Menu
2019-12-04T12:05:12-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
troca de cadeiras

Fundadores do Google, Larry Page e Sergey Brin deixam comando da Alphabet

Page deixará o posto de CEO e Brin não será mais presidente da holding; eles continuam envolvidos como acionistas e membros do Conselho de administração

4 de dezembro de 2019
7:21 - atualizado às 12:05
Larry Page e Sergey Brin
Imagem: Wikimedia

Dona do Google, a Alphabet anunciou que Larry Page, cofundador da empresa, deixará o posto de CEO. Em seu lugar deve assumir, Sundar Pichai, que comanda o Google desde 2015.

A decisão foi anunciada no blog do Google, em carta assinada por Page e Sergey Brin, outro fundador da companhia, que deixará a presidência da Alphabet. Ambos continuarão envolvidos como cofundadores, acionistas e membros do Conselho de administração da Alphabet, diz a empresa.

No documento assinado pelos dois executivos, eles comparam a Alphabet, que passou por uma reestruturação em 2015, a uma pessoa que chegou aos 21 anos.

"Embora tenha sido um tremendo privilégio estar profundamente envolvido no gerenciamento diário da empresa por tanto tempo, acreditamos que é hora de assumir o papel de pais orgulhosos - oferecendo conselhos e amor, mas não incomodando diariamente", escrevem.

Larry Page e Sergey Brin fundaram o Google em setembro de 1998. Hoje, a empresa tem mais de 100 mil funcionários em todo o mundo, com uma ampla gama de produtos e plataformas populares. Em outubro de 2015, a Alphabet tornou-se a holding controladora do Google.

Quem é Larry Page?

Nascido em 26 de março de 1973 em Michigan, nos Estados Unidos, Page é filho de um casal de professores da Universidade de Michigan, e sempre teve interesse por computadores.

Desmontar máquinas e montá-las novamente era uma diversão para o jovem Larry, que queria entender como elas funcionavam. Outro hobby da juventude era tocar o saxofone.

A jornada de Page começou quando ele foi para Stanford para fazer um doutorado, e conheceu o colega Sergey Brin, em 1995, com quem criaria o Google. Curiosamente, a semente para a criação do site mais acessado do mundo veio em um sonho.

Segundo o empresário conta, aos 23 anos ele acordou de um sonho se perguntando se poderia “baixar” toda a internet. A partir disso, passou a trabalhar em uma maneira de classificar as páginas da internet por seus links de entrada, e não de acordo com a quantidade de palavras compatíveis com a busca.

Com isso, as páginas eram listadas de acordo com a sua relevância. Ajudado pelo sócio, em 1996 ele criou um mecanismo de busca que foi batizado inicialmente de BackRub.

O nome foi alterado para Google pouco tempo depois, com a missão de organizar toda a informação disponível no mundo e torná-la acessível e útil. A partir deste momento, em 1998, o Google começou a chamar atenção não apenas da comunidade acadêmica, mas também de investidores do Vale do Silício.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Tecnologia no varejo

Magazine Luiza e Totvs anunciam parceria para integração de plataforma e marketplace

Para os vendedores, a notícia representa vendas diretas com taxas menores; já para os consumidores a vantagem é a entrega mais rápida

busca por acordo

Investidores cobram até R$ 60 bi da Petrobras em processos de arbitragem

Casos incluem tanto investidores nacionais quanto estrangeiros e vieram na esteira da Operação Lava Jato, que apontou práticas ilícitas na estatal

país em crise

Concorrente do Uber, Cabify encerra operações no Brasil por conta da pandemia

Fundada há 10 anos em Madri, empresa enfrentou um mercado altamente competitivo no Brasil, mas crise recente foi decisiva para startup deixar o país

TIM Brasil poderá emitir até R$ 5,7 bilhões em debêntures incentivadas

O projeto da operadora para melhorias nas redes fixas e móveis de 21 unidades da federação entrou na lista de autorizações do Ministério das Comunicações

quem vai levar?

Tem ação fresquinha vindo aí, minha amiga, com o IPO da Hortifruti Natural da Terra

Com tese de investimento sendo que ela é o melhor do supermercado e da feira, companhia busca recursos para expandir operações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies