Menu
O melhor do Seu Dinheiro
Victor Aguiar
2020-02-22T10:41:20-03:00
O melhor do Seu Dinheiro

MAIS LIDAS: Cuidado com a ‘perda fixa’

A matéria a respeito da queda da rentabilidade das aplicações mais conservadoras com o novo corte da Selic, jogando-as ao campo da ‘perda fixa’, foi o destaque desta semana no Seu Dinheiro

22 de fevereiro de 2020
10:41
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Como você já sabe, o Banco Central (BC) está promovendo um movimento de cortes na Selic. A taxa básica de juros, que começou 2019 em 6,5%, está agora em 4,25% ao ano — um novo piso histórico.

Todos esses ajustes negativos têm um objetivo bastante claro: estimular a economia doméstica, que ainda enfrenta dificuldade para ganhar tração. Juros mais baixos, em tese, incentivam a tomada de crédito e fazem a roda do consumo voltar a girar.

Mas há um segundo efeito importante a ser considerado: o impacto sobre os seus investimentos em renda fixa, especialmente as opções mais conservadoras. Com a Selic nas mínimas, o rendimento dessas aplicações está cada vez menor.

A poupança já vinha perdendo da inflação há tempos, mas, com a taxa básica de juros a 4,25% ao ano, outras modalidades se juntaram ao grupo da 'perda fixa'. É o caso das aplicações voltadas para a reserva de emergência.

A Julia Wiltgen fez um levantamento da rentabilidade de diversos investimentos de caráter conservador em 12 meses, levando em conta a nova taxa Selic, e comparou os resultados com a inflação projetada em 12 meses. A matéria com as conclusões desse estudo foi a mais lida da semana.

Mas, antes de apresentar os outros textos que foram sucesso nos últimos dias, convido todos vocês a lerem nossa matéria de capa neste sábado.

O Robert Kiyosaki, autor do livro "Pai Rico, Pai Pobre", fala sobre os diferentes tipos de inteligência, e como uma delas é fundamental para quem quer ter sucesso no mundo do empreendedorismo e dos investimentos. É só clicar aqui para ter acesso às lições do nosso colunista. 

Veja as 5 notícias mais lidas da semana:

  1. Aconteceu: sua reserva de emergência está oficialmente na ‘perda fixa’
  2. Itaúsa pagará dividendos adicionais e JCP aos acionistas
  3. Maior acionista da Oi reduz para menos de 10% participação na tele; é hora de vender os papéis?
  4. Vale tem prejuízo de US$ 1,7 bilhão em 2019; provisões e despesas por Brumadinho chegam a US$ 7,4 bilhões
  5. Um jeito simples para ganhar dinheiro com a Nova Rota da Seda, o mega projeto chinês de infraestrutura
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Mercados hoje

Bolsas sobem em Nova York após dois dias de queda, mas petróleo pressiona índice de empresas brasileiras

Otimismo com retomada da economia norte-americana impulsiona bolsas. A maior surpresa do dia é o Nasdaq, que sobe mesmo com o peso das ações da Netflix

O varejo ferve

Renner mira compra da Dafiti com recursos da oferta de ações

Varejista anunciou captação de até R$ 6,5 bilhões na bolsa e pode usar os recursos para fazer uma proposta pelo e-commerce de moda

Pouso forçado

Demanda por voos deve encerrar o ano em menos da metade do nível pré-pandemia

O prejuízo total das companhias aéreas em 2021 deve ficar entre US$ 47 bilhões e US$ 48 bilhões, de acordo com a ação Internacional de Transporte Aéreo (Iata)

Agora vai?

Governo vai reduzir valor de arrecadação por áreas “micadas” do pré-sal em novo leilão

A arrecadação que o governo pretende receber pela exploração de dois campos do pré-sal foi reduzida em R$ 25,5 bilhões; novo leilão deve acontecer em dezembro

Mercado de capitais

FGTS embolsa quase R$ 900 milhões com venda de ações da Alupar em oferta

O fundo que reúne o dinheiro dos trabalhadores com carteira assinada tinha uma participação de 12% no capital do grupo de geração e transmissão de energia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies