Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-23T11:04:56-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Ultrapassou Jeff Bezos

O maior bilionário: Bill Gates volta a ser o homem mais rico do mundo

Com uma fortuna avaliada em US$ 110 bilhões, o fundador da Microsoft, Bill Gates, ultrapassou Jeff Bezos na disputa pelo posto de maior bilionário do mundo

16 de novembro de 2019
11:00 - atualizado às 11:04
Bill Gates, bilionário e fundador da Microsoft
Imagem: Shutterstock

Há um novo xerife na cidade dos ultra ricos: Bill Gates. Com uma fortuna estimada em US$ 110 bilhões, o fundador da Microsoft ultrapassou Jeff Bezos, da Amazon, e voltou ao posto de maior bilionário do mundo pela primeira vez em mais de dois anos.

O levantamento, feito pela Bloomberg, mostra que Gates aumentou seu patrimônio em US$ 19,5 bilhões somente em 2019. Já Bezos viu seu saldo no banco diminuir em US$ 16,2 bilhões desde janeiro — nada que o preocupe, já que o presidente da Amazon ainda tem US$ 109 bilhões na conta.

A reconquista da liderança por Bill Gates se deve, em grande parte, à recente onda de ganhos vista nas ações da Microsoft. Nas últimas três semanas, os papéis da empresa acumularam uma alta de 6,1%, fazendo com que o valor de mercado da companhia chegasse a US$ 1,14 trilhão.

Por outro lado, as ações da Amazon fizeram uma trajetória inversa: no mesmo período, os ativos da companhia de Jeff Bezos tiveram uma perda acumulada de 1,23%. Essas movimentações foram cruciais para a mudança no topo da lista dos bilionários.

O rali das ações da Microsoft — e o desempenho mais fraco dos papéis da Amazon — tem relação com o Pentágono. As duas empresas estavam disputando um contrato de US$ 10 bilhões para desenvolver um sistema de comunicação militar, com base na tecnologia de armazenamento de dados em nuvem. E a companhia de Bill Gates foi a vencedora.

De acordo com o levantamento da Bloomberg, o francês Bernard Arnault é o terceiro homem mais rico do mundo, com uma fortuna avaliada em US$ 103 bilhões. Warren Buffett, Mark Zuckerberg, Amancio Ortega, Larry Page, Sergey Brin, Charles Koch e Julia Koch completam o top 10.

O Seu Dinheiro fez uma série especial com os perfis dos maiores bilionários do mundo, de acordo com a lista da Forbes em 2019. Você pode ler tudo sobre esses ricaços — incluindo Bill Gates e Jeff Bezos — na página especial da Rota do Bilhão.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Presente de grego

Bolsonaro está dando presente para os mais pobres com o Auxílio Brasil? Para o relator do benefício na Câmara, ele está apenas emprestando até ganhar a eleição

O deputado Marcelo Aro diz que a solução encontrada pelo presidente é claramente eleitoreira e pode prejudicar os beneficiários após o fim das eleições

INVESTIR EM CANNABIS

Dividendos em Cannabis: como ganhar uma renda recorrente investindo em um dos segmentos mais promissores dos próximos anos

O analista Enzo Pacheco explica as oportunidades desse mercado que tem ganhado cada vez mais espaço nos Estados Unidos

US$ 1 = R$ 5,70

Dólar flerta com o maior patamar em seis meses, mas desacelera alta após relatório da PEC dos precatórios e moeda se afasta dos R$ 5,70

Em 2021, o dólar chegou a atingir o patamar de R$ 5,883, em março, um dos piores momentos da crise causada pela pandemia de covid-19

TAPANDO O SOL COM A PENEIRA

Bolsonaro recorre a suposta sensibilidade com mais pobres para negar que esteja furando teto

Comentários do presidente vêm à tona um dia depois de o ministro da Economia, Paulo Guedes, ter admitido a necessidade de uma ‘licença para gastar’

bitcoin (BTC) hoje

Criptoressaca: Bitcoin (BTC) cai para a casa dos US$ 62 mil em ajuste após atingir máximas históricas

Depois de bater as máximas históricas, é comum que ocorra um movimento de realização de lucros, assim como acontece com a bolsa de valores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies