Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2019-06-28T09:36:14-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

O ponto dentro da curva

Veja os destaques do Seu Dinheiro nesta manhã

28 de junho de 2019
9:36
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Muito se fala sobre “ponto fora da curva” para tratar de situações excepcionais. Mais importante do que quebrar a cabeça para prever o imprevisível é acertar o “ponto dentro da curva”. Isso sim pode fazer alguém ganhar muito dinheiro. De que curva estou falando? Dos ciclos econômicos.

Sigo hoje na discussão iniciada ontem sobre as expectativas para a economia brasileira. Tudo tem a ver com onde estamos atualmente. Estamos na “perna” direita de um “U”, seguindo para acima? Ou estamos descendo uma montanha novamente, após uma breve e tímida recuperação da economia? Entendeu a diferença?

Infelizmente não há consenso nem mesmo entre os fãs de Howard Marks, um dos grandes gênios do mercado e famoso por fazer uma boa leitura de ciclos econômicos. Ontem o Seu Dinheiro publicou a visão do economista James Gulbrandsen, da NCH Capital, que está vendo uma recessão a caminho do país.

Na reportagem de hoje, o Eduardo Campos te mostra uma visão otimista para o Brasil. O economista Victor Candido, da Journey Capital, enxerga uma década de crescimento pela frente. Para ele, a bolsa é a melhor oportunidade de investimento neste cenário. Ele alerta, no entanto, que o caminho está sujeito a surpresas desagradáveis (alô, Brasília!), que vão testar os nervos do investidor.

Eu recomendo fortemente que você leia as duas reportagens e avalie qual visão lhe parece mais assertiva. Se estiver com Candido, a bolsa é uma boa pedida. Se estiver com James, é melhor reforçar sua carteira com ativos de proteção, como dólar e renda fixa. Boa leitura!

Tolerância 3,5%...

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aumentou o rigor com a inflação brasileira. A meta fixada para 2022 é de 3,5%. O movimento dá continuidade à revisão iniciada há dois anos, após a meta ficar uma década em 4,5% (vale lembrar que, em 2019, o patamar é de 4,25%). É importante que você saiba disso, afinal, a definição da taxa básica de juros é um dos principais instrumentos usados pelo Banco Central para conduzir a inflação para a meta. O Edu acompanhou o anúncio lá em Brasília e traz todos os detalhes nesta matéria.

Novidade (para mais gente) na prateleira

A partir de outubro, mais investidores poderão aplicar nas Letras Financeiras - títulos de renda fixa conhecidos como “debêntures dos bancos”. O Banco Central anunciou uma série de medidas para aumentar o volume de negociação e baixou o valor mínimo de distribuição de R$ 150 mil para R$ 50 mil, tornando os títulos mais acessíveis. Saiba mais.

Lenha na fogueira

Os lojistas estão liberados para negociar com qualquer banco a antecipação de vendas feitas na maquininha de cartão de crédito. Hoje todos os recebíveis de uma loja ficam à disposição da instituição financeira na qual o lojista obteve crédito. Com a nova resolução ele não ficará preso a um banco. Com a iniciativa, o Banco Central coloca mais lenha na fogueira no segmento de maquininhas, que já vive momentos de grande competição. O BC quer estimular a concorrência ainda mais e forçar as empresas a oferecerem menores taxas aos clientes. Entenda

Um novo ‘feirão’ da Caixa

Após colocar à venda os papéis da resseguradora IRB, a Caixa Econômica Federal se desfez das ações que detinha da Petrobras, levantando R$ 7,3 bilhões. Uma bolada. Mas o banco público quer vender mais. Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, há “outras 15 operações” para fazer.

Uma a mais

Mais uma companhia será listada na B3. A Neoenergia fechou sua oferta pública inicial de ações, com uma emissão de até R$ 3,744 bilhões. É apenas o segundo IPO na bolsa brasileira este ano, mas não se pode dizer que o mercado está um marasmo. Apenas nesta semana ocorreram também as emissões de papéis da empresa de tecnologia Linx e da Petrobras. Um detalhe curioso: as três operações tiveram na ponta vendedora empresas estatais. O Vinícius Pinheiro traz mais informações aqui.

Em busca de atração

Capa do vídeo sobre o Novo Mercado

Se você é investidor de ações, saiba que existe um fator além dos números que pesa no preço do papel. É o seu nível de governança corporativa, ou seja, regras de transparência e conduta aplicadas à empresa e a seus executivos. O mercado paga mais por ações de companhias que adotam um rigor maior. E como saber quais são elas? A B3 definiu cinco níveis diferentes de governança corporativa. Neste vídeo , a Julia Wiltgen explica como funciona cada um deles e conta o que uma empresa precisa fazer para integrar o nível mais alto: o Novo Mercado.

A Bula do Mercado: duelo de gigantes no G20

À espera do encontro entre Donald Trump e Xi Jinping, que acontece amanhã à tarde, os negócios globais devem optar pela cautela e só repercutir o resultado da reunião na próxima segunda-feira. O sentimento em torno do G20 alterna entre altos e baixos, ora com um otimismo cauteloso sobre um acordo, ora um pessimismo moderado, com a lembrança que a guerra tarifária vai muito além do comércio.

Os investidores também acompanham com atenção a queda de braço em Brasília. O mercado recebeu mal a notícia de que a leitura do novo relatório da Previdência ficou para a semana que vem. Mas os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, além do ministro da Economia, Paulo Guedes, trabalharam em conjunto para manter as expectativas elevadas. A meta é que a votação da pauta antes do recesso parlamentar, marcado para 18 de julho.

Ontem, o Ibovespa fechou o dia com leve alta de 0,04%, aos 100.723,97 pontos. O dólar encerrou a sessão em queda de 0,35%, a R$3,8335. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Agenda

Índices 
- FGV: Sondagem de Serviços de junho
- IBGE: taxa de desemprego do trimestre encerrado em maio (PNAD Contínua)
- Fiesp: Indicador de Nível de Atividade (INA) de maio
- EUA: renda pessoal de maio; gastos com consumo de abril; índice de preços dos gastos com consumo de abril; núcleo do índice de preços do PCE de abril; índice de atividade industrial de Chicago; índice de sentimento do consumidor de junho

Bancos Centrais
- BC: resultado do setor público consolidado
- BC faz leilão de até R$ 3 bilhões em operações compromissadas de três meses. Resultado a partir das 12h30

Política
- Aneel: definição de bandeira tarifária
- Presidente Jair Bolsonaro cumpre agenda em Osaka, no Japão, onde participa dos eventos do G20
- União Europeia realiza reunião sobre o acordo nuclear internacional com autoridades do Irã, da China, França, Alemanha, Rússia e Reino Unido, em Viena
- Primeiro dia de reuniões da 14ª reunião de cúpula do G20

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

atenção, acionista

Itaú Unibanco anuncia pagamento de juros sobre capital próprio

Segundo a empresa, os valores serão pagos com base na posição acionária do dia 10 de dezembro

seu dinheiro na sua noite

Um zero a zero para se comemorar

O gol é um detalhe. A frase atribuída a Carlos Alberto Parreira representa um marco do estilo considerado retranqueiro do ex-técnico da seleção brasileira. Ainda que Parreira negue a afirmação, o fato é que o Brasil sagrou-se campeão da Copa de 1994 sob o comando do técnico depois de um empate por zero a zero […]

separação em curso

Conselho de administração do Itaú aprova criação da Newco, dona de parte da XP

Cisão ainda precisa ser aprovada pelos acionistas, e caso isso aconteça, eles vão passar a deter participação também na Newco

fechamento dos mercados

Ibovespa perde ímpeto sem NY, mas consegue fechar em leve alta aos 110 mil pontos

Índice acionário estendeu sequência de altas em sessão de marasmo por liquidez reduzida. Embate entre Guedes e Campos Neto realça questão fiscal, mas juros recuam com leilão do Tesouro

eleição em são paulo

Empresários e investidores entregam manifesto a favor da candidatura de Boulos

Candidato é tratado como empreendedor social e, em conversas reservadas, o MTST é comparado a uma startup de sucesso

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies