Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-04T14:41:26-03:00
Estadão Conteúdo
Presidente da montadora

Carlos Ghosn é preso no Japão após Nissan revelar “má conduta” financeira

Brasileiro tem no currículo a responsabilidade de salvar a Nissan de uma situação de quase falência a partir de 1999

19 de novembro de 2018
14:47 - atualizado às 14:41
Carlos Ghosn
Escândalo envolvendo Ghosn ameaça o futuro da aliança entre a Nissan e as parceiras Renault e Mitsubishi Motors - Imagem: Shutterstock

O brasileiro Carlos Ghosn foi detido hoje em Tóquio, segundo a mídia japonesa, depois que a montadora Nissan o acusou de "significativos atos" de má conduta e revelou que planeja demiti-lo da presidência de seu conselho de administração. A detenção de Ghosn foi noticiada pela emissora de TV pública NHK.

A acusação é um forte golpe para o legado de Ghosn, que tem 64 anos e é considerado responsável por salvar a Nissan de uma situação de quase falência a partir de 1999.

O escândalo ameaça ainda o futuro da aliança entre a Nissan e as parceiras Renault e Mitsubishi Motors. Ghosn também é executivo-chefe da Renault e presidente do conselho da Mitsubishi.

Segundo investigação interna da Nissan, Ghosn teria reduzido o valor de seus salários em 5 bilhões de ienes (US$ 44,3 milhões) em declarações feitas ao longo de "muitos anos". Ele supostamente contou com a ajuda de um executivo da empresa para cometer a irregularidade.

No ano passado, Ghosn recebeu um total de 962 milhões de ienes (US$ 8,5 milhões) em espécie e ações por suas posições na Nissan e Mitsubishi, segundo dados das empresas. Já a Renault pagou 7,4 milhões de euros (US$ 8,4 milhões) a Ghosn em 2017.

Ghosn teria infringido outras normas de conduta, como o uso pessoal de ativos da Nissan, informa a empresa em comunicado.

Na Bolsa de Paris, a ação da Renault vem operando em forte baixa desde mais cedo. Por volta das 10h40 (de Brasília), o papel da montadora francesa tinha queda de mais de 10% no mercado francês.

A Renault tem fatia de mais de 43% na Nissan, enquanto a empresa japonesa possui 15% das ações da montadora francesa.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Vídeo Melhores Ações do Mundo

Efeitos da Vacina na Bolsa – Analista compara o desempenho de duas gigantes dos EUA, a Coca-Cola (COCA34) e a Netflix (NFLX34)

Muito se fala dos efeitos da vacina na Bolsa de Valores. Nesse vídeo o analista da Empiricus, Enzo Pacheco, compara duas ações que seguiram caminhos diferentes na Bolsa nos últimos meses e explica os motivos.

Blink!

Qual a expectativa para CASH3? O que esperar de Cosan a partir do IPO da Raízen? Confira as respostas do Felipe Miranda na nova edição do Blink!

Em mais uma edição do seu vídeo de ‘rapidinhas’, o CIO da Empiricus fala sobre as expectativas em relação a diversos tickers e responde outras dúvidas dos seus seguidores

DESTAQUES DA BOLSA

Minério de ferro volta a subir e as ações da Vale e das siderúrgicas acompanham

O avanço do aço na China é sinal de boas notícias, o que anima os investidores por aqui.

do campo para a bolsa

AgroGalaxy (AGXY3) estreia em queda de 24%, após precificar ações no piso em IPO

Empresa de agronegócio já havia reduzido substancialmente o tamanho da oferta; analistas apontam risco de a companhia ser espremida por fornecedores

Temores atrapalham recuperação

Setor da construção é como uma Ferrari com freio de mão puxado, diz presidente da CBIC

Segundo a Câmara Brasileira da Indústria da Construção, o recorde de alta nos custos de materiais é um dos principais problemas no setor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies