Menu
2019-10-14T14:09:28-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
motivos pessoais

Moro pede afastamento do cargo de ministro por uma semana

Ministério da Justiça e Segurança Pública disse que o afastamento de Moro se trata de uma licença não remunerada prevista em lei

8 de julho de 2019
11:34 - atualizado às 14:09
O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro
O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, ficará afastado do cargo na próxima semana, entre 15 a 19 de julho. O despacho presidencial que autoriza a licença de Moro está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, dia 8, sem mais informações sobre os motivos da decisão.

Por meio de assessoria, o Ministério da Justiça e Segurança Pública disse que o afastamento de Moro se trata de uma licença não remunerada prevista em lei. "Por ter começado a trabalhar em janeiro, o ministro não tem ainda direito a gozar férias. Então está tirando uma licença não remunerada, com base na Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990".

Segundo um auxiliar da pasta, a licença já estava sendo planejada desde que o ministro assumiu, e não tem a ver com o cenário atual de pressão sobre Moro relacionada a uma suposta troca de mensagens com procuradores.

No início de junho, o  o site The Intercept publicou uma série de reportagens que atinge diretamente o ministro da Justiça e a Operação Lava Jato.

A publicação diz teve acesso a conversas privadas, gravações em áudio, vídeos e outros documentos, indicando que Moro — então juiz federal — e o procurador Deltan Dallagnol atuaram de maneira coordenada nas investigações.

A publicação dos supostos diálogos segue agora também em parceria com outros veículos, como Folha de S. Paulo e a revista Veja. O ministro nega a autenticidade do material.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

capítulo final

Acionistas da Klabin aprovam acordo para encerrar pagamentos para uso da marca

Dona da marca que dá nome à empresa, Sogemar será incorporada, em acordo que envolve repasse de ações

NÚMEROS DA PANDEMIA

Covid-19: Brasil tem 171 mil mortes e 6,2 milhões de casos acumulados

Nas últimas 24 horas foram apurados 37.614 diagnósticos positivos para a doença e 691 óbitos, diz Ministério da Saúde

setor em crescimento

Magalu, Via Varejo ou B2W: quem ganha na disputa pelas vendas na Black Friday?

As três gigantes do comércio eletrônico devem crescer forte na Black Friday da quarentena, depois de um ano marcado pelo avanço do online

Sextou com o Ruy

Por que o mercado só fala em rotação das carteiras (e o que você deveria fazer)

A resposta me parece ser ter uma carteira balanceada, com boas companhias que conseguirão sobreviver a novos lockdowns caso eles aconteçam, e também com empresas ligadas à tecnologia

atenção, acionista

Itaú Unibanco anuncia pagamento de juros sobre capital próprio

Segundo a empresa, os valores serão pagos com base na posição acionária do dia 10 de dezembro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies