Menu
2020-01-20T19:03:04-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Altas e baixas

Raia Drogasil, bancos e varejistas: os destaques do Ibovespa nesta segunda-feira

As ações da Raia Drogasil aparecem entre as maiores altas do Ibovespa após o Credit Suisse elevar a recomendação e o preço-alvo dos papéis

20 de janeiro de 2020
15:37 - atualizado às 19:03
Drogasil e Droga Raia, redes operadas pela Raia Drogasil
Imagem: Montagem Andrei Morais/Estadão Conteúdo/Divulgação

As ações da Raia Drogasil e do setor de varejo apareceram entre os destaques positivos do Ibovespa nesta segunda-feira. Os ganhos desses papéis, no entanto, foram compensados pelo tom negativo dos papéis dos bancos.

  • CONVITE ESPECIAL: Você não precisa esperar décadas de trabalho para se aposentar. Veja como desfrutar da sua liberdade financeira ainda jovem. Saiba mais

Raia Drogasil ON (RADL3) fechou em alta de 2,97%, a R$ 119,11, e despontou entre as maiores altas do Ibovespa após o Credit Suisse elevar a recomendação para os papéis, de 'underperform' (desempenho abaixo da média) para neutro.

A instituição também aumentou o preço-alvo para as ações em 12 meses, de R$ 54,00 para R$ 125,00 — o que, considerando a cotação atual, implica num potencial de ganho de pouco menos de 5%.

Em relatório, os analistas Victor Saragiotto e Pedro Pinto afirmam que a competição no setor farmacêutico está menos agressiva, o que abre espaço para que a Raia Drogasil continue abrindo novas lojas nos próximos meses. A equipe do Credit Suisse também acredita que esse ambiente levará a empresa a reportar um crescimento firme das vendas no começo de 2020.

Por outro lado, Saragiotto e Pinto analisam que as ações da Raia Drogasil já apresentam preços relativamente altos, o que impede uma posição mais otimista em relação ao desempenho dos papéis.

Desde o começo do ano, as ações ON da Raia Drogasil já subiram 6,69%; em 2019, os papéis acumularam ganhos de 97%.

Bancos seguem em baixa

Por outro lado, as ações do setor bancário continuaram sob pressão e tiveram mais um dia negativo. Itaú Unibanco PN (ITUB4) caiu 2,03%, Bradesco ON (BBDC3) recuou 1,55%, Bradesco PN (BBDC4) teve perda de 1,95%, Banco do Brasil ON (BBAS3) fechou em queda de 0,64% e as units do Santander Brasil (SANB11) desvalorizaram 0,48%.

O mercado reagiu de maneira cautelosa a um relatório publicado pelo Bank of America Merill Lynch — a instituição rebaixou a recomendação para os papéis do Itaú Unibanco e do Bradesco, citando preocupações com o crescimento dos bancos.

No caso do Itaú, o BofA Merrill Lynch agora possui recomendação 'underperform' (abaixo da média), com preço-alvo de R$ 34,00; o Bradesco foi cortado para 'neutro', com preço-alvo de R$ 39.

No ano, as ações do setor bancário apresentam desempenhos bastante ruins, com perdas que vão de 2,9% (Bradesco ON) a 7,7% (Itaú PN).

Varejo sobe em bloco

Voltando ao campo positivo, destaque para as ações das varejistas, que apareceram todas no azul. É o caso de B2W ON (BTOW3), com alta de 6,20%; Via Varejo ON (VVAR3), avançando 2,04%; Magazine Luiza ON (MGLU3), com valorização de 3,04%; e Lojas Americanas PN (LAME4), subindo 2,40%.

Top 5

Veja abaixo os cinco papéis de melhor desempenho do Ibovespa nesta segunda-feira:

  • B2W ON (BTOW3): +6,20%
  • Metalúrgica Gerdau PN (GOAU4): +4,13%
  • Yduqs ON (YDUQ3): +4,00%
  • Gerdau PN (GGBR4): +3,25%
  • Weg ON (WEGE3): +3,07%

Confira também as cinco maiores baixas do índice no momento:

  • Cielo ON (CIEL3): -2,49%
  • Itaú Unibanco PN (ITUB4): -2,03%
  • Bradesco PN (BBDC4): -1,95%
  • Suzano ON (SUZB3): -1,90%
  • Tim ON (TIMP3): -1,59%
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

DE OLHO NO NUBANK

Número de contas do Nubank cresce 485%, mas prejuízo também acelera e chega a R$ 312,7 milhões

Mas nem tudo foi ruim. De acordo com o documento apresentado pela fintech, o Nubank fechou o ano passado com 16 milhões de contas, sendo que 45 mil foram apenas contas voltadas para pessoas jurídicas (PJs)

AVERSÃO AO RISCO

‘Índice do medo’ dispara mais de 48% em meio a movimento de aversão ao risco no mundo

Seguindo na mesma direção, o ouro também apresentou alta na tarde desta segunda-feira por conta do movimento de busca por proteção

ECONOMIA

Carnaval 2020 deve movimentar R$ 8 bilhões na economia, diz CNC

Segundo a CNC, “a recuperação gradual da atividade econômica, combinada à inflação baixa” tendem a refletir na recuperação moderada dos serviços turísticos

AVIAÇÃO

Empresa americana ExpressJet Airlines compra 36 aviões da Embraer

A companhia anunciou também que vai diminuir gradualmente a sua frota de aeronaves E175 para acelerar o crescimento e se tornar uma companhia mais eficiente

PESQUISA

Avaliação do governo Bolsonaro fica estável em fevereiro, mostra pesquisa

A expectativa da população para o restante do mandato de Bolsonaro também não variou. Para 40%, a perspectiva é ótima ou boa e para outros 33% é ruim ou péssima

ECONOMIA

Bolsonaro diz que PIX do BC trará mais agilidade e menos custos ao cidadão

O PIX será disponibilizado pelas instituições financeiras a partir de 16 de novembro

Uns crescem, outros recuam

Desigual, recuperação do mercado imobiliário se concentra no Sudeste

Construtoras mantiveram a política de fechamento de postos de trabalho em 14 Estados em 2019

Incentivo à economia

China vai flexibilizar política monetária em resposta a coronavírus

Objetivo é auxiliar a economia do país a se fortalecer em meio aos impactos econômicos do surto da doença

Entrevista

Diretor do FGC: “sempre é melhor prevenir do que improvisar”

Daniel Lima defende as mudanças previstas no texto de Resolução Bancária enviado pelo governo

Seu Dinheiro na sua manhã

No radar: Coronavírus, Ambev, Via Varejo e tensão nos mercados

É Carnaval, mas o clima não é de festa nos mercados globais. O coronavírus faz a aversão ao risco disparar lá fora — a promessa é de uma sessão bem negativa no exterior. Por aqui, o noticiário corporativo aparece em destaque nesta semana. No front dos balanços, a Ambev divulga na quinta-feira (27) seus números […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements