Menu
2019-03-30T17:46:12-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Desdobramento

Dona da Riachuelo quer ampliar acesso do pequeno investidor às ações

Cada acionista receberá oito ações para cada uma que possui da Guararapes, dona da Riachuelo. Mas o valor de cada papel cairá na mesma proporção, o que deve contribuir para aumentar as negociações na bolsa

30 de março de 2019
17:46
riachuelo
Fachada de loja da Riachuelo no shopping Frei Caneca, em São Paulo - Imagem: Tiago Queiroz/Estadão Conteúdo

A Guararapes Confecções, dona da rede de lojas Riachuelo, quer facilitar o acesso dos pequenos investidores às suas ações (GUAR3). A empresa fará um desdobramento dos papéis de 1 para 8.

Para entender como funciona o desdobramento, pense em um bolo que passou a ser dividido em um número maior de pedaços. Após a operação, cada acionista da Riachuelo receberá oito ações para cada uma que possui. Mas o valor de cada papel cairá na mesma proporção.

Com a redução do valor, a tendência é que haja um aumento na liquidez das ações da dona da Riachuelo na bolsa. Além da varejista, a Guararapes controla a financeira Midway e fábricas em Natal e em Fortaleza.

Os papéis da Guararapes encerraram a sexta-feira cotados a R$ 144,00. Como a negociação na B3 ocorre em lotes de 100 ações, um investidor precisa de pelo menos R$ 14.400 para virar sócio da Riachuelo.

Após o desdobramento, a cotação da ação deve cair para R$ 18, o que diminui o lote-padrão de negociação para R$ 1.800. Com mais papéis em circulação, a tendência é que o número de negócios na bolsa aumente.

Só ordinárias

O desdobramento é mais um passo da dona da Riachuelo rumo à conquista de uma maior governança corporativa. No ano passado, a empresa decidiu converter todas as suas ações em ordinárias (com direito a voto), igualando os direitos de todos os acionistas.

A operação de desdobramento ainda depende da aprovação da assembleia de acionistas, marcada para o dia 30 de abril.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Reserva de emergência

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, vende ações da Amazon e põe US$ 5 bi na conta

O bilionário Jeff Bezos vendeu cerca de 1,5 milhão de ações da Amazon nos últimos dias e pode vender outros 500 mil papéis em breve

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies