida por fazer um uso maior de linhas de crédito, comenta a instituição.

Alguns empresários citaram que usavam economias pessoais, enquanto alguns poucos falavam em fazer novos empréstimos ou pedir um seguro por interrupção dos negócios.

O Fed de Nova York destaca, porém, que "um número considerável das empresas comentou que as políticas de seguro para interrupção de negócios não cobririam problemas resultantes da pandemia de coronavírus".

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

balanço do dia

Covid-19: casos sobem para 15,5 milhões e mortes, para 432,6 mil

O total de vidas perdidas durante a pandemia subiu para 432.628. Entre ontem e hoje, foram registradas 2.211 novas mortes.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Mudaram as estações, mas nada mudou na bolsa

Quem olha para o saldo do Ibovespa na semana pode achar que os últimos dias foram um marasmo. O índice, afinal, ficou praticamente estável — uma quase desprezível queda de 0,13%. “Mas eu sei que alguma coisa aconteceu / tá tudo assim, tão diferente”, já dizia a música. E é verdade: nada mudou na bolsa, […]

Fechamento da semana

Inflação americana e minério de ferro vivem ‘dias de luta e dias de glória’, monopolizando a semana; dólar avança e bolsa recua no período

O minério de ferro puxou Vale e siderúrgicas para cima – mas depois derrubou. A inflação americana também assustou, mas conseguiu acalmar o ânimo dos investidores. Confira tudo o que movimentou a semana

Engordando o caixa

Petrobras gera US$ 2,5 bilhões com desinvestimentos em 2021; venda mais recente é para fundo árabe

E a estatal não deve parar por aí, pois o diretor financeiro da empresa já reafirmou a intenção de continuar com o programa de venda de ativos

Em evento do BofA

Presidente do BC revela preocupação com análise de autonomia no STF e planos para PIX internacional

Campos Neto e o ministro da Economia, Paulo Guedes, têm conversado com ministros da Corte sobre os questionamento acerca do tema

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies