Menu
2020-03-12T12:59:35-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Manhã de pânico

Bolsas americanas caem mais de 7% após circuit breaker em Wall Street

A suspensão das viagens entre EUA e Europa desencadeia uma forte onda de pessimismo global e faz as bolsas americanas mergulharem

12 de março de 2020
10:54 - atualizado às 12:59
Bear market: tendência de queda
Bear market: tendência de queda - Imagem: Shutterstock

O tom é de pânico nos mercados globais nesta quinta-feira (12): as bolsas dos Estados Unidos abriram em forte queda e, em pouco tempo, os principais índices acionários bateram os 7% de baixa, acionando o mecanismo de circuit breaker em Wall Street.

Por lá, o botão do pânico paralisou os negócios por 15 minutos. Mas, mesmo depois da reabertura do mercado, o pânico continua dando as cartas por lá: às 13h00, o Dow Jones tombava 8,50%, o S&P 500 tinha baixa de 7,89% e o Nasdaq caía 7,70%.

Investidores reagem com enorme pessimismo ao anúncio de que as viagens entre Estados Unidos e Europa serão suspensas por, no mínimo, 30 dias, de modo a tentar conter o avanço do surto de coronavírus.

Além disso, o mercado se ressente da ausência de medidas econômicas e de saúde pública mais firmes por parte das autoridades americanas — o anúncio de ontem, feito pelo presidente Donald Trump, acabou elevando a tensão dos investidores.

Na Europa, o tom também é amplamente negativo: na Alemanha, o DAX despenca 11,46%; no Reino Unido, o FTSE 100 cai 10,01%; na França, o CAC 40 tem perda de 11,99%.

Na Ásia, o dia também foi de perdas massivas, com os índices do Japão, Coreia do Sul, Taiwan, Hong Kong e China terminando no campo negativo.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Acelerou

Bolsonaro assina sanção da lei que prorroga incentivos para setor automotivo

A sanção do projeto, assinada por Bolsonaro, deve ser publicada até esta quinta-feira, 29, no Diário Oficial da União (DOU).

o pior já passou?

Petrobras tem prejuízo de R$ 1,5 bilhão no terceiro trimestre, melhor do que o esperado

Analistas esperavam prejuízo de R$ 4,15 bilhões; após baixa com a pandemia, estatal aumentou a participação de mercado e manteve um patamar alto de exportações

Balanço

Bradesco supera projeções e tem lucro de R$ 5 bilhões no terceiro trimestre

O resultado do segundo maior banco privado brasileiro ainda é 23,1% menor que o do mesmo período de 2019, mas representa um avanço de 29,9% no trimestre

de olho na retomada

Para secretário, inflação não preocupa, é problema concentrado e transitório

Adolfo Sachsida reafirmou que a regra do teto de gastos será respeitada pelo governo

manutenção

Banco Central mantém Selic em 2% ao ano e continua a indicar juros parados no futuro

Apesar de deterioração do ambiente de reformas e alta da inflação no curto prazo, BC ainda não avalia necessidade de alta de juros. Um novo corte, no entanto, é difícil. Enquanto isso, mensagem sobre risco fiscal ganha força, segundo economista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies