🔴 NOVA META: ATÉ R$ 3.000 POR DIA COM DUAS OPERAÇÕES – CONHEÇA O INDICADOR X

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
AS MAIS BRILHANTES

Bancos, bebidas alcoólicas e cosméticos: veja as marcas mais valiosas de 2024 segundo esta consultoria

Assim como em pesquisas anteriores, o ranking continua sendo dominado por bancos e cervejarias e as cinco primeiras marcas do ranking representam 75% do valor total

Renan Sousa
Renan Sousa
4 de junho de 2024
18:33 - atualizado às 17:00
Quais são as marcas mais valiosas em 2023 e 2024? Consultoria responde
Quais são as marcas mais valiosas em 2023 e 2024? Consultoria responde - Imagem: Dall-E

Quanto vale uma empresa? Para aquelas que têm capital aberto, é mais fácil responder essa pergunta: basta pegar o número de ações e multiplicar pelo preço de tela. Mas qual é o valor da marca dessa mesma companhia? Bom, o valor das marcas é algo mais abstrato e tem uma série de aspectos que são bastante difíceis de serem medidos. 

Porém, a consultoria de marcas Interbrand, que faz seus levantamentos desde 2001, publicou mais um estudo Marcas Brasileiras Mais Valiosas 23/24, buscando indicar aquelas que são mais valiosas no Brasil. 

Assim como em pesquisas anteriores, o ranking continua sendo dominado por bancos e cervejarias e as cinco primeiras marcas do ranking representam 75% do valor total das marcas levantadas.

As principais categorias do ranking são: serviços financeiros (60%), bebidas alcoólicas (20%) e cosméticos (5%). Veja o ranking das dez maiores a seguir, com o crescimento do valor de cada uma em relação ao ano passado:

  1. Itaú: R$ 46,9 bilhões (+6%)
  2. Bradesco: R$ 27 bilhões (-5%)
  3. Skol: R$ 18,9 bilhões (+1%)
  4. Brahma: R$ 16,7 bilhões (+3%)
  5. Banco do Brasil: R$ 10,4 bilhões (+1%)
  6. Natura: R$ 8,9 bilhões (-8%)
  7. Nubank: R$ 4,3 bilhões (+12%)
  8. Petrobras: R$ 3,5 bilhões (+0%)
  9. Magalu: R$ 3 bilhões (+2%)
  10. Vivo: R$ 3 bilhões (+1%)
  • 850 mil brasileiros já estão recebendo, todos os dias, as atualizações mais relevantes do mercado financeiro. Você é um deles? Se a resposta for não, ainda dá tempo de “correr atrás do prejuízo”. Clique aqui para começar a receber gratuitamente. 

Entre as marcas mais valiosas, os destaques vão para…

​Entre as novidades no levantamento deste ano, a Interbrand destaca a fintech Stone (STOC31), ocupando a 12ª posição, com valor de marca estimado em R$ 1,8 bilhão.

Segundo a análise, a Stone sustentou o crescimento do portfólio de produtos, a experiência e o vínculo com o público nos últimos anos, o que se traduziu na retomada de resultados financeiros ascendentes.

Outra novidade é a Raia Drogasil, que recentemente mudou seu nome para RD Saúde, que estreia já na 18ª colocação. Por fim, outro destaque vai para o retorno da Arezzo, como 25ª marca mais valiosa do país. Veja o restante do ranking:

  • XP: R$ 1,8 bilhão (+3%)
  • Stone: R$ 1,8 bilhão (NOVA)
  • Renner: R$ 1,8 bilhão (-7%)
  • Drogasil: R$ 1,3 bilhão (+19%)
  • Ipiranga: R$ 1,2 bilhão(+14%)
  • Porto: R$ 1,1 bilhão (+14%)
  • Claro: R$ 1 bilhão (+2%)
  • Raia: R$ 1 bilhão (NOVA)
  • Cielo: R$ 943 milhões (0%)
  • Havaianas: R$ 865 milhões (-8%)
  • PagBank: R$ 728 milhões (+13%)
  • Assaí: R$ 724 milhões (0%)
  • Atacadão: R$ 712 milhões (+4%)
  • Localiza: R$ 672 milhões (+8%)
  • Arezzo: R$ 623 milhões (NOVA)

As que mais cresceram

O melhor desempenho foi para a Drogasil. Embora ela permaneça na mesma posição, seu valor cresceu 19%, saindo de R$ 1,1 bilhão para R$ 1,3 bilhão. O investimento na construção institucional do grupo RD também ajudou a impulsionar a força das marcas da holding.

A companhia se estabeleceu como a marca mais forte de saúde do Brasil, com a expansão de lojas, serviços e a melhoria nos índices de lealdade do cliente e presença no dia a dia.

O estudo também chama a atenção para o crescimento de dois dígitos de outras três marcas: Porto (14%), PagBank (ex-PagSeguro) (13%) e o Nubank (12%).

“Os maiores crescimentos desta edição foram de marcas que construíram um diálogo verdadeiro e constante com seus públicos, que demonstraram um comprometimento real com causas relevantes para a sociedade, indo muito além do seu produto ou serviço e que, consequentemente, colheram excelentes performances financeiras” explica Beto Guimarães de Almeida, CEO da Interbrand. 

Compartilhe

NOVO NEGÓCIO

Braskem (BRKM5) vende controle da Cetrel para GRI de olho no setor de resíduos industriais

13 de junho de 2024 - 19:47

Petroquímica passa a deter 49,9% da empresa de gestão de resíduos

Socorro governamental

Com medida provisória, governo tenta salvar a combalida Amazonas Energia

13 de junho de 2024 - 18:53

Ministério de Minas e Energia avalia que a saúde econômico-financeira da companhia está deteriorada

RECOMENDAÇÃO

Goldman Sachs: Após 1º trimestre fraco, desafio da Arezzo&Co (ARZZ3) é crescer em meio à fusão com o Grupo Soma; é hora de comprar a ação?

13 de junho de 2024 - 15:00

Queda de 22% nas ações da varejista de calçados no ano levantou preocupações dos investidores sobre a criação da nova holding

VÃO DIZER SIM?

Elon Musk afirma que conselho aprovou bônus de US$ 56 bilhões e ações da Tesla saltam na bolsa

13 de junho de 2024 - 12:24

O bônus multibilionário já havia sido aprovado em 2018, mas foi barrado pela Justiça de Delaware. A votação para a reavaliação do pacote salarial de Elon Musk ocorre nesta quinta-feira (13)

Aquisições

Allos desiste de comprar parte do Shopping Rio Sul; mas avisa que ainda está de olho no negócio

13 de junho de 2024 - 10:33

Companhia informou que a Combrascan tem intenção de exercer seu direito de preferência na operação

MUDANÇAS EM FOCO

Americanas contrata ex-Casas Bahia e outros dois executivos; veja quem é o trio que vai compor a equipe da varejista — AMER3 dispara 22% na B3

13 de junho de 2024 - 10:06

Ex-diretor de soluções financeiras da Casas Bahia, Tiago Abate entrará como vice-presidente de clientes e parceiros da companhia

MEIOS DE PAGAMENTO

Cielo se prepara para sair da bolsa e uma dupla de empresas de maquininhas pode surfar essa onda, mas o Santander tem uma favorita

12 de junho de 2024 - 17:33

Os analistas avaliam que existe uma boa janela de curto prazo para a Stone e a PagSeguro em meio à queda das ações e à OPA da Cielo; veja quem é a preferida

Rali das “meme stocks”

‘Efeito Roaring Kitty’ faz GameStop levantar mais de US$ 2 bilhões com venda de ações

12 de junho de 2024 - 16:04

Varejista de videogames vendeu 75 milhões de ações após volta de trader que inspirou o épico ‘short squeeze’ em 2021

Mercado acionário

Bank of America corta preço-alvo para ações de bancões brasileiros, mas mantém recomendação

12 de junho de 2024 - 15:10

Combinação de receitas diversificadas, funding, controle de custos e balanços fortes são os fatores positivos apontados pelos analistas

DINHEIRO NO BOLSO

Dividendos milionários: Grupo Mateus (GMAT3) vai pagar mais de R$ 134 milhões para acionistas; confira os prazos e como receber

12 de junho de 2024 - 12:50

O anúncio da distribuição do JCP ocorre em um momento positivo para a companhia, que vem contrariando a crise no varejo

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar