Menu
2019-07-10T14:41:46-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
olha ela aí

Em novo aporte liderado pelo SoftBank, Creditas recebe US$ 231 mi

Na América Latina, conglomerado japonês apostou até agora no Rappi, Loggi e Gympass; Creditas informou que valor será usado para expandir produtos e serviços

10 de julho de 2019
13:08 - atualizado às 14:41
sergio-furio
Sergio Furio é CEO da Creditas, que acaba de receber um aporte do Softbank - Imagem: Divulgação

A fintech Creditas anunciou nesta quarta-feira, 10, ter recebido um aporte de US$ 231 milhões (aproximadamente R$ 900 milhões) liderado pelo conglomerado japonês SoftBank.

Com o investimento, a empresa que antes era avaliada em US$ 250 milhões, passou ter ser valuation calculado em US$ 750 milhões pelos investidores  — o que equivalente a R$ 2,8 bilhões na cotação de segunda-feira, 8.

Segundo a empresa, o aporte será usado para acelerar o negócio e expandir produtos e serviços oferecidos aos clientes. A transação continua sujeita às autorizações aplicáveis e condições de fechamento.

Fundada pelo espanhol Sergio Furio em 2012, a Creditas surgiu no mercado com o objetivo de oferecer empréstimos a taxas mais acessíveis. A empresa oferece, entre outras coisas, empréstimo com garantia de imóvel e de veículos.

A companhia informa que o novo aporte vai ajudar a empresa a ter mais recursos para investir em tecnologia e recrutar novos talentos. Além de expandir seu portfólio de produtos. A Creditas tem hoje 700 funcionários - tendo crescido cinco vezes em 2018.

Segundo o Managing Partner do SoftBank Investment Advisers, Akshay Naheta, a Creditas foi pioneira em uma abordagem digital para desenvolver soluções de empréstimo por meio de ativos que são mais acessíveis e a um custo menor para os consumidores.

"Estamos ansiosos para apoiar Sergio [Furio, fundador da empresa] e sua equipe durante o crescimento da plataforma”, afirmou em comunicado.

Após o investimento, representantes do Softbank Vision Fund e SoftBank Latin America Fund se juntarão ao Conselho de Administração da Creditas.

Esse não é o primeiro aporte do conglomerado japonês na América Latina, que anunciou que investiria US$ 5 bilhões no continente. Desde então, já apostou no Rappi, na Loggi e Gympass.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

executivo de carreira

Vice-presidente do BB, Walter Malieni, morre aos 50 anos

Executivo de carreira do BB, com mais de 35 anos de casa, Malieni completaria 51 anos em novembro

números da covid

Covid-19: Brasil tem 2,96 milhões de casos e 99,5 mil mortes

Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.079 óbitos, segundo o balanço diário do Ministério da Saúde divulgado hoje (7)

Reserva de R$ 1,3 bi para gastos

Iguatemi vai recomprar até 1,3 milhão de ações

Quantidade representa 1,5% dos papéis em circulação da companhia. Ações acumulam queda de mais de 30% no acumulado de 2020

seu dinheiro na sua noite

Uma conversa sobre investimentos para o meu pai

O primeiro salário que recebi na vida foi em julho de 1994, mês inaugural do Plano Real. Foi com esse dinheiro que saí pelas lojas do bairro do Gonzaga, em Santos, em busca de um presente para dar no Dia dos Pais. Desde então, esse sempre foi um problema para mim, porque meu pai não […]

Preferência

Oi fecha acordo de exclusividade com Vivo, Claro e Tim para venda de operação móvel, diz jornal

Após fim da exclusividade da Highline, que desistiu de fazer nova oferta, teles brasileiras passam à frente, com oferta de R$ 16,5 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements