🔴 +35 RECOMENDAÇÕES DE ONDE INVESTIR EM MARÇO – VEJA GRATUITAMENTE

Cotações por TradingView
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Reformulação

Uma nova oferta de ações da Light está no forno

Operação seria uma forma de a Cemig se desfazer da participação que detém na Light, segundo Broadcast, do Estadão

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
23 de outubro de 2018
10:29 - atualizado às 11:10
Funcionário da Light
Funcionário da Light - Imagem: Divulgação/Light

O grupo Light convocou para o dia 22 de novembro uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) sobre alterações no estatuto social para viabilizar eventual operação de distribuição do capital da empresa. A informação é do "Broadcast", do Estadão, desta terça-feira, 23.

No processo, há a possibilidade de realização de uma oferta pública primária de ações, com esforços restritos de distribuição, no Brasil e no exterior, que poderá ter parcela secundária e ancoragem por fundos de investimento liderados pela GP Investments.

A operação seria uma forma de a Cemig se desfazer da participação que detém na Light.

Na semana passada, o gerente de Mercado Investidor da Cemig, Robson Laranjo, disse que a possibilidade mais factível neste momento no que diz respeito ao avanço do desinvestimento da Light seria o "follow on" (oferta de ações subsequente).

Venda das ações

Enquanto isso, na Rio Minas Energia Participações (RME), os bancos acionistas, que incluem BB-Banco de Investimento, BV Financeira e Santander, têm direito de venda da totalidade das ações, ainda segundo o Broadcast.

A RME é um veículo de investimento que detém 13,03% de participação no capital social da Light. Há ainda a possibilidade de os acionistas integrantes do bloco de controle da Light (Cemig, RME e Luce) venderem parte de suas ações no mercado secundário.

Ao que a Light conclui, essas ações "poderão pulverizar o capital social da companhia, sem que qualquer acionista ou grupo de acionistas detenha, individualmente ou em conjunto, participação superior a 50% do capital social da companhia, e sem a existência de um acionista controlador (ou grupo de acionistas controladores), seja de forma direta ou indireta".

*Com Estadão Conteúdo

Compartilhe

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Oportunidade de lucro acima de 14% em swing trade com a Light (LIGT3); confira a recomendação

5 de agosto de 2022 - 8:22

Identifiquei uma oportunidade de swing trade – compra dos papéis da Light (LIGT3). Saiba mais sobre a análise

TROCA DE COMANDO

Light (LIGT3) dispara quase 12% após contratar Octávio Lopes, ex-Equatorial (EQTL3), como seu novo CEO

13 de julho de 2022 - 10:04

Antes de assumir a Light (LIGT3), o executivo já exerceu o mesmo cargo na Equatorial Energia (EQTL3); ele estava na presidência da Tok&Stok

NO ESCURO

Ações da Light caem mais de 15% após saída de CEO — saiba se é hora de vender LIGT3

30 de junho de 2022 - 13:51

Raimundo Nonato Alencar de Castro alegou motivos pessoais; sua saída afeta todos os cargos ocupados nos órgãos da administração das subsidiárias controladas ou coligadas da empresa

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Oportunidade de lucro de mais de 4% em swing trade com a Light (LIGT3); confira a recomendação

17 de junho de 2022 - 8:55

Identifiquei uma oportunidade de swing trade – compra dos papéis da Light (LIGT3); veja a análise

No escuro

Light corta a luz de prédios da prefeitura do Rio, e Paes diz que a empresa é ‘vagabunda’

15 de outubro de 2021 - 11:55

Alegando dívidas de R$ 261 milhões, a Light (LIGT3) cortou a energia de 66 prédios da prefeitura do Rio — e causou a ira de Eduardo Paes

Gestão na crise

Com Light, Eneva, Mercado Livre e “Hapmédica”, HIX Capital vê bolsa barata e bom momento para compra

26 de maio de 2021 - 6:02

“Daqui a dois anos a gente vai olhar a oportunidade atual e pensar que deveria ter aproveitado ainda mais”, diz Rodrigo Heilberg, sócio da gestora, que possui R$ 2 bilhões em patrimônio

cara nova

Cemig deixa capital social da Light e leva R$ 1,37 bilhão

20 de janeiro de 2021 - 7:15

Com saída da estatal mineira, distribuidora de energia deixa de ter um controlador e passa a ser uma corporation

oferta na bolsa

Light realizará follow-on para permitir saída da Cemig

7 de janeiro de 2021 - 7:52

Operação, que consiste também em uma oferta para arrecadar recursos para a companhia, pode totalizar R$ 3,2 bilhões

BILIONÁRIO NA ÁREA

Beto Sicupira, sócio de Lemann, entra para o mundo da infraestrutura investindo na Light

23 de outubro de 2020 - 8:05

Convidado por Ronaldo Cezar Coelho, sócio da 3G Capital alcança participação de 9,9% no capital social da distribuidora de energia

um a menos

BNDES deixa de ser acionista da Light

16 de janeiro de 2020 - 8:14

Movimento se soma a uma série de medidas do governo para deixar de investir em negócios considerados não essenciais

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies