Menu
2019-08-21T12:10:27+00:00
Natalia Gómez
Natalia Gómez
OS 10 MAIS RICOS DO MUNDO

Larry Page, o bilionário que criou o Google, ama carros voadores e tem o salário de US$ 1

O Seu Dinheiro traz uma série com a história dos 10 homens mais ricos do mundo. Quem são? Como vivem? Como ficaram bilionários? E que lições você pode aprender com eles?

16 de junho de 2019
5:30 - atualizado às 12:10
shutterstock_538677628
Larry Page, do Google: fortuna estimada em US$ 50,8 bilhões - Imagem: Shutterstock

Se você não sabe quem é Larry Page e pretende descobrir, vai acabar encontrando a resposta justamente na ferramenta mais importante que ele já criou: o Google.

Aos 46 anos, com uma fala suave e personalidade discreta, o fundador do maior site de pesquisas da história é atualmente o décimo homem mais rico do mundo, segundo a lista de 2019 da revista Forbes. Com fortuna estimada em US$ 50,8 bilhões, ele trabalha na empresa que criou pelo salário de US$ 1.

  • Esta reportagem faz parte da série especial Rota do Bilhão, que conta a trajetória dos 10 homens mais ricos do mundo. Quem são? Como vivem? Como ficaram bilionários? E que lições você pode aprender com eles? Veja todas as histórias neste link.

Nascido em 26 de março de 1973 em Michigan, nos Estados Unidos, Page é filho de um casal de professores da Universidade de Michigan, e sempre teve interesse por computadores. Desmontar máquinas e montá-las novamente era uma diversão para o jovem Larry, que queria entender como elas funcionavam. Outro hobby da juventude era tocar o saxofone.

Aos 12 anos de idade, o pequeno gênio leu a biografia de Nikola Tesla, um inventor que morreu sem dinheiro algum, e com isso aprendeu uma lição que gosta de compartilhar: “inventar não é o suficiente, você tem que levar para as pessoas e ter certeza de que elas podem utilizar”. Para ele, ter criado o Google foi uma forma de ajudar a melhorar o mundo, ao organizar toda a informação disponível para que fosse útil na vida das pessoas.

Apesar do grande impacto que a ferramenta teve na internet, Page gosta de dizer publicamente que o seu trabalho não está concluído e que a próxima barreira está em desenvolver a inteligência artificial. “O trabalho não está terminado. Hoje a computação é uma bagunça, seu computador não sabe onde você está, o que você está fazendo e o que você já sabe”, afirmou em uma entrevista no TED2014.

Fazer os computadores compreenderem o contexto é um dos objetivos que motivam o empresário nos dias de hoje. Outra paixão é melhorar os sistemas de transporte, desenvolvendo carros voadores e carros que dirigem sozinhos. “Em Los Angeles metade do espaço é ocupado com estacionamentos e estradas, e é loucura usarmos o espaço dessa maneira”, disse na mesma entrevista.

Tudo começou (literalmente) com um sonho

A jornada de Page começou quando ele foi para Stanford para fazer um doutorado, e conheceu o colega Sergey Brin, em 1995, com quem criaria o Google. Curiosamente, a semente para a criação do site mais acessado do mundo veio em um sonho.

Segundo o empresário conta, aos 23 anos ele acordou de um sonho se perguntando se poderia “baixar” toda a internet. A partir disso, passou a trabalhar em uma maneira de classificar as páginas da internet por seus links de entrada, e não de acordo com a quantidade de palavras compatíveis com a busca.

Com isso, as páginas eram listadas de acordo com a sua relevância. Ajudado pelo sócio, em 1996 ele criou um mecanismo de busca que foi batizado inicialmente de BackRub.

O nome foi alterado para Google pouco tempo depois, com a missão de organizar toda a informação disponível no mundo e torná-la acessível e útil. A partir deste momento, em 1998, o Google começou a chamar atenção não apenas da comunidade acadêmica, mas também de investidores do Vale do Silício.

Em agosto de 1998, o cofundador da Sun, Andy Bechtolsheim, deu um cheque de US$ 100 mil para a empresa, permitindo que a equipe saísse de um dormitório para o seu primeiro escritório, que ficava em uma garagem no subúrbio de Menlo Park, Califórnia. O imóvel era de Susan Wojcicki, que foi a 16ª funcionária do Google a atualmente comanda o Youtube.

Em 2018, para comemorar os 20 anos de sua fundação, a empresa divulgou imagens tridimensionais para os fãs fazerem um tour virtual na famosa garagem cheia de computadores velhos, uma mesa de ping pong e um tapete azul.

Atualmente, o Google tem mais de 60 mil funcionários em 50 países e é dona de outros ícones da era da informação: o Android e o Youtube. A compra do YouTube por 1,65 bilhão de dólares, em 2006, foi um dos momentos mais marcantes para o Google em termos de aquisições.

Page foi CEO do Google até 2001, quando passou o bastão para Eric Schmidt. Assim como os cofundadores do Google, Schmidt era um frequentador assíduo do festival de arte Burning Man, o que foi decisivo na sua nomeação para o cargo.

Larry Page é um dos entusiastas de carros voadores - Imagem: Shutterstock

Conhecido por não gostar muito de lidar com pessoas, Page foi retomar o cargo somente em 2011, ficando na posição até 2015, quando o Google passou por uma reestruturação.

A empresa passou a ficar sob a holding Alphabet, assim como outras subsidiárias, e Page virou o CEO da Alphabet. Entre as empresas que fazem parte da Alphabet está a Waymo, que desenvolve carros que dirigem sozinhos, e a Sidewalk Labs, que trabalha em soluções digitais para problemas urbanos.

Enquanto muitos bilionários gostam de usufruir a fama e o luxo que o dinheiro pode comprar, Page não gosta de ostentar riqueza e prefere viver em harmonia com a natureza. Para isso, mora com a família em uma mansão ecológica em Palo Alto, com painéis solares e um jardim no telhado, e dirige um carro elétrico.

Não por acaso, ele é amigo íntimo do Elon Musk, CEO da Tesla Motors, empresa especializada em carros elétricos, e também é investidor da empresa.

Discreto sobre sua vida pessoal, um dos poucos detalhes revelados pelo executivo foi o seu quadro de paralisia nas cordas vocais, condição que faz a sua voz ser mais suave que o normal, o que gera dificuldades para fazer discursos muito longos.

Em 2007, ele se casou com a cientista Lucinda Southworth, em uma festa com 600 convidados em uma ilha no Caribe, com a presença do fundador do grupo Virgin, Richard Branson, que foi padrinho de Page. Eles continuam casados e têm dois filhos. Apesar de viver uma vida relativamente simples para um bilionário, Page se permite alguns luxos. Ele é dono de um iate de US$ 45 milhões, com direito a jacuzzi e heliponto, comprado em 2011.

Carros voadores, água em asteroides e livros infantis

Mas nem só de mecanismos de busca vive o fundador do Google. Outra paixão do empresário são os carros voadores. Ele é investidor da Kitty Hawk, uma startup que desenvolve este tipo de projeto, e da Zee.Aero, que desenvolve novos meios de transporte considerados revolucionários. Outros investimentos foram feitos na empresa Planetary Resources, que procura água em asteroides, e na Twigtale, startup de livros infantis.

No comando da Alphabet, ele segue em busca de projetos nos quais acredita. De acordo com o bilionário, sua grande motivação para trabalhar no Google é a sensação de estar trabalhando em algo “realmente importante”. “Quando você está literalmente mudando o mundo, levantar de manhã e ir ao escritório é muito fácil e também muito divertido.”

Para ele, criar coisas que ainda não existem e materializar como será o futuro é o grande desafio que deveria mover as empresas, mas a maioria está concentrada em trabalhar da mesma forma que 20 ou 50 anos atrás. “Não é disso que precisamos, mas sim de mudanças revolucionárias.” Como fazer isso? Da mesma forma que o Google foi criado: trabalhando em algo que ninguém está pensando ainda.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Economia aquecida?

Empresários esperam queda na inadimplência e mais investimentos até o fim do ano

Pesquisa também mostra que 55% das empresas têm a intenção de aportar recursos em novos produtos e serviços, 53% querem dar um upgrade tecnológico e 46% capacitar seus profissionais

Seu Dinheiro na sua noite

O elefante na loja de cristais dos mercados

No seu livro Princípios – leitura obrigatória (ao lado do meu romance Os Jogadores, é claro…) –, Ray Dalio afirma que o importante para quem investe não é prever o futuro, mas captar mudanças no ambiente econômico enquanto elas estão acontecendo. O bilionário gestor do maior “hedge fund” do mundo sabe que é natural os […]

Sete blocos envolvidos

MPF entra com ação para impedir leilão de petróleo ao lado de Abrolhos

MPF na Bahia sustenta que blocos não deveriam ir a leilão sem os devidos estudos ambientais prévios

Papel passado

Bolsonaro sanciona com vetos MP da liberdade econômica

Presidente disse durante a cerimônia de sanção que o governo avalia projeto para incentivar a abertura de empresas

OUÇA O QUE BOMBOU NA SEMANA

Podcast Touros e Ursos: A Selic caiu novamente. E agora, como ficam os seus investimentos?

Repórteres do Seu Dinheiro trazem em podcast semanal um panorama sobre tudo o que movimentou os seus investimentos nesta semana

A grana tá solta

Governo libera R$ 12,459 bilhões do Orçamento de 2019 e educação leva a maior fatia do bolo

Parte desse dinheiro não poderá ser distribuída livremente já que, do total, R$ 2,6 bilhões vêm das receitas recuperadas por meio da Operação Lava Jato

Tesourada no governo também

Ministério da Economia corta projeção da Selic em 2019 de 6,2% para 5,9%

Projeção para o câmbio médio deste ano passou de R$ 3,8 para R$ 3,9. Já a estimativa para a alta da massa salarial passou de 5,5% para 4,9%

Meio ambiente em jogo

Amazon entra na onda verde e assina acordo ambicioso para combater mudanças climáticas

Como parte do plano, Bezos disse ainda que vai adquirir 100 mil vans de entregas elétricas da startup de veículos elétricos Rivian e que elas vão começar a rodar a partir de 2021

O céu é o limite?

Ações da Braskem disparam na bolsa após notícias sobre venda pela Odebrecht

Construtora teria recontratado a empresa Lazard para dar continuidade às negociações de venda da sua participação na Braskem

Nova tecnologia

Tim prepara novos polos de testes do 5G no Brasil

“Queremos disponibilizar a tecnologia o quanto antes para que os desenvolvedores comecem a projetar aplicações. Quando o 5G chegar, elas já estarão disponíveis”, explicou, em entrevista ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements