Menu
Imposto de Renda 2019
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-25T14:52:52-03:00
Natalia Gómez
Natalia Gómez
IR 2019

Como a Receita calcula o imposto de renda devido e o valor das restituições

Jeito de calcular o imposto de renda devido e a eventual restituição varia de acordo com o modelo escolhido de declaração, se completo ou simplificado

9 de abril de 2019
5:30 - atualizado às 14:52
Imposto de Renda 2019 - IR 2019 - Leão
Imagem: Pomb

Quando chega a hora de declarar o imposto de renda, muita gente fica em dúvida sobre qual será o resultado da declaração: imposto a restituir ou mais IR a pagar. O resultado aparece no próprio Programa Gerador da Declaração, no campo inferior esquerdo, depois que você concluir o preenchimento. Mas você sabe como é feito o cálculo do imposto de renda devido e da restituição?

Para cada modelo de declaração - completo ou simplificado - há uma regra de cálculo. Saiba como escolher entre a declaração completa ou simplificada do imposto de renda 2019.

Como é feito o cálculo do imposto de renda devido e da restituição

Modelo simplificado

Para fazer o cálculo do imposto de renda devido na declaração simplificada, primeiro a Receita consolida todos os rendimentos tributáveis recebidos pela pessoa ao longo do ano-calendário. Alguns exemplos de rendimentos tributáveis são salários, ganhos de trabalhos como profissional autônomo e rendimentos de aluguéis. Os rendimentos isentos – como doações, heranças e o retorno da caderneta de poupança - ficam de fora desta conta.

Em seguida, a Receita Federal aplica um desconto de 20% sobre os rendimentos tributáveis, limitado ao valor de R$ 16.754,34, e chega a um valor que é chamado de base de cálculo do imposto de renda, explica o diretor tributário da Confirp Consultoria Contábil, Welinton Mota.

A Receita Federal verifica, então, em qual faixa de tributação a base de cálculo do IR do contribuinte se enquadra, e aplica a alíquota correspondente:

Tabela progressiva anual do imposto de renda válida para o ano-calendário de 2017, ano de exercício de 2018

Em seguida, a Receita verifica quanto a pessoa já pagou de imposto de renda ao longo do ano, seja em descontos no salário ou imposto pago mensalmente por meio de Carnê-Leão. Todo o imposto já pago é subtraído do valor devido.

Após esta subtração, o Fisco chega ao valor final de imposto, o que pode levar a uma restituição do IR pago a maior ou a um valor a mais a ser pago pelo contribuinte até o final do prazo de entrega da declaração de imposto de renda.

Em resumo, o cálculo do imposto de renda no modelo simplificado é feito da seguinte maneira:

1) Soma dos rendimentos tributáveis – desconto de 20% = base de cálculo
2) Alíquota de IR é aplicada sobre esta base de cálculo = imposto devido
3) Imposto devido – imposto já pago = imposto a pagar ou a restituir

Modelo Completo

O cálculo do imposto de renda devido no modelo completo é muito parecido, mas neste caso os descontos com deduções não são fixos em 20%, e podem passar de R$ 16.754,34.

A Receita Federal soma todos os rendimentos tributáveis do contribuinte e subtrai as despesas dedutíveis que ele mesmo informou na sua declaração. O resultado é a base de cálculo do imposto de renda, sobre a qual é aplicada a alíquota conforme a tabela progressiva apresentada anteriormente.

Finalmente, a Receita desconta o imposto de renda já pago ao longo do ano, como aquele que é retido na folha de pagamento de quem é assalariado e o IR pago pelo Carnê-Leão.

Após esta subtração, o Fisco chega ao valor final de imposto, o que pode levar a uma restituição do IR pago a maior ou a um valor a mais a ser pago pelo contribuinte até o final do prazo de entrega da declaração de imposto de renda.

Em resumo, o cálculo do imposto de renda no modelo completo é feito da seguinte maneira:

1) Soma dos rendimentos tributáveis – soma das deduções = base de cálculo
2) Alíquota de IR é aplicada sobre esta base de cálculo = imposto devido
3) Imposto devido – imposto já pago = imposto a pagar ou a restituir

Veja o calendário com as datas de pagamento das restituições em 2019.

Saiba tudo sobre como declarar imposto de renda.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Mais uma empreitada

Do espaço para as fazendas: Elon Musk consegue licença para oferecer internet via satélite no Reino Unido

A Starlink, segundo informações do jornal Telegraph, quer chegar a regiões onde a cobertura por fibra e 5G não alcançam, e tem planos mais ambiciosos

Leão faminto

Carga pesada: Impostômetro atinge a marca de R$ 1,5 trilhão

Monitoramento da Associação Comercial de São Paulo mostra que, no ano passado, marca foi atingida somente no dia 28 de setembro

Muita calma nessa hora

Tem Vale Gás? Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Manifestação vem depois que o presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que a estatal tem R$ 3 bilhões em reservas para custear ajuda

Clube do Livro

Batalhas sem arma: Em “Cripto Wars”, Jim Rickards explica guerras cambiais e agora, com criptomoedas

Autor, conhecido também por suas previsões certeiras sobre o bitcoin, fala de como a tecnologia mudou as estratégias financeiras dos países

RUMO AO MILHÃO

O primeiro e mais importante investimento para quem atingir o primeiro milhão (ou ir além)

Por mais que você busque o conforto e a segurança de uma promessa de retorno garantido, digo, com convicção, que o único investimento com retorno garantido em longo prazo é aquele feito em educação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies