Menu
Ruy Hungria
Sextou com o Ruy
Ruy Hungria
É formado em Física e especialista em bolsa e opções na Empiricus
2020-09-25T08:08:50-03:00
Sextou com o Ruy

Opções para viver de renda em tempos de juros baixos

Está cada vez mais difícil, mas nem tudo está perdido para aqueles que amam uma renda pingando mensalmente na conta. Existe uma certa estratégia, realizada com opções, que ainda consegue oferecer rendas bastante elevadas

25 de setembro de 2020
6:01 - atualizado às 8:08
Montagem mostra homem descansando enquanto moedas pingam em torneira
Imagem: Shutterstock

O que não falta por aí é gente indignada com a rentabilidade da poupança, não é mesmo?

Também, pudera. A caderneta, que chegou a superar 8% de retorno nos anos de 2015 e 2016, deve fechar o ano de 2020 com um rendimento inferior a 2%.

Isso em termos nominais, né? Porque se formos descontar a alta dos preços (do arroz, por exemplo), é bem provável que o rendimento anual passe para o campo negativo. 

Mas se você quer saber a minha opinião, eu acho isso ótimo.

Chance única

A poupança em níveis miseráveis é ótimo para o desenvolvimento do país. Já falei isso aqui no Seu Dinheiro antes, e volto a dizer: ninguém se sente incentivado a tomar risco em um país onde se dobra o patrimônio sem risco a cada 6 anos – que era o caso nos tempos de Selic em 14%.

E quando eu digo ninguém, é ninguém mesmo. 

O pequeno empreendedor não vai querer abrir uma lojinha de roupa em seu bairro e ajudar na geração local de empregos. O fundo multibilionário também não vai se arriscar a participar da implementação de um gasoduto caríssimo, o que contribui para o atraso no desenvolvimento da infraestrutura do nosso país. 

Por isso, a poupança nos níveis atuais representa uma chance única para o nosso desenvolvimento. 

Ótimo para o Brasil, ruim para os rentistas, que nem pelos dividendos das empresas estão sendo ajudados. 

O dividend yield (razão entre os dividendos distribuídos e o preço dos ativos) despencou desde 2016, influenciado pela própria Selic. Isso indica que o montante pago em forma de dividendos despencou na comparação com o preço das ações.

Elaboração: Seu Dinheiro. Fonte: Bloomberg

Até dá para observar um pico no início de 2020, mas ele não foi causado pelo aumento nos dividendos distribuídos, e sim pela queda vertiginosa no preço das ações em março por causa do Covid.  

Mas o yield já retornou para baixo dos 3% nas últimas semanas e voltou a jogar água no Chopp dos rentistas.

As últimas rendinhas intactas

Está cada vez mais difícil, mas nem tudo está perdido para aqueles que amam uma renda pingando mensalmente na conta.

Existe uma certa estratégia, realizada com opções, que ainda consegue oferecer rendas bastante elevadas, mesmo no cenário atual.

Aliás, se existe um momento onde a renda dessa estratégia é interessante, esse momento é agora, já que os investidores continuam bastante receosos por causa do Covid-19.  

Nos momentos de estresse, todo mundo quer comprar opções para se proteger. E o preço das opções se multiplica por três, quatro, cinco vezes. 

Mas como é que nós podemos nos aproveitar disso?

Vendendo essas opções sobrevalorizadas.

A estratégia

A primeira coisa que você deve estar se perguntando é: como é que eu vou vender um ativo que eu não tenho?

Pois saiba que isso é totalmente permitido no universo das opções. A seguir eu apresento um exemplo para você entender como funciona a estratégia (não é uma recomendação de investimento).

Ao vender essa opção, o montante da venda vai cair na sua conta um dia depois.

Então, digamos que você vendeu 200 opções por R$ 1,00 cada. Um dia depois pingará R$ 200 em sua conta na corretora.

200 x R$ 1,00 = + R$ 200

Esse dinheiro é seu, não importa o que acontecer com o mercado nas semanas seguintes.

Qual é o risco?

Como você deve imaginar, parece bom demais sair por aí vendendo o que não tem sem ter de oferecer nada em troca. 

Realmente, não é tão simples assim.

No caso das opções, mais especificamente das puts (opções de venda), ao vendê-las você assume o compromisso de comprar uma determinada ação, por um preço combinado. 

Parece complicado, mas não é. 

Imagine que aquelas 200 puts que você vendeu por R$ 200 eram da mineradora Vale.

Isso quer dizer que, na pior das hipóteses, você terá de comprar 200 ações da companhia – o que, na verdade, seria uma ótima ideia, dado que VALE3 é uma das ações sugeridas na série As Melhores Ações da Bolsa

Vendeu 200 puts de VALE3 ⇨ Recebe R$ 200
Pior cenário possível ⇨ obrigado a comprar 200 VALE3

É por causa desse "pior cenário possível" que precisamos deixar guardado um montante suficiente para conseguir comprar as tais 200 VALE3 caso seja necessário. 

Esse montante é conhecido como garantia, e é ele quem vai definir a renda da operação.

Se você se compromete a comprar VALE3 por, digamos, R$ 55,54, terá de deixar guardado na corretora um montante equivalente a: 

Garantia: 200 x R$ 55,54 = R$ 11.108

Isso porque, se o pior dos cenários acontecer, você precisará de R$ 11.108 para cumprir com a sua obrigação de comprar 200 VALE3 por R$ 55,54 cada.

No pior cenário, que é a ação cair depois que você montou a operação, você terminará a estratégia com R$ 200 mais as 200 ações de Vale que se comprometeu a comprar.

Pior cenário: R$ 200 + 200 VALE3

Perceba que mesmo no pior cenário você continuou com aqueles R$ 200 recebidos e foi obrigado a comprar 200 ótimas ações. Ou seja, o "pior cenário" nem é tão ruim assim, e só vai acontecer quando a ação cair forte depois que você montar a estratégia.

Cadê a minha renda?

Depois de toda essa apresentação, finalmente poderemos focar no assunto renda, que é o que nos interessa aqui. 

Na grande maioria das vezes – se a estratégia for montada adequadamente, pelo menos – você não precisará comprar as ações. 

Ou seja, aqueles R$ 11.108 serão deixados na corretora por um breve período, em troca dos R$ 200 que você receberá instantaneamente ao vender as puts de Vale. 

Traduzindo para renda isso significa: 

Agora você deve estar se perguntanto: 

"Poxa, Ruy. Todo esse blá blá blá para me mostrar uma oportunidade de renda de menor ainda que a taxa Selic?"

Calma, é muito mais do que parece. 

Renda o ano todo

Essa operação que acabamos de comentar dura em torno de um mês – cerca de 20 dias úteis. 

Ou seja, esses 1,8% é a renda que você teria nesses 20 dias. Mas nada te impede de repetir essa operação durante o ano inteiro (252 dias). 

Ao fazer isso, calculamos o que eu gosto de chamar de Renda Anualizada. 

23% é a renda que você conseguiria extrair dessa estratégia se repetisse a operação durante o ano todo nas mesmas condições. 

Isso é dez vezes maior que a taxa Selic no mesmo período. Melhorou bastante, não é?

É claro que as condições podem mudar: às vezes o preço da opção cai ou sobe um pouco, às vezes a duração da operação aumenta, mas como você pode ver na tabela abaixo, é possível realizar operações com Rendas Anualizadas elevadas e consistentes o ano todo:

DataOpçãoRenda ImediataRenda Anualizada
13/01/20ITUBN341,80%19%
23/01/20HYPEN341,50%22%
14/01/20EGIEO181,40%17%
19/02/20HYPEO351,54%22%
15/04/20VIVTQ503,72%40%
15/05/20RAILR193,53%43%
19/05/20RADLR9992,90%39%
15/06/20CSANS662,90%43%
29/06/20RAILS212,10%31%
06/07/20LRENT3992,10%29%
28/07/20RAILT512,05%34%
07/08/20B3SAU5953,20%26%
20/08/20RADLU1052,78%32%
20/08/20RAILU2072,32%27%
21/08/20VALEU5951,96%29%
29/09/20LRENV3821,86%26%
29/09/20VALEV5901,66%23%

É verdade que algumas vezes a operação não saiu como o esperado e fomos obrigados a comprar as ações. 

Aqui entra a dica mais valiosa do dia: caso você queira fazer esse tipo de estratégia, opere apenas com opções de ações que você goste e esteja disposto a comprar.

Por exemplo, no Flash Trader, gostamos de operar com opções de B3SA, RAIL, VALE, CSAN, LREN, RENT entre outras que fazem parte de um grupo seleto de empresas bem tocadas, com alta rentabilidade e que nos deixariam confortáveis caso virássemos acionistas. 

Quer renda recorrente?

Se você achava que opções serviam somente para obter aqueles ganhos estrondosos que acontecem de vez em quando, deve ter se surpreendido com essa outra faceta delas: geração de renda recorrente. 

Para falar a verdade, essa estratégia – conhecida como Venda Coberta de Put – é uma das minhas preferidas no mercado de opções, especialmente agora que a Selic está no chão e todo mundo está morrendo de medo dos impactos do Covid-19 no mercado. 

Nesta semana, inclusive, nós aproveitamos para sugerir uma operação com opções de Vale, idêntica ao exemplo que eu utilizei na coluna de hoje. 

Se você é fã de uma fonte de renda recorrente pingando na sua conta todos os meses, tenho certeza que você vai adorar a Venda Coberta de Put.

Deixo aqui o convite para conhecer mais sobre essa estratégia, que é figurinha carimbada no Flash Trader

Mas já adianto que só pode participar quem estiver disposto a correr o risco de ter de comprar ótimas ações.

Se você é daqueles que querem uma renda de dois dígitos sem correr risco algum, seu lugar é bem longe das opções.

Um grande abraço e a até a próxima!

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

PRÉVIA DOS BALANÇOS

Os grandões vêm aí: Petrobras e Vale divulgam os resultados; veja o que esperar

Semana será marcada pela apresentação dos resultados de algumas das principais companhias da B3

agenda lotada

Os segredos da bolsa: balanços de pesos-pesados podem manter Ibovespa em alta em semana de Copom

Lá fora, resultados do terceiro trimestre de Amazon, Apple, Facebook, Google e Microsoft são destaques, além de decisões de bancos centrais

O GRANDE DRAGÃO VERMELHO

Pandemia deve reforçar poder chinês na economia

Movimento aponta para a continuidade das tensões com Estados Unidos e manutenção da alta demanda por matérias-primas produzidas pelo Brasil

PANOS QUENTES

‘Apresentei desculpas e colocamos ponto final’, diz Salles sobre atrito com Ramos

Salles e Ramos protagonizaram o mais recente atrito dentro do governo, tornado público após chefe do Meio Ambiente se referir ao general como “Maria Fofoca”

ALÍVIO

Mortes por covid-19 chegam ao menor nível desde maio, diz Fiocruz

Média móvel de novos casos ficou em 22.483 no sábado, alta de 11% em relação aos casos da semana anterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies