Menu
2019-07-15T20:24:15+00:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Mudanças à vista

Truxt Investimentos vende parte das ações que detinha do Banco Inter

A instituição financeira destacou que a venda da participação é “estritamente de investimento, não objetivando alteração do controle acionário ou da estrutura administrativa do banco”

15 de julho de 2019
20:24
Cartão do Banco Inter
Cartão do Banco Inter - Imagem: Julia Wiltgen/Seu Dinheiro

O Banco Inter (BIDI4) informou hoje (15) ao mercado que a gestora Truxt Investimentos realizou a venda de uma parcela das ações que possuía do banco. Com isso, ela passou a deter, de forma agregada, 6.246.092 ações preferenciais, o que corresponde a 2,05% do total de ações emitidas pelo Inter.

A instituição financeira destacou que a venda da participação é "estritamente de investimento, não objetivando alteração do controle acionário ou da estrutura administrativa do banco".

Mesmo sem justificar a venda, os papéis do banco não estão fazendo feio na bolsa. Apesar de as ações do Banco Inter terem fechado o pregão desta segunda-feira (15) em forte queda de 4,17%, os papéis acumulam uma valorização de 29% só em julho.

E quem comprou os papéis há 12 meses tem ainda mais motivos para comemorar. Afinal, as ações registraram uma alta de nada menos do que 425%.

Muitas mudanças à vista

Algumas das razões para a alta estão atreladas às mudanças anunciadas pelo banco. Recentemente, a instituição financeira aprovou um programa de units - cada uma será representada por uma ação ordinária (ON) e duas preferenciais (PN).

E o programa já teve adesão para ser implementado, segundo informação publicada hoje (15). No documento, o banco disse que alcançou o percentual mínimo de 40% de adesão para efetivar o seu Programa de Emissão de Certificados de Depósito de Ações para a formação de units. O período de conversão teve início no dia 8 de julho.

Além disso, ele conseguiu a aprovação do desdobramento das ações ordinárias e preferenciais, sem alteração no valor do capital social atual. Com isso, cada ação preferencial será desdobrada em seis.

O objetivo do desdobramento é aumentar a liquidez das ações e conferir melhor preço para a cotação de emissões da instituição. Com isso, ele pretende tornar as ações mais acessíveis aos investidores, com foco em implementar o programa de units.

De olho no nível 2

No último mês, o Inter também aprovou a migração para o nível 2 do mercado. Nele, as empresas têm o direito de manter ações preferenciais (PN), mas no caso da venda do controle é assegurado aos detentores das ações preferenciais e ordinárias o mesmo tratamento do acionista controlador. A migração, no entanto, está condicionada a aprovação da B3.

Logo, prevê o direito do tag along de 100% do preço pago pelas ações ordinárias do acionista controlador, ou seja, o acionista minoritário receberá 100% do valor por ação recebido pelo controlador se ocorrer a venda da empresa.

Tais medidas são importante para os acionistas, que poderão participar de forma mais ativa na empresa. A ideia é aumentar a governança corporativa dentro da empresa, conceder determinados direitos de voto às ações preferenciais do banco e oferecer maior liquidez aos acionistas.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

lista vip

BNDES divulga nomes de compradores de jatinhos da Embraer

Na última quinta, Bolsonaro disse que revelaria quem comprou jatinhos com recursos do banco estatal e fez referência ao apresentador Luciano Huck, que havia criticado o governo

Mais perdas

Ibovespa abre em queda de mais de 1%, pressionado pelo exterior, e volta aos 98 mil pontos

O Ibovespa tem mais um dia de desempenho negativo, ainda afetado pela maior aversão ao risco no exterior. O dólar à vista segue na faixa de R$ 4,06

tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Dólar a R$ 4? Acostume-se…

Um conjunto de forças paralelas puxa as cotações das moedas do mundo para um lado e para o outro. São as taxas de juros, perspectivas de crescimento das diferentes nações, apetite das empresas por negócios internacionais, crises políticas em todos os cantos do mundo e até mesmo o Twitter de autoridades como Donald Trump. Com […]

dinheiro no caixa

B2W propõe aumento de capital de R$ 2,5 bi

Serão 64 milhões de novas ações ordinárias, ao preço de R$ 39; empresa quer acelerar o processo de transformação rumo a uma plataforma digital híbrida

subiu o tom

Maior acionista da Oi pede troca de presidente

Gestora de investimentos GoldenTree Asset Management manifestou preocupação com as finanças da operadora e pediu saída de Eurico Teles

crise no posto ipiranga

Lava Jato ignorou repasse de Guedes em denúncia contra empresa de fachada, diz jornal

Segundo a Folha de S. Paulo, força-tarefa detectou pagamento de R$ 561 mil, mas só acusou outras firmas

sem dinheiro

Receita pode parar sistema de CPF e restituição

Arrecadação de tributos, emissões de certidões negativas, controle aduaneiro e operações de comércio exterior também serão afetados, assim como o envio de cartas de cobrança aos devedores do fisco

de mudança

Medida Provisória oficializa mudança do Coaf para o Banco Central

Segundo porta-voz, Coaf será uma “unidade de inteligência financeira” que não perderá o caráter colaborativo com outros órgãos e manterá o perfil de combate à corrupção.

olho na vale

CVM abre inquérito contra executivos da Vale por tragédia de Brumadinho

Investigação é sobre deveres dos executivos em relação a acionistas e investidores; rompimento da barragem matou 248 pessoas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements