🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Estadão Conteúdo
De olho na economia

Armínio Fraga vê ‘obscurantismo’ e ambiente ‘envenenado’ como entraves à economia

Fraga destacou que o Brasil nunca investiu tão pouco na sua história e que para destravar o investimento será preciso dar mais clareza em áreas que vão além da econômica, como “temas de natureza distributiva”

Estadão Conteúdo
18 de outubro de 2019
20:50 - atualizado às 20:54
Arminio Fraga, ex-presidente do Banco Central. - Imagem: HSM Brasil

A incerteza gerada pelo clima de "obscurantismo" e o ambiente político "envenenado" no Brasil deixam o investidor apreensivo e tornam mais difícil a retomada, apesar da agenda econômica positiva. A análise foi feita pelo economista e ex-presidente do Banco Central Arminio Fraga.

"A atitude geral sinaliza o obscurantismo e libera energias que não deveriam ser liberadas. Uma coisa mais truculenta e menos tolerante e, no fundo, menos positiva", afirmou.

Em conversa com jornalistas após participar de um evento no Rio, Fraga destacou que o Brasil nunca investiu tão pouco na sua história e que para destravar o investimento será preciso dar mais clareza em áreas que vão além da econômica, como "temas de natureza distributiva".

"Penso que isso tem a ver com a sensação de que não há oportunidade para as pessoas e isso envenena o ambiente e dificulta as reformas", disse o economista, em referência à situação do mercado de trabalho.

O ex-presidente do Banco Central acredita em crescimento da economia, embora em ritmo lento e gradual. Questionado sobre projeções para o Produto Interno Bruto (PIB), ele afirmou que "prever a economia já é difícil" e "em um ambiente político difícil, complicado, bastante envenenado, muito polarizado, é mais difícil ainda".

"Eu penso que essa incerteza, que envolve esses outros temas identitários, de costumes, complica muito a análise", completou.

Fraga afirma que a instabilidade política deixa o empreendedor e o investidor mais apreensivos em relação ao País. Para o economista, é preciso aprender que a economia "não funciona no vácuo", "não é um espaço tecnocrático" e precisa se conectar à realidade social e política.

"Estamos numa situação polarizada e ainda muito pouco conectada de forma produtiva com a sociedade", avaliou.

Compartilhe

mercado de capitais

Clima na bolsa é quente até demais, diz Armínio Fraga

7 de dezembro de 2020 - 19:28

Para o ex-presidente do BC, “um pouco de diversificação e cautela já vale a pena ter em mente”; ele disse que investidor brasileiro vai passar por período de aprendizado

em evento online

‘Obscurantismo’ do governo pesa mais para estrangeiro do que política fiscal e monetária, dizem Persio e Arminio

19 de agosto de 2020 - 13:13

Em evento online do Santander, ex-presidentes do BC criticam posição do Executivo, defende ao menos a estabilização da dívida e falam do risco da alta de juros

ex-presidente do bc

Arminio Fraga diz haver espaço para ‘pequeno’ aumento da carga tributária

27 de julho de 2020 - 16:31

“Eu penso que, eventualmente, há espaço para pequeno aumento de carga tributária, eliminando distorções de regimes”, disse o ex-presidente do Banco Central

ex-bc

Brasil já passa por depressão econômica, diz Arminio Fraga

8 de junho de 2020 - 14:13

De acordo com o ex-presidente do BC e sócio da Gávea Investimentos, o governo também deve ficar atento à sua capacidade de aumentar os gastos em decorrência da pandemia

Sinais econômicos

Arminio Fraga: “não é justo governar só para os que estão na economia formal”

27 de dezembro de 2019 - 13:52

Ex-presidente do Banco Central diz que é preciso atenção ao aumento do trabalho informal e garantir que ele não seja um vetor de aumento da desigualdade

Gestoras

Gávea Investimentos mostra ceticismo com sucesso da agenda de reformas

10 de setembro de 2019 - 18:56

Gestora do ex-BC Arminio Fraga avalia os casos de México, Índia, Indonésia e Argentina nos quais as reformas se mostraram insuficientes ou retumbantes fracassos

Próximos passos

‘Reforma Tributária será mais difícil que a da Previdência’

25 de julho de 2019 - 10:11

Em entrevista, o ex-presidente do Banco Central, Arminio Fraga, afirmou que a nova etapa reformista, com a mudança no sistema tributário, deve ser mais fifícil de ser aprovada do que as regras previdenciárias

O melhor do Seu Dinheiro

Tamanho não é documento

4 de março de 2019 - 10:50

Como investir em small caps, o encontro de Bolsonaro e Trump e o alerta de Arminio Fraga sobre a Previdência

Entrevista

Reforma da Previdência deve passar, mas meio desidratada, diz Arminio Fraga

3 de março de 2019 - 16:10

Crise fiscal é a “grande espada sobre nossos pescoços”, avalia o ex-presidente do Banco Central, que não vê espaço para o impacto da reforma ficar abaixo do cerca de R$ 1 trilhão (em 10 anos)

Limite saudável

Para Arminio Fraga, qualquer economia menor do que a proposta por Bolsonaro sobre a Previdência é preocupante

20 de fevereiro de 2019 - 17:49

Em declarações sobre o projeto apresentado hoje, o ex-presidente do BC destacou como positiva a economia prevista para os cofres públicos

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar