Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-05T14:47:31-03:00
Tudo que vai mexer no seu dinheiro hoje

Ê, trem bão…

19 de fevereiro de 2019
11:10 - atualizado às 14:47
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Se você já abriu um negócio, trabalhou em uma startup, estudou para concurso ou se dispôs a economizar e poupar para atingir um objetivo de longo prazo, como fazer uma pós-graduação ou mandar seu filho pra faculdade, sabe que, nessas empreitadas, a recompensa só chega depois de muito esforço. Em geral, por anos.

O investimento de tempo e dinheiro é grande, você deixa de fazer um monte de coisa que você gosta e não adianta tomar atalhos, se não “dá ruim”. Eu já fiz algumas dessas coisas e, posso dizer, às vezes deu certo, às vezes não. Mas, mesmo quando deu errado, eu aprendi algumas lições valiosas que, ao fim e ao cabo, me ajudaram no meu caminho.

No mundo dos negócios de longo prazo e que demandam muito capital não é diferente, e tem uma empresa que sabe bem disso. Pelo preço da ação dela em janeiro de 2016 dava pra comprar um chiclete Trident: R$ 1,50. Hoje, com a cotação em R$ 19,77, ela se valorizou nada menos que 1.218%, que tal?

Calma, eu não vou ficar fazendo mistério. Estou falando da empresa de logística Rumo (RAIL3), uma das queridinhas do nosso colunista Alexandre Mastrocinque, o Grande.

Na sua coluna de hoje, o Alê fala um pouco sobre a trajetória da Rumo nos últimos anos, seu envolvimento pessoal com a companhia e sobre por que ele acredita que ainda há espaço para valorização. Basicamente, uma ação para quem quer apostar que o Brasil vai dar, ao menos, um pouco certo.

Devolve o dinheiro aí

O Ministério Público Federal estima em R$ 2 bilhões o dano que a gigante alimentícia JBS pode ter causado ao BNDES. O MPF trabalha na denúncia criminal contra alvos da operação Bullish, que mirou supostas irregularidades em aportes do banco público na companhia dos irmãos Batista. O grupo J&F, holding da JBS, assinou um acordo de leniência com a Procuradoria da República em Brasília em que se comprometeu a pagar R$ 1,7 bilhão, mas negou ter corrompido funcionários e sido beneficiado em decisões. Leia mais.

Nova rota

Programa de fidelidade da Gol, a Smiles começou a operar na Argentina ontem e já aposta alto por lá. A princípio, a companhia projeta investimentos superiores a R$ 50 milhões nos primeiros três anos. A base de clientes da Smiles já conta com 300 mil hermanos. Saiba aqui o que levou o presidente da companhia na Argentina, André Fehlauer, a apostar no mercado vizinho.

Na mira da PF

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira, a Operação Ad Infinitum, 60ª fase da Lava Jato. Ao todo, 46 policiais cumprem 12 mandados de busca e apreensão e uma ordem de prisão preventiva em São Paulo, São José do Rio Preto, Guarujá e Ubatuba. O alvo da vez é o ex-operador financeiro da Odebrecht e do PSDB, Paulo Vieira de Souza. No Seu Dinheiro, a gente te mantém atualizado sobre a operação.

A bula do mercado: cena política continua no radar

Gustavo Bebianno foi finalmente exonerado da Secretaria Geral da Presidência ontem, no fim do dia. Mas os impactos dessa crise no governo ainda devem ser medidos. O mercado financeiro já sinalizou que não gostou muito do imbróglio, que poderia prejudicar a articulação política do governo com o Congresso e, consequentemente, a aprovação da reforma da Previdência.

Nos bastidores, a percepção é de que o processo foi conduzido de forma errada pelo presidente Bolsonaro. E a decisão final, de exonerar Bebianno, enfraquece ainda mais a já quase inexistente coordenação com o Legislativo. Ainda assim, os ativos brasileiros seguem otimistas em relação à aprovação das reformas.

Lá fora, os investidores continuam atentos aos desfechos da conversa entre China e EUA, que pode trazer alguma novidade hoje. Os líderes das duas potências continuam afirmando que há progresso nas negociações, mas não há sinais de atenuação do conflito (por enquanto). Já na Europa, a tensão comercial também volta à cena, com a União Europeia (UE) prometendo retaliar imediatamente se os EUA elevarem as tarifas sobre veículos importados.

Ontem, o Ibovespa fechou em queda de 1,04%, aos 96.509 pontos. O dólar, por outro lado, encerrou a segunda-feira em alta de 0,78%, aos R$ 3,73.

Consulte a Bula do Mercado para saber como devem se comportar a bolsa e o dólar hoje!

Um grande abraço e ótima terça-feira!

Agenda

Índices
- Receita Federal divulga arrecadação de impostos em janeiroBanco Central
- CAE do Senado lê relatório sobre a indicação de Roberto Campos Neto para a presidência do BC

Balanços 4º trimestre de 2018
- No Brasil: BTG Pactual e Tim
- Lá fora: HSBC, Walmart
- Teleconferência: Itaúsa

Política
- Bolsonaro realiza reunião ministerial em Brasília

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

XP anuncia investimento na edtech Resilia

A Resilia é uma edtech que combina tecnologias que potencializam o aprendizado individualizado e em comunidade com um método de ensino que capacita potenciais talentos de uma forma mais rápida para o mercado digital

Análise

Investir em ações de banco ainda é uma boa? Veja 3 motivos que deixam a XP Investimentos cautelosa

Se no ano passado a postura era otimista, agora os analistas do setor financeiro da XP estão mais cautelosos, já que o cenário é de preços elevados dos ativos e uma concorrência e intervenções regulatórias preocupantes.

REFORMA TRIBUTÁRIA

PIB pode crescer 1,6% com redução de IR para empresas, indica estudo

O cálculo de 20% teve como base comportamento das empresas depois de um dos maiores aumentos na alíquota do imposto sobre dividendos no mundo – na França, em 2013, de 15,5% para 46%

ESG

‘Equidade racial se tornou prioridade dentro da Vivo’, diz presidente

Dentro da extensa agenda ESG, que concentra ações ambientais, sociais e de governança, a Vivo aposta na equidade racial

Clube do livro

Das tulipas ao bitcoin: conheça a história das crises financeiras de uma forma irreverente

O maior trunfo de “Crash”, de Alexandre Versignassi, é nos guiar pela história da economia mundial e brasileira traçando paralelos entre o passado e o presente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies