🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Micaela Santos
Micaela Santos
É repórter do Seu Dinheiro. Formada pela Universidade São Judas Tadeu (USJT), já passou pela Época Negócios e Canal Meio.
eVTOL

Eve Air Mobility: Ação da fabricante do ‘carro voador’ da Embraer cai mais de 20% após anúncio

Valor do papel da subsidiária registrou o nível mais baixo em 52 semanas após aumento milionário de capital

Micaela Santos
Micaela Santos
1 de julho de 2024
18:33 - atualizado às 9:20
Modelo do futuro eVTOL, o carro voador, da Eve, empresa da Embraer
Modelo do futuro eVTOL, o carro voador - Imagem: Divulgação/Embraer

Após anunciar um aumento de capital, a Eve Air Mobility (Eve) (NYSE: EVEX; EVEXW), subsidiária da Embraer (EMBR3), viu suas ações despencarem na Bolsa de Nova York. 

Nesta segunda-feira (01), a ação da empresa desenvolvedora de aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical (eVTOL) fechou em queda de 19,01%, cotada em US$ 3,28. Por volta das 14h00 (horário de Brasília), os papéis da Eve chegaram a recuar 22,2%, a  US$ 3,15. 

Esse foi o valor mais baixo de cotação de uma ação da Eve em 52 semanas, segundo a CNBC. 

Mas a queda não respingou nas ações da Embraer, sua controladora. Na B3, as ações da fabricante brasileira fecharam em leve alta de 1,52%, cotadas a R$ 36,70. Na Bolsa de Nova York, o papel fechou em alta de 0,93%, cotado a US$ 26,04. Às 14h36, chegou a ser cotado em US$ 25,74. 

Fabricante levanta US$ 94 milhões para fabricação de eVTOL

A queda nas ações vem na esteira de um novo aumento de capital de US$ 94 milhões de diversos investidores, anunciado pela fabricante de aeronaves elétricas. 

A transação foi fechada em 28 de junho com a emissão e venda de 23.500.000 de novas ações a um preço de compra de US$ 4 por ação. O aumento de capital também envolve a emissão de novas ações ordinárias e opções de subscrição, segundo a Embraer.

De acordo com a fabricante brasileira, a captação teve a participação de um grupo diversificado de empresas industriais globais, incluindo a Embraer, sua controladora, e a japonesa Nidec.

“O novo investimento direciona a Eve para o sucesso e financiará o desenvolvimento contínuo e a fabricação do eVTOL da empresa”, afirmou a fabricante brasileira, em comunicado. 

  • VEJA TAMBÉM - OS FUNDOS DE RENDA FIXA COM DUPLA ISENÇÃO DE IR: UMA CONVERSA SOBRE FI-INFRAS

eVTOL chega ao mercado em 2026

Apelidados de “carros voadores”, os primeiros eVOLTs da Eve chegarão ao mercado em 2026.

A Eve também está desenvolvendo o Vector, um software de Gerenciamento de Tráfego Aéreo Urbano (Urban ATM) para otimizar e expandir as operações de Mobilidade Aérea Urbana. 

Até 2030, a expectativa da empresa é ter 50 mil eVTOLs em operação.

Com isso, a Embraer espera “abocanhar” uma participação de cerca de 30% desse mercado.

Dessas 50 mil unidades, 245 podem operar no Rio de Janeiro. Para São Paulo, a empresa estima uma capacidade de 400 “carros voadores”conforme o crescimento do mercado. 

Vale lembrar que, embora a empresa seja um dos projetos mais ambiciosos no setor de transporte, a Eve ainda vive no “prejuízo”. No primeiro trimestre deste ano, o prejuízo líquido foi de US$ 25,3 milhões, uma redução de 1,84% nas perdas em relação ao ano passado.

Compartilhe

ADEUS, TRÂNSITO?

Carro voador da Embraer (EMBR3): Eve revela primeiro protótipo de eVTOL que deve chegar ao mercado em 2026

21 de julho de 2024 - 12:30

A companhia espera pilotar o protótipo até o final deste ano ou no início de 2025, de acordo com o CEO Johann Bordais

UMA DÉCADA DEPOIS…

Qualicorp (QUAL3) anuncia acordo de leniência de até R$ 43,5 milhões — e pode exonerar culpa do fundador em investigações de caixa 2 em 2014

20 de julho de 2024 - 16:27

O conselho de administração da empresa aprovou um acordo de leniência para colocar fim às investigações nas Operações Paralelo 23 e Triuno

SEGUNDA CHANCE

Agora vai? Após tentativa frustrada pela B3, Kora Saúde (KRSA3) fará nova assembleia para votar saída do Novo Mercado

19 de julho de 2024 - 19:20

A AGE acontecerá no final este mês depois de ter sido adiada por falta de quórum com acionistas barrados pela dona da bolsa brasileira

RESSARCIMENTO PARA A ESTATAL

Por que a Petrobras (PETR4) vai receber um ‘reembolso’ de R$ 2,2 bilhões de outras empresas do setor de petróleo

19 de julho de 2024 - 18:47

O ressarcimento está ligado a um acordo de quase R$ 20 bilhões fechado com a Receita Federal para encerrar pendências com o Carf

SINAL VERDE

Segue o jogo: Presidente do STF nega pedido do PT e mantém processo de privatização da Sabesp (SBSP3); entenda os argumentos dos partidos

19 de julho de 2024 - 17:56

Para o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, supostas ilegalidades no processo dependem de provas

APOIO À EXPORTAÇÃO

“Embraer não existiria sem o BNDES”: Fabricante de aeronaves recebe novo financiamento de R$ 4,5 bilhões — veja o que a empresa quer fazer com o dinheiro

19 de julho de 2024 - 15:56

A operação de crédito será realizada por meio do BNDES Exim Pós-embarque, linha de crédito direto do banco para comercialização de bens nacionais destinados à exportação

Apoio federal

CCR faz emissão bilionária para obras na Dutra e na Rio-Santos garantida por banco estatal; veja qual

19 de julho de 2024 - 15:10

Segundo a companhia, investimento em duas rodovias soma R$ 15,5 bilhões; parte será bancada pelos R$ 9,4 bilhões em debêntures

SD ENTREVISTA

CEO da Techfin, parceria entre Totvs (TOTS4) e Itaú (ITUB4), aposta em conta digital B2B para concorrer com bancos no segmento PME

19 de julho de 2024 - 14:01

Para Eduardo Neubern, existe uma demanda não atendida no dia a dia das pequenas e médias empresas: uma conta digital integrada às necessidades de pagamento e recebimento

RELEMBRE O CASO

Fantasma de investigação de cartel volta para assombrar a Tegma (TGMA3) após cinco anos e banco de investimentos rebaixa recomendação das ações; entenda

19 de julho de 2024 - 11:29

O mercado repercute a notícia de que o Cade instaurou um processo administrativo contra a companhia que é fruto de uma investigação de 2019

Oferta de ações

Eletrobras embolsa R$ 2,185 bilhões com oferta de ações da controlada CTEEP

19 de julho de 2024 - 10:38

Somando o lote inicial e parte do suplementar, foram vendidas 93 milhões de ações PN da CTEEP

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar