🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView

Mais seis reais para o salário mínimo

14 de janeiro de 2020
19:50 - atualizado às 15:41
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Eu não tive tempo de levantar se alguma outra vez na história recente do país tivemos um reajuste do salário mínimo duas vezes em um ano. Não que eu me lembre… É que a decisão do governo de mudar o valor do mínimo para 2020 foi divulgada hoje no fim da tarde.

O novo salário mínimo, de R$ 1.045, passará a valer a partir de 1º de fevereiro. A alteração no valor será feita por meio de medida provisória e precisa da aprovação do Congresso.

Com a decisão de hoje, o governo federal põe fim a um impasse. O salário mínimo que entrou em vigor em 1º de janeiro, de R$ 1.039, não repunha a inflação do ano passado.

Jair Bolsonaro já tinha adiantado no início do dia que estava desconfortável com o número e que via “brecha” para corrigir a situação.

Mas por que foi necessário mudar o número? Bem, a resposta é quase um clichê no discurso dos economistas no Brasil, apesar de que recentemente saiu de moda: a culpa é da inflação!

Espaço para otimismo

O Ministério da Economia revisou para cima as expectativas com a economia em 2020. Para o governo federal, o PIB deve subir 2,40% - a estimativa anterior era de 2,32%. A projeção supera as estimativas do mercado e do Banco Central. Saiba mais.

O fantasma da guerra

A guerra comercial entre Estados Unidos e China voltou a fazer preço nas bolsas mundo afora. Pesou contra os mercados hoje a notícia de que as tarifas dos norte-americanos sobre a economia chinesa devem se estender até depois das eleições dos EUA, em novembro. Mas, no fim das contas, o Ibovespa conseguiu fechar o pregão em alta de 0,26%, acima dos 117 mil pontos. Já o dólar deu um alívio e fechou em queda de 0,27%, aos R$ 4,130. Tudo o que você precisa saber sobre mercados você confere aqui.

10 apostas para 2020

Na sua coluna de hoje, Felipe Miranda assumidamente copia uma prática de ano novo de Byron Wien, da Blackstone. O economista lista 10 surpresas que ele espera para 2020. Uma delas é que o Ibovespa vai superar os 150 mil pontos. Outra é o que os bancões serão os perdedores do ano. Veja todas os palpites neste link.

Compra-se concorrentes

A Azul anunciou hoje que fez uma oferta de compra da TwoFlex por R$ 123 milhões. A empresa aérea regional voa para 39 destinos no Brasil e tem 17 aeronaves Cessna Caravan. A compra da companhia também aumentará o espaço da Azul em Congonhas. Saiba mais.

Sucesso de crítica

Depois de uma temporada com produções como “O Irlandês”, de Martin Scorsese, e “História de um Casamento”, de Noah Baumbach, a Netflix chamou a atenção dos analistas do Goldman Sachs. Na expectativa de resultados mais fortes, os especialistas do banco aumentaram o preço-alvo para as ações. Nesta matéria você confere o quanto os papéis da americana podem subir.

Animado para o churrasco

A ação da gigante de alimentos Marfrig pode subir 26% em 12 meses e chegar a R$ 14, segundo os analistas do Citi. Entenda os motivos pelos quais os especialistas ficaram mais otimistas com o papel.

Compartilhe

Exile on Wall Street

Um outro alguém

4 de fevereiro de 2021 - 11:35

Thiago e seu noivo estavam a procura de um bom apartamento, e Paulinha os ajudou a realizar seus sonhos

Seu Dinheiro na sua noite

Tudo (no) azul

13 de janeiro de 2020 - 19:13

Semana nova, tudo novo. Depois de um início de ano difícil, a bolsa brasileira engatou nesta segunda uma forte recuperação e fechou o dia no azul. A tensão entre Estados Unidos e Irã parece ter mesmo dado uma aliviada, enquanto a expectativa da assinatura da primeira fase do acordo comercial entre EUA e China na […]

Seu Dinheiro na sua noite

Navegando em águas turbulentas

7 de janeiro de 2020 - 19:04

Depois da bonança de dezembro, os mercados veem uma tempestade se formando neste início de ano. Os ventos estão agitados, os mares estão turbulentos e os céus mostram formações nada animadoras para os investidores. Tudo isso, é claro, por causa da escalada nas tensões entre Estados Unidos e Irã — um fator de estresse que […]

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies