Menu
2019-05-23T20:31:18+00:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Live de quinta

Bolsonaro pede que Senado mantenha Coaf com Ministério da Economia

Presidente defendeu que MP 870, que tirou órgão de combate à lavagem de dinheiro de Sergio Moro, seja aprovada como veio da Câmara dos Deputados e disse que joga junto com o Congresso para ter filho bonito

23 de maio de 2019
20:31
Bolsonaro
Imagem: Print Facebook

Em live no “Facebook”, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre a aprovação da MP 870, que reduziu o número de ministérios da Esplanada, mas após modificação na Câmara dos Deputados, tirou do ministro da Justiça, Sergio Moro, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Segundo Bolsonaro, o Coaf segue no poder Executivo, “sem problema nenhum”, e lembrou que a medida, agora, deve ser votada pelo Senado e pediu que o texto que veio da Câmara seja aprovado.

“No meu entender, deve aprovar o que foi votado na Câmara e seguir em pautas mais importantes”, disse.

O presidente falou que não manda na bancada do PSL, mas no que depender dele, o partido não vai atrapalhar a votação no Senado, e que o Parlamento tem legitimidade para fazer alterações nas propostas do Executivo.

“Agora, nossa bancada não vai atrapalhar votações, no que depender de mim. Não tenho ascendência, não mando nas bancadas. Logicamente, os líderes somos nós que indicamos, Joice Hasselmann e major Vitor Hugo, e eles trabalham nesse sentido, para que a gente busque o melhor possível para atender o povo. Mas o Parlamento tem mais do que autoridade, tem legitimidade, para mudar essas questões”, afirmou.

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, também participou da live, e Bolsonaro perguntou a Onyx, se ele daria a mesma orientação aos parlamentares do DEM, seu partido. O ministro disse que sim.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Segundo o presidente, alguns parlamentares de seu partido, que tem muita gente nova, ainda acham que “tem de ganhar todas”, mas ponderou que derrotas vão acontecer e “quem tiver mais voto, leva”.

“O que peço a meus liderados, ao pessoal do meu partido, é que aprove o que passou na Câmara em votação simbólica, relâmpago e que toque o barco. Aprovamos mais de 95% da MP. O parlamento fez a sua mudança lá e a gente vai reconhecer. Isso faz bem para a democracia”, disse.

Terminando a fala sobre esse tópico, Bolsonaro disse que “nós jogamos junto. É igual um casal. Se quer nascer um filho bonito tem que estar aí com alguma coisa, se não vai nascer um filho feio”, disse antes de começar a brincar com Onyx.

O ponto mais polêmico da MP e foco de debates no Congresso e nas redes sociais foi, justamente, a retirada do Coaf de Sergio Moro. A estrutura, agora, está de volta ao Ministério da Economia.

A MP 870 será apreciada na terça-feira pelo Senado. Se por algum motivo os senadores mudarem o texto que veio da Câmara, a MP terá de voltar a ser apreciada pelos deputados, correndo o risco de perder a validade, pois tem de ser aprovada até 3 de junho.

No entanto, senadores do PSL, como Major Olímpio, e o próprio líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) disseram, na manhã de hoje, que iriam defender a permanência do Coaf com Moro, apresentando propostas de modificação do texto que veio da Câmara.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Economia aquecida?

Empresários esperam queda na inadimplência e mais investimentos até o fim do ano

Pesquisa também mostra que 55% das empresas têm a intenção de aportar recursos em novos produtos e serviços, 53% querem dar um upgrade tecnológico e 46% capacitar seus profissionais

Seu Dinheiro na sua noite

O elefante na loja de cristais dos mercados

No seu livro Princípios – leitura obrigatória (ao lado do meu romance Os Jogadores, é claro…) –, Ray Dalio afirma que o importante para quem investe não é prever o futuro, mas captar mudanças no ambiente econômico enquanto elas estão acontecendo. O bilionário gestor do maior “hedge fund” do mundo sabe que é natural os […]

Sete blocos envolvidos

MPF entra com ação para impedir leilão de petróleo ao lado de Abrolhos

MPF na Bahia sustenta que blocos não deveriam ir a leilão sem os devidos estudos ambientais prévios

Papel passado

Bolsonaro sanciona com vetos MP da liberdade econômica

Presidente disse durante a cerimônia de sanção que o governo avalia projeto para incentivar a abertura de empresas

OUÇA O QUE BOMBOU NA SEMANA

Podcast Touros e Ursos: A Selic caiu novamente. E agora, como ficam os seus investimentos?

Repórteres do Seu Dinheiro trazem em podcast semanal um panorama sobre tudo o que movimentou os seus investimentos nesta semana

A grana tá solta

Governo libera R$ 12,459 bilhões do Orçamento de 2019 e educação leva a maior fatia do bolo

Parte desse dinheiro não poderá ser distribuída livremente já que, do total, R$ 2,6 bilhões vêm das receitas recuperadas por meio da Operação Lava Jato

Tesourada no governo também

Ministério da Economia corta projeção da Selic em 2019 de 6,2% para 5,9%

Projeção para o câmbio médio deste ano passou de R$ 3,8 para R$ 3,9. Já a estimativa para a alta da massa salarial passou de 5,5% para 4,9%

Meio ambiente em jogo

Amazon entra na onda verde e assina acordo ambicioso para combater mudanças climáticas

Como parte do plano, Bezos disse ainda que vai adquirir 100 mil vans de entregas elétricas da startup de veículos elétricos Rivian e que elas vão começar a rodar a partir de 2021

O céu é o limite?

Ações da Braskem disparam na bolsa após notícias sobre venda pela Odebrecht

Construtora teria recontratado a empresa Lazard para dar continuidade às negociações de venda da sua participação na Braskem

Nova tecnologia

Tim prepara novos polos de testes do 5G no Brasil

“Queremos disponibilizar a tecnologia o quanto antes para que os desenvolvedores comecem a projetar aplicações. Quando o 5G chegar, elas já estarão disponíveis”, explicou, em entrevista ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements