Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-06-21T19:03:46-03:00
Estadão Conteúdo
Olhando pro futuro

Grandes leilões estão sendo preparados e acontecerão no 2º semestre, diz Guedes

Ministro diz esperar reduzir o endividamento público com privatizações, algo que para ele é o segundo maior gasto do Estado

22 de maio de 2019
14:26 - atualizado às 19:03
O ministro da Economia, Paulo Guedes privatizações
Imagem: José Cruz/Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quarta-feira, 22, que, apesar de algumas privatizações e concessões já terem sido realizadas neste ano, os grandes leilões estão sendo preparados e acontecerão no segundo semestre.

"Com as privatizações, vamos reduzir o endividamento, que é o segundo maior gasto do Estado, após a Previdência", afirmou, durante palestra de mais de uma hora de duração no Seminário Previdência, organizado pelo jornal Correio Braziliense.

Segundo ele, o terceiro maior gasto do governo federal é a despesa com pessoal.

Durante a palestra, ele chegou a chamar parte do funcionalismo de "superburocratas", mas lembrou que 40% dos servidores se aposentarão nos próximos cincos anos. "Vamos travar os concursos. Vamos ter uma classe burocrática com mais qualidade e menos gente", completou.

Guedes defendeu mais uma vez a criação de um novo "pacto federativo" com maior repartição de recursos com Estados e municípios. Ele ainda prometeu que 70% da arrecadação com a exploração do pré-sal irão para os entes federativos.

"Não queremos uma porção de ministros com dinheiro no bolso trocando por votos. Não adianta recursos ficarem em Brasília, não são os ministros que vão consertar o País. O governador é que sabe se quer fazer estrada, escola ou saneamento", afirmou o ministro.

Guedes ainda criticou os Tribunais de Contas Estaduais (TCEs) que, segundo ele, explosão financeira dos Estados. "Os TCEs terão que trabalhar nos padrões do Tribunal de Contas da União (TCU)", completou.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Crise dos chips

Sem carro zero no mercado, preço de usados sobe até 20% e vendas disparam – carro usado chega a custar mais que um novo

Mercado enfrenta escassez de semicondutores, demanda alta por veículos e prazos longos para a entrega

sem escassez

Fábrica da Tesla em Xangai deve terminar setembro com 300 mil carros produzidos em 2021

Marca será atingida mesmo em meio a uma escassez global de semicondutores, disseram duas fontes da montadora à Reuters

Fim da pandemia

CEO da Pfizer prevê que voltaremos à vida normal dentro de um ano, mesmo com novas variantes do coronavírus

Albert Bourla acredita que vacinação contra a covid-19 se tornarão anuais, para cobrir novas variantes, e que vacinas durarão um ano

ainda não acabou

Controladores da Alliar (AALR3) contratam XP para vender o negócio, diz jornal

Empresa de diagnósticos foi alvo, recentemente, de disputa pelo controle pela Rede D’Or e fundos ligados ao empresário Nelson Tanure

Mais recursos

Democratas aprovam pacote de US$ 3,5 tri no Comitê de Orçamento da Câmara dos EUA

Recursos serão destinados à rede de segurança social e programas relacionados a mudanças climáticas. Obtenção de quase unanimidade para aprovação no Congresso é desafio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies