Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-25T14:28:15-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Impostos e contribuições federais

Arrecadação de impostos em outubro soma R$ 135,202 bilhões

Resultado veio dentro do intervalo de expectativas de 20 instituições ouvidas pelo Broadcast Projeções, que ia de R$ 115,300 bilhões a R$ 141,500 bilhões, mas abaixo da mediana de R$ 138,835 bilhões

25 de novembro de 2019
11:44 - atualizado às 14:28
Arrecadação
Imagem: Shutterstock

A arrecadação de impostos e contribuições federais somou R$ 135,202 bilhões em outubro, com leve queda em relação ao mesmo mês de 2018 (-0,02%, já descontada a inflação), segundo a Receita Federal. Em relação a setembro deste ano, houve aumento real de 18,55%.

Na semana passada, o secretário especial da Receita Federal, José Tostes Neto, antecipou que o resultado da arrecadação ficaria em cerca de R$ 135 bilhões.

O resultado veio dentro do intervalo de expectativas de 20 instituições ouvidas pelo Broadcast Projeções, que ia de R$ 115,300 bilhões a R$ 141,500 bilhões, mas abaixo da mediana de R$ 138,835 bilhões.

Entre janeiro e outubro deste ano, a arrecadação federal somou R$ 1,264 trilhão, o melhor desempenho para o período desde 2014. O montante ainda representa avanço de 1,92% na comparação com igual período do ano passado. Na semana passada, o secretário havia dito que o valor alcançaria R$ 1,140 trilhão no ano.

A arrecadação de royalties de petróleo puxou para baixo a arrecadação em outubro. As receitas administradas por outros órgãos (compostas principalmente pelos royalties) caiu 15,44% no mês passado. O pagamento de royalties varia de acordo com o preço do petróleo, do dólar e do volume de produção.

Desonerações

As desonerações concedidas pelo governo resultaram em uma renúncia fiscal de R$ 78,475 bilhões entre janeiro e outubro deste ano, valor maior do que em igual período do ano passado, quando ficou em R$ 72,072 bilhões. Apenas no mês de outubro, as desonerações totalizaram R$ 7,765 bilhões, também acima do registrado em outubro do ano passado (R$ 7,379 bilhões).

Só a desoneração da folha de pagamentos custou aos cofres federais R$ 603 milhões em outubro e R$ 6,969 bilhões no acumulado do ano.

Imposto de renda

No mês de outubro, a arrecadação do Imposto de Renda Pessoa Física aumentou 21%. Contribuiu para isso o aumento no recolhimento de tributos sobre ganhos em bolsa, que subiu 570% em relação ao mesmo mês do ano passado, somando R$ 318 milhões.

No ano, a arrecadação de tributos sobre o lucro das empresas (IRPJ e CSLL) subiu 12,63%, puxando o resultado do ano, que sobe 1,92%.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

IPO adiado

Bluefit: nem desconto de 20% garante estreia da rede de academias na bolsa

Inicialmente estimado em R$ 600 milhões, IPO da rede de academias de baixo custo agora deverá ter o valor reduzido e envolver apenas investidores institucionais, como fundos e fundações

Tensão EUA-China

Executiva da Huawei detida no Canadá em 2018 volta à China após acordo com os EUA

Confinada à cidade de Vancouver há quase três anos, onde havia sido presa sob acusação de fraude, CFO da Huawei, Meng Wangzhou, protagonizou incidente diplomático entre Canadá, EUA e China

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: O destino da Evergrande, uma análise da Vale e seis ações indicadas por analistas

A semana que termina nos mercados foi marcada pela incerteza quanto ao futuro da incorporadora chinesa Evergrande e seus desdobramentos sobre a economia global. A crise na empresa, que tem um passivo oscilando à beira da insolvência, é consequência do aperto monetário e regulatório sobre o setor promovido pelo governo chinês desde o final do […]

Estimativas

Carrefour (CRFB3) divulga projeção para Atacadão e estima R$ 100 bi em vendas em 2024

A projeção de vendas brutas da rede no exercício social que se encerrará em 31 de dezembro de 2021 é de R$ 60 bilhões

PODCAST MESA PRA QUATRO

Da Conga até o Tik Tok: Gretchen conta de sua carreira artística e como administra seu dinheiro

Aos 60 anos, Gretchen relata sobre sua independência financeira e histórias de família e de carreira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies