Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-11-28T19:11:12-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Bandeira limitada no táxi dos bancões

28 de novembro de 2019
19:11
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Os bancos costumam recorrer a uma fábula bonitinha para defender os juros estratosféricos cobrados no cheque especial.

Eles comparam o uso do limite de crédito disponível na conta a um táxi, ao qual se deve recorrer apenas em viagens curtas. Afinal, ninguém pega táxi para ir de São Paulo a Salvador.

Na vida real, porém, muita gente que precisa entrar no táxi do cheque especial dificilmente consegue desembarcar onde deveria.

Depois de muitas tentativas de convencer os bancos a reduzirem as taxas, o governo decidiu fazer isso na marra com a decisão de limitar os juros a no máximo 8% ao mês.

Não sou um grande fã de intervenções desse tipo, por melhor que sejam as intenções. Mas no caso de mercados altamente concentrados como o bancário, às vezes é mesmo necessário recorrer à boa e velha canetada, nem que seja mais como um sinal – como parece ser o caso.

Do lado dos clientes, o limite para a “bandeirada” dos bancões é sem dúvida uma boa notícia. Ainda assim os juros seguirão altíssimos, por isso faça o possível para fugir do táxi do cheque especial.

Já para quem tem ações dos bancos na bolsa não há muito o que comemorar. Mas o impacto da mudança deve ser menor do que parece à primeira vista.

Eu conto para você nesta matéria o quanto a medida pode tirar de lucro dos bancões no ano que vem e também qual deles cobra hoje as maiores taxas do cheque especial.

Cripto de Natal

Muita gente já entrou no clima de fim de ano, mas o mundo dos investimentos ainda guarda muitas surpresas por aí. Uma delas é o bitcoin, que depois da queda recente parece caminhar para um rali de Natal e tem tudo para se valorizar no último mês de 2019. O nosso colunista Fausto Botelho, que sabe tudo e mais um pouco sobre análise técnica, traz no vídeo de hoje alguns motivos para acreditar nesse gás final da criptomoeda mais famosa do mundo.

Um pregão, duas realidades

O Ibovespa engatou o segundo pregão seguido de alta, mas deu a sensação de que poderia ir mais longe se não fosse o peso das ações dos bancos, que caíram em reação à limitação dos juros no cheque especial. Do lado positivo, a Via Varejo surfou na onda de valorização após analistas de mercado divulgarem visões mais positivas do seu negócio. Confira como foi o sobe e desce das ações nesta quinta-feira com o Victor Aguiar.

Um alívio faz bem

Depois de dias batendo recorde atrás de recorde, o dólar teve um bom alívio nesta quinta-feira. A novidade do dia veio do Banco Central, que decidiu mudar a forma de atuação. Em vez de pegar o mercado de surpresa com leilões de venda da moeda, a operação desta vez foi anunciada com antecedência, ainda na noite de quarta. O feriado nos Estados Unidos também contribuiu para o clima de tranquilidade que fez o dólar fechar em queda de mais de 1%. Saiba tudo o que movimentou os mercados na nossa cobertura.

Aqui tem foco

Quem também movimentou os mercados nesta quinta-feira foi a Petrobras. A estatal aprovou seu plano estratégico para o período de 2020 a 2024 e divulgou uma previsão de investimento de nada menos do que US$ 75,7 bilhões (sim, bilhões de dólares). E grande parte dessa montanha de dinheiro tem um mesmo destino: exploração e produção de petróleo, dentro do objetivo da estatal de dar foco ao que faz de melhor. O Kaype Abreu conta para você mais detalhes do plano, incluindo o quanto a Petrobras pretende arrecadar com a venda de ativos.

Flamengo na bolsa?

Dizem que no Brasil temos 200 milhões de técnicos de futebol. Agora já imaginou se, além de torcer, você pudesse comprar ações na bolsa do seu clube do coração (ou de algum rival que esteja bem das finanças)? É justamente isso que o Congresso debate em um projeto de lei que permite clubes de futebol se tornarem empresas de capital aberto. Se essa ideia avançar, muita gente poderá até ganhar dividendos quando seu time for campeão. Saiba mais sobre o projeto.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

UM DOS IPOs DO ANO

Presidente da XP diz que não descarta listar a companhia na bolsa brasileira

O executivo disse que a ideia sempre foi fazer uma listagem no Brasil, visto que a empresa sempre se posicionou “como disruptora do mercado local, democratizando investimentos”

POLÍTICA

Justiça derruba suspensão de deputados do PSL; Joice pode perder liderança

Nesta quarta-feira, Joice foi confirmada líder do PSL na Câmara e em sua primeira coletiva no cargo afirmou que vai buscar uma pacificação na bancada

Até que enfim!

Agência de risco S&P eleva perspectiva para nota do Brasil para “positiva”

Embora atrasada, a decisão da S&P abre caminho para a recuperação no selo de bom pagador do país, perdido em setembro de 2015

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

A última superquarta do ano

Nesta última superquarta de 2019, o mercado ficou em compasso de espera pelas decisões de política monetária do Federal Reserve (Fed), o banco central americano, e do Banco Central brasileiro. No meio da tarde, o Fed anunciou a manutenção das taxas de juros, interrompendo um ciclo de três reduções consecutivas. Mas como o resultado já […]

Sessão tranquila

Sem surpresas com o Fed, dólar cai a R$ 4,11 e Ibovespa fecha em leve alta

A primeira parte do script imaginado pelos mercados foi cumprida à risca: o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) manteve a taxa de juros no país na faixa de 1,50% e 1,75% ao ano, conforme era esperado pelos agentes financeiros. E, sem nenhuma surpresa, o dólar à vista encontrou espaço para continuar caindo, enquanto […]

Menor juro da história

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 4,5% ao ano

Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central cortou a Selic mais uma vez

Juros

Banco Central reduz juros para 4,5% ao ano, mas não garante novos cortes

Com a nova redução de 0,5 ponto percentual em decisão unânime tomada pelo Copom, a Selic renova a mínima histórica

Antes tarde do que nunca?

No dia do IPO da XP, CVM lança proposta para facilitar listagem de BDR

Se já estivesse em vigor, a regra permitiria a listagem de recibos de ações da XP na bolsa brasileira. CVM também pretende liberar investimento em BDR para o varejo

SEM BUROCRACIAS

Em evento na CNI, Bolsonaro faz acenos ao empresariado ao criticar “burocracias”

“Cada instrução normativa deve ser muito bem pensada. Deve atender ao interesse do Brasil. Não de grupos”, disse o presidente

MAIS MAGRINHA

Venda de 51% da Gaspetro com 20 distribuidoras deverá ser por IPO, diz Petrobras

“As conversas continuam com a Mitsui e a nossa expectativa é realizar a transação no mercado de capitais. Em 2015 a Petrobras vendeu 49% da empresa para a Mitsui e agora vamos vender nossa parte em bolsa”, disse Castello Branco

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements