Menu
2019-04-05T15:39:46-03:00
Marina Gazzoni
Marina Gazzoni
CEO do Seu Dinheiro. É CFP® (Certified Financial Planner). Tem graduação em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e MBA em Informação Econômico-Financeira e Mercado de Capitais no Instituto Educacional BM&FBovespa. Foi Diretora de Conteúdo e editora-chefe do Seu Dinheiro, editora de Economia do G1 e repórter de O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e do portal IG.
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Golden shower ou banho de água fria?

7 de março de 2019
10:20 - atualizado às 15:39
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Feliz 2019! Muitos dizem que o ano só começa depois do carnaval no Brasil. Eu tirei uns dias de folga e confesso que gastei parte do meu tempo livre acompanhando as fofocas dos famosos. O maior babado foi o beijo de Anitta e Neymar, que irritou os ex de ambos e movimentou as redes sociais. Quem também abalou a internet neste carnaval foi o presidente Jair Bolsonaro, que postou um vídeo de foliões pra lá de soltinhos em cima de um ponto de ônibus.

Bem, todo carnaval tem seu fim. Hora de deixar de lado o “golden shower” e tomar um banho de água fria. Hoje começa o prazo para declarar o Imposto de Renda, uma das coisas mais chatas que você precisa fazer todo ano.

A minha sugestão é que você encare o Leão de uma vez e mande logo a sua declaração para a Receita Federal. Quem envia a declaração primeiro recebe antes a restituição. E, neste ano, quem deixar para depois pode até sair no prejuízo. A Julia Wiltgen te explica nesta reportagem as vantagens de declarar o IR no início da temporada.

Já morreu?

Mesmo depois de dois dias após a polêmica do vídeo publicado por Jair Bolsonaro, a dúvida do mercado agora está no impacto que tal publicação terá na articulação política do governo. Para o vice-presidente, Hamilton Mourão, a polêmica não vai impactar em nada. “Isso morre amanhã. Está morto amanhã. Tudo passa”, destacou ao ser questionado por jornalistas. Vamos aguardar para ver…

E você, vai de app?

Os aplicativos estão a caminho da bolsa de valores. Quem vai dar a largada nas aberturas de capital (IPOs) das empresas criadas na era do smartphone é a Lyft, rival da Uber nos Estados Unidos. A expectativa é que a empresa de transporte por aplicativos abra o seu capital até abril deste ano. Fique atento a esse movimento, porque o apetite dos investidores pelas ações da companhia pode servir de termômetro para startups brasileiras que pretendem seguir a toada, como o Nubank e o Agibank.

Uma andorinha só pode sim fazer verão...

Em uma reviravolta, a produtora de papéis Klabin publicou ontem um fato relevante em que cancela a assembleia de acionistas prevista para a semana que vem para votar incorporação da Sociedade Geral de Marcas (Sogemar). A Klabin queria incorporar a Sogemar para deixar de pagar royalties à empresa, que é dona de marcas usadas pela companhia, entre elas, o próprio nome Klabin. Um investidor reclamou e apontou alguns trâmites que não foram cumpridos. Foi o suficiente para a empresa recuar. Saiba mais

Vende-se

O burburinho sobre a venda de ativos dos bancos públicos continua a crescer. De acordo com o jornal "Valor Econômico", a BB Seguros vai vender sua participação no IRB por meio de uma oferta subsequente de ações (follow-on). Hoje, a BB Seguros possui 15,2% da estrutura acionária do ressegurador IRB. Saiba mais

Está tudo bem aí na Europa?

O órgão de estatísticas da União Europeia (Eurostat) divulgou hoje os dados referentes ao Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro no quarto trimestre de 2018. O crescimento foi de 0,2%, dentro das expectativas. Confira  aqui os principais números do anúncio.

A Bula do Mercado: ruídos políticos

A volta do mercado depois da pausa prolongada do carnaval não foi das mais animadoras. Os investidores estão menos otimistas e mais cautelosos. O dólar voltou ontem para a casa de R$ 3,80, em um sinal claro de alerta.

No Brasil, o mercado está apreensivo sobre a repercussão do vídeo que Bolsonaro postou no Twitter. Não pegou bem, mas ainda é incerto se ele vai impactar a articulação política - e consequentemente a votação das reformas.

Lá fora, a ausência de detalhes em relação às tratativas sino-americanas elevam a incerteza sobre um acordo comercial e os temores em relação à desaceleração econômica global.

Na zona do euro é dia de conhecer os novos dados do Banco Central Europeu. Mais do que nos números, o mercado vai prestar atenção no discurso de Mario Draghi, que pode sinalizar novos estímulos à economia europeia.

Ontem, na volta do carnaval, a Ibovespa fechou com baixa de 0,41%, aos 94.216 pontos. O dólar encerrou o dia com uma alta de 1,40%, na maior cotação do ano, de R$ 3,83. Consulte a Bula do Mercado para saber como devem se comportar bolsa e dólar hoje!

Um grande abraço e ótima quinta-feira!

Agenda

Índices
- Banco Central divulga fluxo cambial semanal
- Markit divulga PMI de fevereiro do Brasil
- Zona do euro e Japão divulgam PIB de 2018
- Estados Unidos divulgam dados semanais de emprego

Bancos Centrais
- BCE anuncia decisão de política monetária, com entrevista de Mario Draghi após a divulgação

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

depois do fundo do poço

Na bolsa, Gol, Azul e CVC recuperam parte das perdas com pandemia

Avanço das vacinas empolgou o mercado todo, mas não basta para explicar o desempenho dos papéis ligadas ao setor de aviação

após atrasos

Petrobras vai concluir venda de oito refinarias em 2021, diz CEO

De acordo com o diretor de Comercialização e Logística, estatal poderá aumentar as exportações de petróleo bruto, mas a tendência é de que os novos donos das unidades adquiram a commodity no mercado interno

volta ao normal?

Aneel aprova retomada do sistema de bandeiras tarifárias a partir desta terça

Mecanismo havia sido suspenso em maio devido à pandemia do novo coronavírus, e a agência havia acionado a bandeira verde, sem cobrança de taxa extra, até o fim deste ano

seu dinheiro na sua noite

O doce novembro da bolsa

O que você considera uma boa rentabilidade mensal para os seus investimentos? Um retorno equivalente a oito vezes o que a renda fixa paga em um ano inteiro está de bom tamanho? Pois foi esse o ganho de quem investiu em novembro na bolsa — imaginando aqui a compra do BOVV11, um dos fundos que […]

Balanço do mês

Após disparada, bolsa é um dos melhores investimentos de novembro; dólar foi o pior

Bitcoin lidera o ranking, seguido do Ibovespa, que subiu mais de 15%; piores desempenhos ficaram por conta do dólar e do ouro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies