Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
2019-09-23T10:42:53-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

O público e o privado

23 de setembro de 2019
10:42
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Toda segunda-feira temos trazido para você uma entrevista aprofundada com conselheiros de grandes companhias brasileiras de capital aberto. O personagem de hoje é um executivo que atua em nada menos que três conselhos de administração e está prestes a integrar um quarto, além de representar uma empresa de private equity no Brasil e ser sócio de uma gestora de investimentos.

Ele também integrou posições de destaque em quatro governos federais, como secretário e ministro de diversas pastas e até presidente de estatal. Estou falando de Pedro Parente, atual presidente do conselho de administração da BRF, ex-presidente da Petrobras no governo Michel Temer e ex-chefe da Casa Civil no governo Fernando Henrique Cardoso.

Com rara experiência em gestão tanto no setor privado como público, Parente recebeu a repórter Daniele Madureira na sede da BRF, em São Paulo. Durante a entrevista, ele falou sobre as diferenças de gestão entre os dois setores, o desafio de reestruturar a BRF, a fusão frustrada com a Marfrig, a peste suína na China e até da moda de “carne vegetal”.

Também opinou sobre o governo Jair Bolsonaro e comentou suas expectativas para o futuro do país. Recomendo muito a leitura!

Pedro Parente, presidente do conselho da BRF, em entrevista ao Seu Dinheiro
Pedro Parente, presidente do conselho da BRF, em entrevista ao Seu Dinheiro - Imagem: Eduardo Nicolau/Seu Dinheiro

Agenda cheia

A última semana cheia de setembro começa em ritmo lento nos mercados, mas não se engane. A agenda está cheia com a divulgação de indicadores e relatórios oficiais sobre a economia brasileira, o que deve trazer alguma volatilidade aos mercados. A tendência deve seguir pelo menos até o início da tão esperada votação da reforma da Previdência no Senado, na terça-feira, que também deve mexer no humor dos investidores.

edição semanal da Bula do Mercado traz um panorama do que deve mexer com a bolsa nos próximos dias. Esse é um conteúdo gratuito, exclusivo para os leitores Premium. Para acessá-lo é preciso apenas fazer um cadastro aqui e indicar esta newsletter para cinco amigos. Os conteúdos serão liberados assim que eles aceitarem o convite.

Na sexta-feira, o Ibovespa encerrou a semana no azul pela quarta vez seguida, fechando em alta de 0,46%, aos 104.817,40 pontos. O dólar fechou em queda de 0,22%, a R$ 4,1537, acumulando uma alta de 1,64% na semana. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Sobe e desce

Desde a crise financeira de 2008, a bolsa americana passa por um dos maiores ciclos de alta da história. Mas tudo que sobe pode cair. Para o nosso colunista Fausto Botelho, um dos maiores analistas gráficos do país, uma forte queda do S&P500, principal índice da Bolsa de Nova York, está prestes a começar, e o momento é de ficar fora dos ativos de risco. Com exceção do mercado de criptomoedas. Entenda o palpite do Fausto com base nos gráficos.

A cara da mudança

Com uma valorização de 68,56% na bolsa só neste ano, a Via Varejo passa por profundas alterações após a volta do controle acionário pela família Klein. Uma dessas mudanças tem rosto e nome: Roberto Fulcherberguer. Depois de trocar quase toda a diretoria da dona das Casas Bahia, o CEO tem trabalhado para tirar a empresa do “limbo digital”. Em entrevista ao “Estadão” , ele prometeu expandir o banco da companhia, o BanQi, até a próxima Black Friday (ou seja, em 60 dias) e indicou que pode aposentar a marca Ponto Frio e devolver o Extra.com ao GPA.

This is the end

As primeiras horas desta segunda-feira foram de despedida para a operadora de turismo britânica Thomas Cook. Depois de fracassar na busca por 200 milhões de libras esterlinas (ou R$ 1 bilhão) junto a acionistas e credores, a empresa fundada há 178 anos entrou em colapso e teve de cancelar 600 mil viagens. Quatro companhias aéreas foram paralisadas e 21 mil funcionários foram dispensados em 16 países. Saiba mais. 

De malas prontas

Recém-saído de sua licença médica, o presidente Jair Bolsonaro já tem o seu próximo grande compromisso marcado na agenda e embarca hoje para os Estados Unidos para sua primeira participação na Assembleia Geral da ONU. Tradicionalmente, cabe ao presidente brasileiro realizar o discurso de abertura do evento. Bolsonaro deve aproveitar o momento para prestar esclarecimentos sobre a política ambiental do governo e continuar o seu movimento de aproximação com os Estados Unidos. O presidente deve, inclusive, contornar recomendações médicas para jantar com Donald Trump.

Agenda

Indicadores
- CNI divulga Sondagem Industrial
- Zona do Euro e EUA divulgam PMI Industrial, Serviços e Composite

Bancos Centrais 
- BC divulga Boletim Focus
- BC: Nota do Setor Externo: IDP (USD mi)
- Nos EUA, Fed divulga Índice de Atividade Nacional (CFNAI)

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

em busca de soluções

Fim de acordo com a Boeing pressiona Embraer a correr para se reestruturar

Atenção do setor agora se volta para as medidas que a fabricante brasileira vai tomar para superar esse duro revés

manifestações americanas

Trump ameaça usar militares para conter atos contra racismo

EUA registraram ontem o sétimo dia seguido de manifestações antirracistas, após a morte de George Floyd, um homem negro de 46 anos, asfixiado por um policial branco

mundo pós-covid

Não podemos entrar em briga tola contra a globalização, diz Mansueto

Secretário do Tesouro afirmou que o Brasil precisa expandir a presença no mercado internacional e aumentar tanto as exportações quanto as importações

R$ 4 bi a mais

CMN amplia limite para contratação de operações de crédito sem garantia da União

Ministério da Economia afirma que os novos limites entram em vigor a partir desta segunda-feira, 1º

mudança histórica

Opportunity vai transformar Hotel Glória em residências de luxo

Inaugurado em 1922 para ser o primeiro cinco estrelas do Brasil, o Glória, em quase um século de existência, foi prestigiado por 19 chefes de Estado, além de artistas e políticos do mundo todo

Ações do mês

Vale, Magazine Luiza, Petrobras e JBS: como se comportaram as principais indicações das corretoras em maio?

As ações mais indicadas pelas corretoras tinham um perfil comum: resiliência e capacidade de adaptação. Elas foram muito testadas durante os últimos 30 dias, mas passaram com louvor

CAÇADOR DE ASSIMETRIAS

Direto ao ponto: comprar ou não comprar dólar?

A verdade é que ninguém sabe se o dólar vai cair, subir, andar de lado, dar cambalhota ou mortal carpado. Diante disso, quando me perguntam “comprar ou não comprar dólar”; eu devolvo com um segunda questionamento: “depende, você já tem dólar?”

Decisão em plenário

Toffoli marca julgamento sobre inquérito das fake news para semana que vem

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, marcou para a próxima quarta, 10, o julgamento sobre a continuidade ou não das apurações do inquérito das fake news

Ministério atualiza dados

Brasil chega a 526,4 mil casos e 29,9 mil mortes por coronavírus

Até o momento, 211.080 pacientes estão recuperados da doença

seu dinheiro na sua noite

O mundo em ebulição

Caro leitor, Não bastasse uma pandemia mundial que paralisou a economia, tensões políticas no Brasil e o retorno da troca de farpas entre Estados Unidos e China, temos assistido também, nos últimos dias, a intensos protestos nos EUA contra o racismo. No último fim de semana, às já habituais manifestações em apoio ao governo aqui […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu