Menu
2019-03-20T17:37:33-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Imagem arranhada

Popularidade do governo Bolsonaro cai 15 pontos percentuais em dois meses, diz Ibope

Pesquisa mostra que 34% dos brasileiros consideravam a gestão Bolsonaro “boa ou ótima”, contra 49% em janeiro

20 de março de 2019
17:23 - atualizado às 17:37
Jair Bolsonaro
Avaliação de Bolsonaro apresentou nova piora em março - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agencia Brasil)

Desgaste logo na largada do governo! O Ibope mostrou nesta quarta-feira, 20, que a aprovação da equipe de Jair Bolsonaro registrou queda pelo segundo mês consecutivo em março e já acumula perdas de 15 pontos percentuais desde janeiro.

Segundo o levantamento, 34% dos brasileiros disse considerar a gestão Bolsonaro "boa ou ótima", contra 39% em fevereiro. A primeira pesquisa, feita em janeiro, mostrava Bolsonaro com aprovação de 49% da população.

Já a parcela da população que considera o governo ruim ou péssimo passou de 19% para 24%, enquanto os que o consideram regular passou de 30% para 34%.

Confiança cai 13 pontos

Bolsonaro também viu seu índice de confiança ir ladeira abaixo. Em janeiro, 62% diziam confiar no presidente. Esse número passou para 55% em fevereiro e, em março, atingiu 49% dos entrevistados.

Já o grupo que diz não confiar em Bolsonaro passou de 30% em janeiro para 44% em março.

O Ibope apontou ainda que 51% dos brasileiros aprovam a maneira de Bolsonaro governar (eram 67% em janeiro). Entre os que desaprovam, o percentual foi de 21% para 38% em dois meses.

Para realizar a pesquisa, o Ibope ouviu 2.002 pessoas entre os dias 16 e 19 de março. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Mudanças

BB confirma Ieda Cagni para presidência do Conselho de Administração

Nesta quarta-feira, foi realizada a primeira reunião do novo Conselho do Banco do Brasil. Na ocasião, os membros eleitos na assembleia definiram os ocupantes dos cargos de presidente e vice-presidente do colegiado.

Seu Dinheiro na sua noite

A receita do dr. Copom: +0,75 ponto de Selic na veia

O Copom cumpriu as expectativas e aumentou a Selic ao nível de 3,5%. No entanto, o comunicado trouxe algumas surpresas

Ficou para 31 de maio

Bolsonaro veta novo adiamento de prazo para entrega do Imposto de Renda

O presidente aceitou a recomendação feita pelo Ministério da Economia, que previa um impacto negativo na arrecadação da União e estados com uma nova data

Mudança nos juros

COMPARATIVO: Veja o que mudou no novo comunicado do Copom

Veja o que ficou igual e o que mudou na decisão do Copom a respeito da taxa Selic, elevada ao patamar de 3,5% ao ano

CRYPTO NEWS

O mercado está cheio de bitcoin, mas as prateleiras estão vazias

O fluxo de saída da criptomoeda mais famosa das exchanges é algo inédito deste ciclo e pode representar a falta do ativo nas exchanges de cripto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies