Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-18T20:54:17-03:00
Estadão Conteúdo
De olho na economia

Armínio Fraga vê ‘obscurantismo’ e ambiente ‘envenenado’ como entraves à economia

Fraga destacou que o Brasil nunca investiu tão pouco na sua história e que para destravar o investimento será preciso dar mais clareza em áreas que vão além da econômica, como “temas de natureza distributiva”

18 de outubro de 2019
20:50 - atualizado às 20:54
Armínio Fraga
Imagem: HSM Brasil

A incerteza gerada pelo clima de "obscurantismo" e o ambiente político "envenenado" no Brasil deixam o investidor apreensivo e tornam mais difícil a retomada, apesar da agenda econômica positiva. A análise foi feita pelo economista e ex-presidente do Banco Central Arminio Fraga.

"A atitude geral sinaliza o obscurantismo e libera energias que não deveriam ser liberadas. Uma coisa mais truculenta e menos tolerante e, no fundo, menos positiva", afirmou.

Em conversa com jornalistas após participar de um evento no Rio, Fraga destacou que o Brasil nunca investiu tão pouco na sua história e que para destravar o investimento será preciso dar mais clareza em áreas que vão além da econômica, como "temas de natureza distributiva".

"Penso que isso tem a ver com a sensação de que não há oportunidade para as pessoas e isso envenena o ambiente e dificulta as reformas", disse o economista, em referência à situação do mercado de trabalho.

O ex-presidente do Banco Central acredita em crescimento da economia, embora em ritmo lento e gradual. Questionado sobre projeções para o Produto Interno Bruto (PIB), ele afirmou que "prever a economia já é difícil" e "em um ambiente político difícil, complicado, bastante envenenado, muito polarizado, é mais difícil ainda".

"Eu penso que essa incerteza, que envolve esses outros temas identitários, de costumes, complica muito a análise", completou.

Fraga afirma que a instabilidade política deixa o empreendedor e o investidor mais apreensivos em relação ao País. Para o economista, é preciso aprender que a economia "não funciona no vácuo", "não é um espaço tecnocrático" e precisa se conectar à realidade social e política.

"Estamos numa situação polarizada e ainda muito pouco conectada de forma produtiva com a sociedade", avaliou.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Antiga InfraCo

Unidade de fibra ótica da Oi (OIBR3) muda de nome para V.tal e sonha com IPO

O novo ativo já nasce com a maior infraestrutura de fibra ótica do Brasil e deve receber cerca de R$ 30 bilhões em investimentos nos próximos quatro anos

sinal verde

Câmara aprova texto-base de projeto que abre caminho para venda dos Correios; veja os próximos passos para a privatização

Aprovação do projeto representa uma vitória para a agenda de privatizações do governo Bolsonaro, mas acontece sob críticas da oposição

no prelo

Biografia: autor de livro sobre Steve Jobs escreverá sobre Elon Musk

Segundo o bilionário, o autor Walter Isaacson o seguiu por vários dias para recolher material para o novo livro

ONDE INVESTIR EM AGOSTO

Onde investir em agosto de 2021: ações de tecnologia, o coração do bitcoin e um combo de ‘retorno absoluto’; veja recomendações

O CIO da Vitreo, Jojo Wachsmann, separou as três melhores pedidas para investidores no mês de agosto; Confira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies