🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2019-05-03T11:17:05-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Por US$ 62 milhões

‘Movimento estratégico’: veja a reação dos analistas à compra da Netshoes pelo Magazine Luiza

As ações do Magazine Luiza reagem positivamente ao anúncio de compra da Netshoes. Os analistas elogiaram a operação, embora tenham feito algumas ressalvas

30 de abril de 2019
11:44 - atualizado às 11:17
Site da Netshoes
Ações do Magazine Luiza sobem forte nesta terça-feira - Imagem: Reprodução

Numa terça-feira pouco movimentada no Ibovespa, uma ação destoou do restante: Magazine Luiza ON (MGLU3), que avançou mais de 7% e teve a o melhor desempenho do índice, na esteira do anúncio de aquisição da Netshoes, por US$ 62 milhões.

O valor equivale a US$ 2 por ação da empresa de comércio eletrônico — cifra 4,5% abaixo do valor de fechamento dos papéis da Netshoes no pregão de ontem. Com a proposta, o Magazine Luiza derrotou a B2W, que também estava na disputa pelo site de produtos esportivos.

Em linhas gerais, os analistas consideraram a operação como positiva para o Magazine Luiza, destacando o potencial de diversificação da plataforma online da companhia com a incorporação da Netshoes. O preço relativamente baixo da transação também foi elogiado.

Mas, por outro lado, os analistas ressaltam que o Magazine Luiza não tem um histórico relevante de crescimento via fusões e aquisições, e as dificuldades enfrentadas pela Netshoes podem trazer  "distrações" à empresa.

As ações ON do Magazine Luiza fecharam em alta de 7,14%, a R$ 191,26 — já o Ibovespa avançou 0,17%, aos 96.353,33 pontos.

As ações da Netshoes, por outro lado, despencaram 24,5% em Nova York, a US$ 2,00 — exatamente o valor acertado pelo Magazine Luiza na operação.

Itaú BBA — Um pouco mais de risco de execução, mas por um bom preço

Recomendação: Market perform (neutro)
Preço-alvo: R$ 171,00

"Acreditamos que o mercado reagirá positivamente à notícia, dado o valuation implícito relativamente barato da operação"

"O Magazine Luiza está entrando em novas categorias que ainda não haviam sido contempladas pelo canal online, o que pode dar sustentação ao objetivo de aumentar a frequência de compras"

"O Magazine Luiza registrou crescimento orgânico consistente, e uma compra pode gerar potenciais distrações, particularmente em meio às dificuldades financeiras e operacionais da Netshoes"

"Apesar de acreditarmos que essa transação será positiva como um todo, ainda gostaríamos de entender a estratégia geral do Magazine Luiza antes de fazer quaisquer suposições a respeito do potencial de crescimento e de sinergias a partir dessa operação".

BTG Pactual — Ganhando escala para uma plataforma mais ampla de e-commerce

Recomendação: Compra
Preço-alvo: R$ 151,00

"A aquisição do Netshoes pelo Magazine Luiza faz sentido estratégico como uma unidade separada de negócios"

"Para o Magazine Luiza, desenvolver do zero sua própria unidade de negócios focada em artigos esportivos seria possível, mas os custos crescentes de aquisição de clientes (CAC) limitariam a rentabilidade dessa estratégia"

"Assim, a compra do Netshoes, que ainda tem uma marca forte no Brasil, significa acelerar a penetração numa vertente diferente, em linha com a estratégia da empresa de ter uma ampla variedade de tráfego em seu website"

Bradesco BBI — O sapato é do tamanho certo?

Recomendação: Neutro
Preço-alvo: R$ 170,00

"O movimento é consistente com a estratégia de aprofundar a variedade de produtos e providencia a base necessária para que o Magazine Luiza tenha relevância em categorias em que o ganho orgânico de escala seria mais difícil"

"Após descontinuar suas atividades B2B e suas operações na Argentina e no México, acreditamos que a Netshoes é um ativo mais digerível. Dito isso, ressaltamos que o turnaround da operação central da companhia no Brasil ainda está em andamento"

"Também notamos que já faz algum tempo desde a última aquisição de grande porte do Magazine Luiza — as transações mais recentes foram menores e majoritariamente direcionadas ao fortalecimento do ecossistema online da companhia".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Algum alívio

Preço da gasolina recua com corte de impostos federais, mas continua acima dos R$ 7 na média nacional

Combustíveis já começam a sentir o efeito das medidas implementadas pelo governo federal, a começar pelo corte do PIS/Cofins, mas queda nos preços ainda é modesta

Exportando golpes

Lucro de 1% ao dia? Brasileiros são acusados de operar pirâmide financeira de criptomoedas nos EUA

Emerson Sousa Pires e Flavio Mendes Gonçalves teriam arrecadado US$ 40 milhões de investidores prometendo lucros irreais, e podem pegar até 45 anos de prisão

PAPO CRIPTO #022

‘Se me perguntarem se o bitcoin (BTC) está abaixo do preço, eu direi: sim’, afirma CEO da Coinext; ‘valor justo’ da criptomoeda deveria ser de US$ 45 mil

José Arthur Ribeiro, CEO da corretora de criptomoedas Coinext, é o entrevistado desta semana do Papo Cripto

NOITE CRIPTO

Sem fôlego: bitcoin (BTC) opera em alta, mas ainda não volta para os US$ 20 mil; entenda por quê

Apesar do respiro desta sexta-feira (1), o bitcoin ainda sente todo o peso de um Federal Reserve mais agressivo contra a inflação. A semana também não foi tão positiva assim com o noticiário do universo digital.

VAI TER QUE PAGAR!

Um acordo de milhões: Petrobras (PETR4) se entende com a ANP sobre royalties da operação de xisto no Paraná

Segundo a estatal, o acordo envolve o pagamento de R$ 601 milhões pela companhia — um montante que já foi provisionado nas demonstrações financeiras

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies