Menu
2019-01-11T18:27:01-02:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Sinal amarelo ligado

Regime de capitalização na Previdência não é solução mágica, diz Armínio Fraga

Ex-presidente do BC se diz mais esperançoso do que confiante na capacidade de o novo governo em aprovar a reforma

11 de janeiro de 2019
18:21 - atualizado às 18:27
6325148817_8f15c52882_z
Imagem: HSM Brasil/Divulgação

O ex-presidente do BC e sócio do Gávea Investimentos, Armínio Fraga, se diz mais esperançoso do que confiante no novo governo, pois houve “muito ruído nesse período e muita gente falando sem convicção. E isso é preocupante”.

Fraga falou brevemente com a imprensa após participar de evento no BC do Rio. Para ele, o problema fiscal é “tão grande” e isso vai ficar tão claro que a reforma tem chance de acontecer. Além disso, como os Estados também precisam dessa reforma, eles devem ajudar a fazer pressão política pela aprovação.

Perguntado sobre o regime de capitalização que deve contar da proposta do governo, Fraga disse o modelo dá mais consciência às pessoas de que elas estão poupando. “Mas não é uma solução mágica”, disse.

Ainda de acordo com Fraga, a questão da transição ainda não está clara e também para quem seria esse regime. Segundo ele, para o pessoal de baixa renda é mais seguro ter uma aposentadoria já quantificada. A conta pessoal “é bacana”, mas a pessoa está exposta a variações do juro, por exemplo, nesse período.

“E mais ou menos consenso de que é melhor ter isso [benefício] de forma mais segura para a fatia mais desfavorecida da população. É um seguro que eu acho que essas pessoas merecem e o governo tem que dar isso para elas”, explicou.

Na sua fala durante o evento, antes de desejar sorte ao presidente indicado Roberto Campos Neto, Fraga disse que “não há BC que resista a situação fiscal como a nossa. A situação é totalmente urgente. O governo federal está bem mal das pernas e Estados estão quebrados”.

Ainda de acordo com Fraga, uma reforma da Previdência “mais ou menos será uma ducha de água fria. Nossa situação é de alto risco”. No entanto, ele disse acreditar que a equipe atual vai fazer os ajustes necessários.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

coronavírus no brasil

Brasil passa da marca de 1,5 milhão de casos confirmados de covid-19

Do total de infectados até o momento, 868.372 já se recuperaram

ministro da Economia

Presidente está determinado a seguir em frente com reformas, diz Guedes

Guedes voltou a traçar um prognóstico positivo para a recuperação da atividade econômica após o momento mais dramático dos efeitos da pandemia do novo coronavírus

seu dinheiro na sua noite

Aqui, ali, em qualquer lugar

Os protestos surgiram logo no primeiro dia da quarentena aqui em casa. O André, meu filho mais velho, reclamou de tédio, e não demorou até ganhar a adesão da Helena. A situação se acalmou depois que a escola adotou as aulas virtuais. Mas com as férias a partir desta semana já começo a temer por novas “manifestações”. […]

gigante estatal

Petrobras aguarda autorização da ANP para avançar com diesel vegetal

A Petrobras está em fase final de desenvolvimento da tecnologia que permitirá a produção de óleo diesel de origem vegetal em suas refinarias, afirmou o diretor de Relacionamento Institucional da estatal, Roberto Ardenghy

Semana positiva

Ibovespa sobe mais de 3% na semana e dólar cai a R$ 5,31; dados positivos se sobrepõem à cautela

Indicadores econômicos mais fortes no mundo, somados a novas injeções de recursos pelos BCs e governos, levaram o Ibovespa às máximas em quase um mês e permitiram um alívio no dólar à vista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements