Menu
2019-07-19T19:29:09-03:00
Estadão Conteúdo
De olhos bem abertos

Dez bancos serão investigados por supostos abusos na oferta de consignado a idoso

As empresas têm dez dias para apresentar defesa e, posteriormente, se confirmados os indícios de infração, poderão ser multadas em até R$ 9,7 milhões. As notificações estão formalizadas no Diário Oficial da União (DOU) em despachos do DPDC, órgão da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública

19 de julho de 2019
19:29
Dinheiro no bolso
Imagem: Gabriel Ramos/Shutterstock

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) instaurou processos administrativos contra dez bancos por supostas irregularidades na oferta de empréstimos consignados para idosos. As instituições notificadas são Caixa, Banco Safra, Banco BMG, Banco Olé Bonsucesso Consignado, Banco Itaú Consignado, Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul), Banco Pan, Banco Cetelem, Banco Bradesco Financiamentos e Banco Bradesco.

As empresas têm dez dias para apresentar defesa e, posteriormente, se confirmados os indícios de infração, poderão ser multadas em até R$ 9,7 milhões. As notificações estão formalizadas no Diário Oficial da União (DOU) em despachos do DPDC, órgão da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Em nota, o Departamento informa que esses bancos serão investigados "em razão de suposta exploração da hipervulnerabilidade do idoso". Além disso, acrescenta o DPDC, há registros de possíveis práticas abusivas, bem como de possível exposição indevida de dados pessoais, relacionadas à oferta de empréstimos consignados por intermédio de ligações telefônicas para idosos, aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O DPDC explica ainda que irá investigar se foram cometidos abusos por parte das instituições financeiras nas ofertas realizadas por telefone, como os dados dos idosos foram empregados e como se deu a abordagem dos consumidores inativos para as contratações. Também será observado se foi atendida a forma exigida por lei para contratação com idoso analfabeto, o que exige instrumento público ou procurador constituído.

"É importante destacar que a oferta e concessão irregular e irresponsável de empréstimo consignado a aposentados é fator que concorre e potencializa o superendividamento dos idosos no Brasil. Os casos investigados denotam indícios de práticas bastante graves e extremamente nocivas aos consumidores, levando a situações extremas e, muitas vezes, irreversíveis de superendividamento. Nesse contexto, as abordagens realizadas por telefone para esse tipo de contratação, se demonstradas, além de abusivas na origem, aumentam ainda mais a dificuldade de o consumidor compreender o que está sendo ofertado e, consequentemente, compromete a sua manifestação de vontade, elemento essencial do ato de contratação", alerta do DPDC na nota.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

balanços 3º tri

Hypera Pharma atinge maior receita da história e lucro cresce 29,4% no terceiro trimestre

Além da evolução de dois dígitos no segmento de ‘sell-out’ (vendas em farmácias), o período também fechou a conclusão de dois grandes negócios para a Hypera Pharma

Mudanças no time

BB Seguridade anuncia Marcio Hamilton Ferreira como novo diretor-presidente

Ferreira é graduado em Administração de empresas e desde janeiro ocupava o cargo de Diretor-Presidente da Brasilprev, empresa investida da BB Seguridade.

Multa de US$ 40 milhões

Justiça dos EUA aprova acordo para encerramento de ação coletiva, diz BRF

A empresa pagou a quantia de US$ 40 milhões para encerrar todas as demandas pendentes e que possam vir a ser propostas por pessoas ou entidades

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Um grande passo para a Arezzo

A Arezzo, rede de lojas de calçados femininos presente em boa parte dos shoppings brasileiros, abriu o capital na bolsa em 2011. Se você buscar no Google, provavelmente vai encontrar a matéria que eu escrevi na época sobre o IPO da empresa. Eu inclusive estive na sede da antiga BM&FBovespa (atual B3) na manhã do […]

fechando a conta no azul

Perdeu, mas ganhou: Ibovespa tem correção e cai, mas termina semana em alta; juros disparam com inflação

Índice não conseguiu manter toada positiva vista em outros dias e recuou com quedas de bancos e Petrobras; dólar sobe com inflação maior à vista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies