Menu
2019-04-05T14:47:44-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Abaixo do esperado

Weg tem lucro líquido de R$ 1,338 bilhão no 4º trimestre

Receita líquida da companhia atingiu R$ 3,124 bilhões no último trimestre do ano, 16,9% maior

21 de fevereiro de 2019
8:50 - atualizado às 14:47
Fábrica da Weg em Santa Catarina
Fábrica da Weg em Santa Catarina. - Imagem: Jonne Roriz/Estadão Conteúdo

A Weg registrou no quarto trimestre do ano passado lucro líquido de R$ 335,280 milhões, 11,7% acima do mesmo período de 2017.

O valor veio um pouco abaixo da estimativa do mercado de R$ 378,800 milhões, segundo a Bloomberg.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em R$ 489,806 milhões, 30,2% superior na mesma comparação. A margem Ebitda cresceu para 15,7%, de 14,1% no quarto trimestre de 2017.

A receita líquida atingiu R$ 3,124 bilhões no último trimestre do ano, 16,9% maior.

O resultado financeiro líquido no período ficou negativo em R$ 39,4 milhões, ante R$ 6,6 também negativos no quarto trimestre de 2017.

O Custo dos Produtos Vendidos (CPV) da Weg somou R$ 2,207 bilhões no quarto trimestre de 2018, 12,2% superior ao registrado em igual período de 2017 e 3,6% menor do que nos três meses imediatamente anteriores. Em 2018, o CPV atingiu R$ 8,501 bilhões, um avanço de 25,7% em relação a 2017.

A Weg apontou maior pressão de custo do cobre e do aço em 2018, influenciados tanto pelo preço das commodities globalmente quanto pela variação do câmbio, que, segundo a empresa, impactou de forma negativa a estrutura de custos no Brasil e das operações no exterior.

A margem bruta, por sua vez, subiu para 29,4% no quarto trimestre de 2018, 3,0 pontos porcentuais acima do último trimestre de 2017 e 0,1 ponto porcentual maior do que no trimestre anterior. Em 2018, a margem bruta foi mantida estável (29%) em relação ao ano anterior.

O mercado externo representou 60% da receita líquida da Weg no quarto trimestre de 2018, com R$ 1,864 bilhão. Em igual intervalo de 2017, a fatia era de 54% e, no trimestre imediatamente anterior, de 58%. Segundo a empresa, é preciso considerar que os preços de venda praticados nos diferentes mercados são estabelecidos de acordo com a moeda local e as condições competitivas regionais.

No quarto trimestre do ano passado, as receitas no mercado externo em reais aumentaram 29,4% em relação a igual período de 2017. Na comparação com os três meses imediatamente anteriores, houve crescimento de 0,2%. A empresa ainda ressalta que, eliminados os efeitos da aquisição da TGM, o crescimento seria de 27,9% sobre o quarto trimestre de 2017.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Nova operação

Lava Jato mira ex-funcionário da Petrobras pela 2ª vez por US$ 2,2 mi em propinas

Agentes cumprem dois mandados de busca e apreensão em Angra dos Reis e Araruama, no Rio de Janeiro

diversificação

BR Distribuidora entra para o mercado de comercialização de eletricidade

Empresa adquire participação na comercializadora Targus Energia por R$ 62,1 milhões, de olho na atração de novos clientes

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

9 notícias para começar o dia bem informado

Os investidores estão no meio de um cenário nebuloso. Neste momento, não dá para enxergar com clareza o que vem pela frente. Há chances grandes de esbarramos nas seguintes situações: A segunda onda de covid-19 chega ao Brasil e o isolamento social fica mais forte. Shoppings e restaurantes voltam a ser fechados nas grandes cidades. A pandemia […]

esquenta dos mercados

Com bolsas americanas fechadas, embate entre Guedes e Campos Neto ganha os holofotes

O ministro da Economia rebateu as críticas do presidente do Banco Central, que disse que o governo precisa de um plano mais concreto para passar credibilidade e maior confiança com o cenário fiscal,

NOVAS METAS

Petrobras planeja investir US$ 55 bilhões até o final de 2025

Plano estratégico prevê que maior parte dos recursos serão destinados ao pré-sal e redução da dívida bruta a US$ 60 bilhões até 2022

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies