Menu
2019-11-07T13:16:49-03:00
Estadão Conteúdo
olha o gás

Copagaz e Itaúsa oferecem R$ 3,7 bi pela Liquigás

Petrobras deverá anunciar o consórcio vencedor nos próximos dias. Fontes ligadas à estatal afirmam que a petroleira teria recebido outras ofertas

7 de novembro de 2019
13:14 - atualizado às 13:16
Liquigás Petrobras
Imagem: YouTube

O consórcio formado entre Copagaz, Itaúsa (holding de investimentos do Itaú Unibanco) e Nacional Gás apresentou nesta quarta-feira (6) uma proposta de R$ 3,7 bilhões para comprar a Liquigás, divisão de gás de cozinha da Petrobras, apurou o jornal O Estado de S. Paulo com três fontes próximas às negociações. O lance feito pelo grupo foi o que apresentou o maior valor pelo negócio.

A Copagaz será a controladora da companhia - Itaúsa terá uma participação minoritária relevante, seguida pela Nacional Gás, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto.

A Petrobras deverá anunciar o consórcio vencedor nos próximos dias. Fontes ligadas à estatal afirmam que a petroleira teria recebido outras ofertas - o fundo Mubadala, de Abu Dabi, com mais empresas regionais, foi apontado como outro grupo interessado pelo negócio.

Não é a primeira vez que a estatal coloca a Liquigás à venda. Em 2016, o Grupo Ultra, dono da rede Ipiranga e da Ultragaz, anunciou a compra da companhia por R$ 2,8 bilhões, mas o negócio foi barrado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). O órgão antitruste alegou concentração de mercado.

No início deste ano, a Petrobras contratou o banco Santander para conduzir novamente as negociações, como parte de seu plano de desinvestimento.

Blindagem

Para evitar problemas com o Cade, a Copagaz, que tem cerca de 10% de participação no mercado, se uniu ao Grupo Itaúsa, que tem entre seus investimentos a Alpargatas (dona da Havaianas) e é acionista do gasoduto NTS, que também pertencia à Petrobras, para fazer proposta pelo negócio. A Nacional Gás também será acionista minoritária.

O Estado de S. Paulo apurou que uma nova empresa será criada para estruturar dívidas e capital. Fundada em 1955 pelo empresário Ueze Zahran, morto no ano passado, a Copagaz disputa o mercado de gás de cozinha com outras três grandes empresas do setor. A líder no setor, a Ultragaz, tentou se isolar na primeira colocação com a compra da Liquigás, vice-líder do setor. A Supergasbrás, do grupo holandês SHV, é a terceira maior do setor.

Ao se unir a um grupo como o Itaúsa, a Copagaz, que também controla empresas de mídia, ganha musculatura para expandir sua atuação no setor. A holding do Itaú Unibanco tem olhado o mercado de gás natural: fez parte do consórcio, como acionista minoritário na compra do gasoduto NTS, junto com a gestora canadense Brookfield, e chegou a fazer oferta pelo gasoduto TAG, que foi comprado pela francesa Engie por US$ 8,6 bilhões.

Procurados pela reportagem, Petrobras e Copagaz não quiseram se pronunciar sobre o assunto. Itaúsa não retornou os pedidos de entrevista. Nenhum porta-voz da Nacional Gás foi encontrado para falar sobre o tema até a conclusão desta edição.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

país em crise

Concorrente do Uber, Cabify encerra operações no Brasil por conta da pandemia

Fundada há 10 anos em Madri, empresa enfrentou um mercado altamente competitivo no Brasil, mas crise recente foi decisiva para startup deixar o país

TIM Brasil poderá emitir até R$ 5,7 bilhões em debêntures incentivadas

O projeto da operadora para melhorias nas redes fixas e móveis de 21 unidades da federação entrou na lista de autorizações do Ministério das Comunicações

quem vai levar?

Tem ação fresquinha vindo aí, minha amiga, com o IPO da Hortifruti Natural da Terra

Com tese de investimento sendo que ela é o melhor do supermercado e da feira, companhia busca recursos para expandir operações

Ligando na tomada

Renault traz a nova geração de carros elétricos ao Brasil — e Weg e EDP garantem a recarga

A Renault firmou parceria com EDP e WEG para o fornecimento de infraestrutura do novo Zoe, veículo 100% elétrico da montadora francesa

Estreia na segunda

Hashdex capta R$ 615 milhões para o primeiro ETF de criptomoedas

O ETF replicará um índice desenvolvido pela Nasdaq com a própria gestora Hashdex e estreia na bolsa brasileira na seugnda-feira (26)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies