Menu
Imposto de Renda 2019
2020-03-25T15:02:45-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
IR 2019

Quem pode ser declarado como seu dependente no imposto de renda

Cada dependente gera uma dedução de R$ 2.275,08 na base de cálculo do IR, além de abatimentos adicionais de despesas com saúde e educação

25 de março de 2019
9:20 - atualizado às 15:02
Imposto de Renda 2019 - IR 2019 - Leão
Imagem: Pomb

Na hora de prestar contas ao Leão, declarar os dependentes é um momento delicado. Pais, filhos e companheiros podem entrar na conta e garantir as deduções legais permitidas, mas é preciso atenção às regras e analisar a melhor opção para o seu bolso. É possível que a inclusão de dependentes possa aumentar o valor do imposto a ser pago. Mas primeiro, vamos ver quem pode ser seu dependente no imposto de renda 2019.

Cada dependente declarado garante uma dedução anual de R$ 2.275, 08 na base de cálculo do IR. Além disso, gastos com educação, saúde e previdência dos dependentes também podem ser abatidos. Eu já falei um pouco sobre como declarar os gastos dedutíveis nessa outra matéria. Mas só os contribuintes que entregam a declaração completa podem aproveitar o desconto. Saiba como escolher entre declaração completa ou simplificada.

A declaração em 2019 conta com uma novidade. A Receita Federal alterou as regras e agora obriga a inclusão do número CPF de todos os dependentes. Se você ainda precisa tirar CPF para os seus, fique atento e não deixe para a última hora! Veja como tirar CPF para menores de idade.

Filhos, enteados, companheiros, cônjuges, pais e até irmãos, netos ou bisnetos podem ser declarados como dependentes em algumas circunstâncias. Lembre-se, no entanto, de que uma pessoa não pode aparecer como dependente em mais de uma declaração, e que uma pessoa que declare em separado não pode ser, ao mesmo tempo, dependente na declaração de outra. Veja como fazer a declaração de dependentes no imposto de renda.

Vejamos em que circunstâncias seus parentes podem ser seus dependentes.

Quem pode ser seu dependente na declaração de imposto de renda 2019

Filhos de pais separados

Filhos de pais separados só podem constar como dependentes na declaração de um dos pais. Caso um dos pais seja o responsável por pagar pensão alimentícia definida judicial ou extrajudicialmente, este não deve declarar o filho como dependente, mas sim como alimentando.

Os valores pagos a título de pensão alimentícia judicial ou extrajudicial devem ser informados na ficha Pagamentos Efetuados, códigos 30 a 34, conforme o caso, e são dedutíveis da base de cálculo do IR. Já o pai que recebe a pensão em nome do filho pode declará-lo como dependente, mas deve informar a pensão como rendimento tributável do seu dependente.

Caso a guarda e os alimentos sejam compartilhados, será preciso entrar em um consenso: um dos pais irá declará-lo como dependente e o outro como alimentando. É possível simular ambas as situações no programa do imposto de renda para concluir qual a mais vantajosa para o casal.

A declaração de um mesmo dependente por mais de um contribuinte, bem como a declaração de uma mesma pessoa como contribuinte e alimentando em um mesmo ano só é possível em situações específicas.

No caso do imposto de renda 2019, é o caso das mudanças de guarda, separações e casamentos ocorridos em 2018. Por exemplo, se um filho se casou em 2018, ele pode ser declarado no IR 2019 como dependente de um dos pais e do cônjuge simultaneamente, desde que preencha os requisitos para as duas situações.

Já um pai que tenha se separado do outro em 2018 e tenha se tornado responsável pela pensão alimentícia judicial pode declarar seu filho, a um só tempo, como dependente e alimentando, mas apenas no imposto de renda 2019.

Jovens que tenham ultrapassado a idade limite em 2018 ainda podem constar como dependentes na declaração de um dos pais no imposto de renda 2019. Este, porém, só deve informar os gastos e rendimentos do filho referentes ao período em que ele ainda tinha idade para ser dependente.

Caso estes jovens se enquadrem nas regras de obrigatoriedade para declarar o IR 2019, apenas as informações referentes ao período em que não figuravam mais como dependentes devem constar na sua declaração.

Dependentes com renda própria

Ao contrário do que o nome sugere, nem sempre quem se enquadra na categoria é 100% financeiramente dependente do contribuinte declarante. Pode ser o caso de parceiros que se encontram dentro da faixa de isenção, filhos com bolsas de estágio e/ou rendimento próprio ou pais com aposentadoria.

Embora a inclusão dê direito a um desconto de R$ 2.275,08, muitas vezes esse não é o processo mais vantajoso de declarar. Ao incluir alguém como dependente, o contribuinte terá direito ao desconto e a abater os gastos dedutíveis feitos em nome do dependente, mas também ficará obrigado a detalhar seus bens e rendimentos.

Os rendimentos do dependente, quando sujeitos ao ajuste anual, aumentam o imposto devido pelo titular da declaração, pois se somam aos seus próprios rendimentos tributáveis. Esse aumento pode superar o valor do desconto obtido pelas deduções.

Isso não ocorre, por exemplo, com rendimentos de aplicações financeiras que sejam tributados exclusivamente na fonte, mas ocorre com rendimentos como salários, aposentadorias e bolsas de estágio.

Para ver se vale mesmo a pena colocar tudo no mesmo pacote, você pode fazer uma simulação no programa do imposto de renda e estudar a melhor alternativa para o seu bolso.

Saiba tudo sobre como declarar imposto de renda.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

em meio à crise

GPA tem alta de 150% no lucro, com melhora operacional no Brasil

Cifra atingiu R$ 386 milhões; Assaí apresentou faturamento de R$ 10,1 bilhões, incremento de R$ 2,5 bilhões contra o ano anterior

Números fortes

Vale tem lucro líquido de US$ 2,9 bilhões no 3º tri, alta de 76% na comparação anual

Lucro líquido cresceu quase 76% em relação ao terceiro trimestre do ano passado; Ebitda ajustado chegou a mais de US$ 6 bilhões

Análise

O mercado trucou, e o Banco Central mandou descer ao bancar juro baixo

Emparedado pelo repique da inflação e pelo aumento do risco fiscal, o BC foi inflexível e sustentou o “forward guidance”, a sinalização de que a Selic permanecerá baixa por um longo período

Acelerou

Bolsonaro assina sanção da lei que prorroga incentivos para setor automotivo

A sanção do projeto, assinada por Bolsonaro, deve ser publicada até esta quinta-feira, 29, no Diário Oficial da União (DOU).

o pior já passou?

Petrobras tem prejuízo de R$ 1,5 bilhão no terceiro trimestre, com adesão a anistias tributárias

Analistas esperavam prejuízo de R$ 4,15 bilhões; após baixa com a pandemia, estatal aumentou a participação de mercado e manteve um patamar alto de exportações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies