Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-10-15T12:11:35-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
No escuro

Light corta a luz de prédios da prefeitura do Rio, e Paes diz que a empresa é ‘vagabunda’

Alegando dívidas de R$ 261 milhões, a Light (LIGT3) cortou a energia de 66 prédios da prefeitura do Rio — e causou a ira de Eduardo Paes

15 de outubro de 2021
11:55 - atualizado às 12:11
Montagem mostrando o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, entrando em disputa com a Light (LIGT3)
Imagem: Andrei Moraes/Seu Dinheiro

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), não está nada contente com a Light (LIGT3). A distribuidora de energia elétrica cortou a luz de 66 prédios da prefeitura da capital fluminense por causa de dívidas ativas que chegam a R$ 261 milhões — entre os pontos afetados, destaque para o Parque Olímpico, um dos locais de vacinação contra a Covid-19 na cidade.

Via Twitter, Paes fez duros ataques à empresa, chamando-a de 'vagabunda' e insinuando que o corte é uma espécie de chantagem contra a prefeitura:

Numa segunda postagem no Twitter, Eduardo Paes disse que "A vagabundagem da @lightclientes mata!", fazendo referência ao corte de energia no Parque Olímpico

A Light atua como distribuidora de energia para 31 municípios do Rio de Janeiro, incluindo a capital. Segundo reportagem da TV Globo, R$ 61 milhões do saldo devido pela prefeitura estão relacionados às contas de 2021.

A fúria de Paes contra a Light continuou fora das redes sociais. Em coletiva de imprensa nesta manhã, o prefeito disse que a empresa adotou uma "estratégia de guerra" para receber o pagamento antes de outros fornecedores; segundo ele, há um programa ativo de parcelamento das dívidas das prefeituras com seus credores, e que a ordem de quitação dos compromissos segue princípios transparentes.

"Empresas maiores, poderosas, como a Light, acham que mandam um WhatsApp para o prefeito, para o secretário, e vão resolver seu problema na frente dos outros", disse Paes, durante a apresentação do boletim epidemiológico do Rio. "A Light comprou uma briga desnecessária com a prefeitura".

Light (LIGT3) versus Paes e prefeitura do Rio: o que diz a empresa

Procurada pela reportagem do Seu Dinheiro, a Light afirmou, via assessoria de imprensa, que foi procurada nesta manhã pela Secretaria Municipal de Esportes para retomar o processo de negociação de sua dívida.

"A companhia está enviando equipes aos locais para efetuar as religações, entre elas as da Arena Carioca e da Nave do Conhecimento da Penha", disse a Light, afirmando ainda que os cortes foram feitos apenas em instalações cadastradas como serviços não-essenciais — unidades de saúde não tiveram o fornecimento afetado.

A distribuidora ainda disse que vem fazendo reuniões com a prefeitura do Rio desde fevereiro, tendo recebido uma proposta de renegociação da dívida no dia 28 de maio. Segundo a Light, todas as unidades da prefeitura com débitos ativos receberam aviso de corte nas faturas.

A Light, inclusive, encaminhou ao Seu Dinheiro uma cópia de um reaviso de corte via carta — a empresa disse ter protocolado esse documento na prefeitura no dia 15 de setembro:

Foto de um aviso de corte enviado pela Light (LIGT3) à Prefeitura do Rio de Janeiro

No mercado de ações, o imbróglio entre Light e prefeitura do Rio trouxe poucos desdobramentos. As ações ON da companhia (LIGT3) operam em leve alta de 0,54% nesta sexta-feira (15), a R$ 13,04; o Ibovespa tem uma sessão positiva e avança mais de 1%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

NOVATA NA FINAL

Não estranhe: patrocinadora da final entre Palmeiras e Flamengo é a nova corretora de criptomoedas do Brasil; conheça Crypto.bom

A exchange resolveu investir no segmento de esportes e patrocina Fórmula 1, NBA e até o campeonato europeu

Raio-X

Análise: Por que a alta da inflação pode ameaçar o pacote de infraestrutura de Joe Biden?

O presidente americano tem ambiciosos planos pela frente, mas a alta da inflação e gargalos estruturais da economia podem alterar o rumo

A SEMANA EM GRÁFICOS

Covid-19 pressiona aéreas, turismo, Ibovespa e bitcoin, mas inflação avança no mundo: entenda a última semana com estes gráficos

As companhias aéreas sofreram perdas significativas na bolsa esta semana e nem o bitcoin (BTC) conseguiu se salvar

O MELHOR DA SEMANA

Piora da covid no mundo e criptomoedas além do bitcoin (BTC): 5 assuntos mais lidos no Seu Dinheiro esta semana

O mercado já trabalhava amplamente com a visão do verdadeiro normal. Mas os mercados globais voltaram a entrar em pânico com a covid-19

PAPO CRIPTO #007

Tecnologia que criou o bitcoin (BTC) pode reduzir custo de captação de recursos em quase 70%, diz chefe de ativos digitais do BTG

“Empresas pequenas e médias têm menor possibilidade de acesso ao mercado de capitais, muito por causa dos custos envolvidos”, comenta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies