🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Por US$ 62 milhões

‘Movimento estratégico’: veja a reação dos analistas à compra da Netshoes pelo Magazine Luiza

As ações do Magazine Luiza reagem positivamente ao anúncio de compra da Netshoes. Os analistas elogiaram a operação, embora tenham feito algumas ressalvas

Victor Aguiar
Victor Aguiar
30 de abril de 2019
11:44 - atualizado às 11:17
Site da Netshoes
Ações do Magazine Luiza sobem forte nesta terça-feira - Imagem: Reprodução

Numa terça-feira pouco movimentada no Ibovespa, uma ação destoou do restante: Magazine Luiza ON (MGLU3), que avançou mais de 7% e teve a o melhor desempenho do índice, na esteira do anúncio de aquisição da Netshoes, por US$ 62 milhões.

O valor equivale a US$ 2 por ação da empresa de comércio eletrônico — cifra 4,5% abaixo do valor de fechamento dos papéis da Netshoes no pregão de ontem. Com a proposta, o Magazine Luiza derrotou a B2W, que também estava na disputa pelo site de produtos esportivos.

Em linhas gerais, os analistas consideraram a operação como positiva para o Magazine Luiza, destacando o potencial de diversificação da plataforma online da companhia com a incorporação da Netshoes. O preço relativamente baixo da transação também foi elogiado.

Mas, por outro lado, os analistas ressaltam que o Magazine Luiza não tem um histórico relevante de crescimento via fusões e aquisições, e as dificuldades enfrentadas pela Netshoes podem trazer  "distrações" à empresa.

As ações ON do Magazine Luiza fecharam em alta de 7,14%, a R$ 191,26 — já o Ibovespa avançou 0,17%, aos 96.353,33 pontos.

As ações da Netshoes, por outro lado, despencaram 24,5% em Nova York, a US$ 2,00 — exatamente o valor acertado pelo Magazine Luiza na operação.

Itaú BBA — Um pouco mais de risco de execução, mas por um bom preço

Recomendação: Market perform (neutro)
Preço-alvo: R$ 171,00

"Acreditamos que o mercado reagirá positivamente à notícia, dado o valuation implícito relativamente barato da operação"

"O Magazine Luiza está entrando em novas categorias que ainda não haviam sido contempladas pelo canal online, o que pode dar sustentação ao objetivo de aumentar a frequência de compras"

"O Magazine Luiza registrou crescimento orgânico consistente, e uma compra pode gerar potenciais distrações, particularmente em meio às dificuldades financeiras e operacionais da Netshoes"

"Apesar de acreditarmos que essa transação será positiva como um todo, ainda gostaríamos de entender a estratégia geral do Magazine Luiza antes de fazer quaisquer suposições a respeito do potencial de crescimento e de sinergias a partir dessa operação".

BTG Pactual — Ganhando escala para uma plataforma mais ampla de e-commerce

Recomendação: Compra
Preço-alvo: R$ 151,00

"A aquisição do Netshoes pelo Magazine Luiza faz sentido estratégico como uma unidade separada de negócios"

"Para o Magazine Luiza, desenvolver do zero sua própria unidade de negócios focada em artigos esportivos seria possível, mas os custos crescentes de aquisição de clientes (CAC) limitariam a rentabilidade dessa estratégia"

"Assim, a compra do Netshoes, que ainda tem uma marca forte no Brasil, significa acelerar a penetração numa vertente diferente, em linha com a estratégia da empresa de ter uma ampla variedade de tráfego em seu website"

Bradesco BBI — O sapato é do tamanho certo?

Recomendação: Neutro
Preço-alvo: R$ 170,00

"O movimento é consistente com a estratégia de aprofundar a variedade de produtos e providencia a base necessária para que o Magazine Luiza tenha relevância em categorias em que o ganho orgânico de escala seria mais difícil"

"Após descontinuar suas atividades B2B e suas operações na Argentina e no México, acreditamos que a Netshoes é um ativo mais digerível. Dito isso, ressaltamos que o turnaround da operação central da companhia no Brasil ainda está em andamento"

"Também notamos que já faz algum tempo desde a última aquisição de grande porte do Magazine Luiza — as transações mais recentes foram menores e majoritariamente direcionadas ao fortalecimento do ecossistema online da companhia".

Compartilhe

FIM DA LINHA

Apple cancela projeto de 10 anos de carro elétrico; agora fabricante do iPhone quer investir em IA

28 de fevereiro de 2024 - 14:02

Após dez anos investindo em iniciativa para produção de carros elétricos, a Apple apagou as luzes e desligou as máquinas. A fabricante do iPhone encerrou o projeto, que era visto como inovador no setor automotivo. Apesar de a companhia nunca ter confirmado publicamente sobre os esforços na produção de veículos elétricos, em abril de 2017 […]

DESTAQUES DA BOLSA

IRB Re de castigo: por que as ações IRBR3 estão sendo punidas após a reversão do prejuízo em lucro em 2023?

28 de fevereiro de 2024 - 12:36

Os papéis da resseguradora lideram as perdas do Ibovespa nesta quarta-feira (28) e já chegaram a entrar em leilão duas vezes

RISCO OU RECOMPENSA

Troca de comando na Vale: comprar ou vender a ação VALE3 em meio ao processo de sucessão? Esse banco responde pra você

27 de fevereiro de 2024 - 18:02

O mandato do atual presidente, Eduardo Bartolomeo, expira em 26 de maio e um impasse entre os sócios impede que seu sucessor seja escolhido

GAME OVER

Por que as big techs seguem demitindo apesar do boom da inteligência artificial; Sony corta 900 funcionários da PlayStation

27 de fevereiro de 2024 - 16:19

Após anunciar queda nas vendas, Sony vai demitir 8% do quadro de funcionários da divisão do PlayStation e var fechar estúdio em Londres

DESTAQUES DA BOLSA

Pão de Açúcar (PCAR3) dispara quase 10% na B3 após aprovação do plano de reestruturação do Casino pela Justiça francesa 

27 de fevereiro de 2024 - 14:50

A dona do GPA anunciou que o tribunal de comércio de Paris aprovou seu plano de recuperação, que inclui um aporte de capital de 1,2 bilhão de euros

Recuperação em curso

BRF (BRFS3) entrega resultados acima das estimativas e salta na B3; mas é hora de comprar a ação da dona de Sadia e Perdigão?

27 de fevereiro de 2024 - 14:07

Papéis do frigorífico sobem quase 10% nesta terça e figuram entre as maiores altas do Ibovespa; mas analistas ainda mantêm cautela

LUZ NA CARTEIRA

Safra eleva Cemig (CMIG4) e Auren (AURE3) para compra, mas outras três ações do setor de energia é que vão brilhar agora

27 de fevereiro de 2024 - 13:26

O banco apagou a luz para outras quatro empresas do segmento — uma delas realmente ficou no escuro com a recomendação de venda dos papéis

INDÚSTRIA EM EXPANSÃO

Como as ações de shoppings podem ser beneficiadas pelo boom dos fundos imobiliários do setor — e qual delas é a favorita do BTG Pactual

27 de fevereiro de 2024 - 12:21

Mesmo com a Selic em alta, os FIIs de shoppings conseguiram atrair novos investidores e levantar capital com operações na bolsa

O FUTURO É AGORA

Sucessor do 5G promete velocidade 30 vezes superior e está a uma atualização de chegar ao Brasil

27 de fevereiro de 2024 - 10:39

Huawei vê movimentação das grandes empresas de telecomunicações para lançar o 5.5G em breve no Brasil

BALANÇO

Lucro da AES Brasil (AESB3) cai no 4T23, mas Ebitda supera projeções e endividamento começa a cair

27 de fevereiro de 2024 - 9:01

Em meio às especulações sobre uma possível mudança no controle, AES Brasil teve lucro líquido de R$ 112,3 milhões no quarto trimestre, queda de 18%

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies