Menu
2020-08-04T16:53:37-03:00
Ricardo Gozzi
Mercados hoje

Ibovespa tem queda acentuada com bancos e pandemia; dólar cai seguindo exterior

Vale também pesa sobre a bolsa; dólar apaga alta em correção a movimento da véspera

4 de agosto de 2020
10:34 - atualizado às 16:53
Selo Mercados AGORA Ibovespa dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O Ibovespa opera em queda desde o início da sessão desta terça-feira puxado pelo recuo de mais de 6% das ações do Itaú, que afeta o setor financeiro como um todo, mas o movimento acentuou-se a partir do início da tarde em meio a temores relacionados com o avanço da covid-19 pela América do Sul.

A piora no principal índice brasileiro de ações coincidiu com comentários da diretora da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), Carissa Etienne. Segundo ela, há uma crescente tendência de avanço da pandemia no Brasil e na região andina.

Questões fiscais no Brasil e nos Estados Unidos também preocupam. Enquanto democratas e republicanos se debatem em relação a um pacote de ajuda à economia norte-americana, por aqui as discussões giram em torno da intenção do governo de criar um novo imposto para aumentar a arrecadação.

Seguindo na contramão da leve alta registrada em Wall Street pelo segundo dia seguido, o Ibovespa operava em queda de 1,7% na reta final da sessão de hoje, a 101.070 pontos.

O recuo na bolsa brasileira é puxado principalmente pela queda acentuada nos preços dos papéis do Itaú Unibanco. A instituição financeira reportou queda de mais de 40% no lucro do segundo trimestre. O resultado afeta as ações do setor financeiro como um todo.

As ações dos bancos também reagiram negativamente a relatos de que, durante uma reunião de líderes partidários ocorrida hoje, decidiu-se que um projeto de lei de autoria do senador Alvaro Dias (Podemos-PR) para limitar os juros do cheque especial e do cartão de crédito a 30% ao ano será votado na quinta-feira.

O leilão estendido das ações ON da Vale (VALE3) também pesava sobre o Ibovespa desde o início da sessão. Os papéis da mineradora até abriram em leve alta depois de um leilão que se estendeu por bem mais de uma hora, mas logo passaram a flutuar entre altas e baixas, perto da estabilidade.

"Isto não deve afetar apenas a Vale, mas outras companhias nas quais o BNDES mantém grandes participações, como a Petrobras e a JBS", advertia Pedro Galdi, analista da Mirae Asset, ainda antes da confirmação do leilão.

Além do leilão, pesa sobre a Vale a notícia de que a mineradora teria de pagar R$ 129,5 milhões ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para ressarcir os benefícios previdenciários pagos pelo órgão às vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho (MG).

Dólar e juro

O dólar, por sua vez, firmou-se em queda no fim da sessão. A moeda norte-americana perdia terreno em relação a outras divisas mundo a fora em meio ao impasse político em Washington e à valorização do ouro, que hoje registrou seu recorde histórico de fechamento nos mercados internacionais.

Por volta das 16h40, o dólar era cotado a R$ 5,30 (-0,2%).

Os contratos de juros futuros, por sua vez, fecharam em alta, especialmente nos vencimentos mais longos. Nos vencimentos mais curtos, o ímpeto foi contido pela expectativa em torno de um novo corte na taxa Selic ao término da reunião de política monetária do Banco Central do Brasil, amanhã.

Confira os principais vencimentos:

  • Janeiro/2021: de 1,893% para 1,915%;
  • Janeiro/2022: de 2,670% para 2,730%;
  • Janeiro/2023: de 3,650% para 3,760%;
  • Janeiro/2025: de 5,183% para 5,310%.
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

As ações das novas petroleiras valem a pena?

Nos recentes movimentos de rotação de carteiras nos mercados, temos nos deparado com a dicotomia Velha Economia (empresas de segmentos tradicionais) e Nova Economia (empresas ligadas à tecnologia e novas formas de consumo). Dentro do que se convencionou chamar de Velha Economia, temos visto o destaque das empresas de commodities, justamente o forte do Brasil. […]

Problemas no paraíso

Cesp, Engie, AES Brasil e mais: seca reduz brilho de ações do setor de geração hídrica

Com menos água, as empresas geram menos em hidrelétricas, mas não ficam livres de cumprir os contratos de fornecimento de energia

Jabuti do bem?

MP da Eletrobras: contratação de térmicas a gás pode diminuir conta de luz, diz estudo da Abegás

A medida vem sendo criticada pela maioria das elétricas, que alegam que ela vai na contramão da modernização e competitividade do setor

Viagem bilionária

Bilhete dourado: comprador misterioso gasta R$ 1,4 bilhão para ir ao espaço com Jeff Bezos

O turista espacial superou cerca de sete mil ofertas em um leilão beneficente realizado para definir o tripulante da espaçonave New Shepard

Fechamento dos mercados

Vacinação no Brasil volta a fazer preço, e Ibovespa sobe 0,59%, deixando para trás cautela com ‘Super Quarta’; dólar recua mais de 1%

Mercado deve operar em compasso de espera até a próxima quarta-feira, quando os BCs do Brasil e dos Estados Unidos divulgarão as suas decisões de política monetária

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies