Menu
2019-08-15T09:19:14+00:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Câmbio

Dólar abre pregão em baixa após BC anunciar venda à vista

Oferta de moeda à vista não acontecia desde fevereiro de 2009. BC está trocando contratos de swaps por moeda à vista.

15 de agosto de 2019
9:16 - atualizado às 9:19
Dólar
Imagem: Shutterstock

O dólar comercial começou o dia em baixa, caindo 0,45%, sendo negociado na casa dos R$ 4,02, com os agentes de mercado colocado no preço o anúncio do Banco Central (BC) voltar a oferecer dólares à vista, algo que não acontecia desde fevereiro de 2009. Outras moedas emergentes também têm desempenho positivo ante o dólar.

O anúncio foi feito na noite de ontem e as intervenções começaram na quarta-feira, dia 21. O BC está trocando contratos de swaps (que equivalem à venda de dólar no mercado futuro) por moeda à vista. Também são feitas operações de swaps reverso (que equivalem à compra de dólar futuro).

A operação busca a rolagem integral de até US$ US$ 3,8445 bilhões (76.890 contratos) que é o montante de swaps a vencer em outubro. Serão ofertados até US$ 550 milhões por dia junto com swaps tradicionais e reversos.

Resumindo bem a questão, o BC entra com o dólar à vista pelo simples fato de que falta “moeda de verdade” para a cobertura de compromissos cambiais e os bancos parecem ter atingido o limite de capacidade de tomar linhas externas e fazer oferta por aqui (a posição vendida dos bancos está na casa dos US$ 30 bilhões, entre as maiores da história).

No fim dessa operação, o BC espera ter trocado os US$ 3,8445 bilhões em swaps por moeda à vista ou feito a rolagem desses contratos.

Como não poderia ser diferente, o anúncio da operação gera variadas interpretações e críticas. No entanto, o BC vinha falando que não tinha “preconceito” com os diferentes instrumentos cambiais e que atuaria para atender à demanda do mercado.

Segundo o próprio BC há uma redução na demanda de proteção cambial (hedge) e o aumento da demanda de liquidez no mercado de câmbio à vista. Discutimos detidamente esse tema nesse texto aqui.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

olho nos números

Prévia da inflação de agosto tem menor taxa para o mês desde 2010

IPCA-15 variou 0,08%; no ano, o índice acumula alta de 2,51% e, em 12 meses, de 3,22%, informa o IBGE

atenção

Confiança do consumidor sobe em agosto, mas ainda há cautela, diz FGV

Índice de Confiança do Consumidor subiu 1,1 ponto no mês em comparação a julho, chegando a 89,2 pontos

segue a tensão

China promete novamente contramedidas em reação a tarifas dos EUA

Segundo o porta-voz, apesar da decisão do presidente americano, Donald Trump, de adiar algumas das cobranças, as tarifas violaram um consenso entre as potências

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Prudência

Cautela no exterior faz Ibovespa operar em queda; dólar sobe a R$ 4,05

O Ibovespa aparece no campo negativo e volta ao patamar dos 100 mil pontos, pressionado pelo tom de maior precaução que toma conta dos ativos globais

Câmbio

BC vende US$ 550 milhões em leilão à vista de dólar

Com venda integral do lote ofertado, não teremos, hoje, o leilão de swap tradicional. Mercado trocou swap por dólar de verdade

no documento

BCE discutiu pacote de estímulos monetários em reunião de julho, mostra ata

Banco Central Europeu também considerou examinar formas de fortalecer sua orientação futura (“forward guidance”) paras os juros

tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Bienvenido ao paraíso dos especuladores

Enquanto (quase todos) os bancos centrais do mundo reduzem os juros, há uma taxa em escalada aqui do lado. A Argentina subiu seu juro para 74% ao ano diante do pânico dos investidores com a vitória da esquerda nas eleições primárias no início do mês. Poxa, 74% ao ano na renda fixa é uma bolada, […]

será que vai?

Guedes não mostrou proposta de privatização da Petrobras, diz Bolsonaro

Ontem, reportagem disse que o governo quer concluir a venda da estatal até 2022; as ações da Petrobras dispararam

mais um que passou

Câmara aprova projeto que permite posse de arma em toda a propriedade rural

Projeto segue para Bolsonaro sancionar ou vetar; regra atual diz que posse só é permitida na sede da propriedade

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements