🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Onde o câmbio vai parar? Depois de ver o dólar chegar a R$ 5,70, Lula chama reunião com ministros da área econômica

Lula vê o real sob ataque especulativo, mas há outros motivos para a alta do dólar, inclusive falas do próprio presidente

3 de julho de 2024
7:57 - atualizado às 8:37
Dólar x Real qual será o preço da moeda norte-americana no futuro
Imagem: Montagem Seu Dinheiro

O dólar não para de subir. Depois de começar o ano na faixa de R$ 4,85, a moeda norte-americana chegou a atingir na terça-feira a marca de R$ 5,70 antes de ceder parte dos ganhos e terminar o dia em R$ 5,67.

Há uma série de razões para essa alta de 17% do dólar em relação ao real no que vai de 2024. A principal delas é a manutenção de juros altos por mais tempo do que se esperava nos Estados Unidos. Mas não é a única.

Nos últimos dias, em meio a uma série de entrevistas com o objetivo de promover ações de seu governo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou para acionar a metralhadora verbal contra o Banco Central.

Na visão de Lula, não haveria a necessidade de uma política tão restritiva de juros no Brasil. É isso, segundo ele, que impede o País de deslanchar, uma vez que a atividade econômica segue aquecida e gerando emprego.

A crítica à condução da política monetária não é nova, mas vem sendo interpretada como uma suposta predisposição do presidente para interferir nos juros depois da saída de Roberto Campos Neto, cujo mandato expira nos próximos meses.

Muitas das falas de Lula nessas entrevistas recentes saíram atravessadas e provocaram ruídos no mercado financeiro. O Ibovespa talvez tenha deixado de subir, mas passou relativamente incólume à artilharia de Lula. O que pegou mesmo foi o dólar.

E isso é um problema para as intenções de Lula. Enquanto a bolsa muitas vezes apresenta movimentos descolados da economia real, o dólar tem impacto direto sobre o bolso dos brasileiros, sejam eles ricos ou pobres.

No entanto, Lula parece ter finalmente percebido que algo não vai bem na comunicação. O presidente convocou seus ministros da área econômica para uma reunião na tarde de hoje. O tema, antecipado pelo próprio Lula, é a alta do dólar.

Para ele, o real está sob ataque especulativo. O volume recorde de posições vendidas de investidores estrangeiros contra a moeda brasileira é um bom argumento a favor dessa interpretação.

Vale lembrar ainda que o fluxo cambial acumulado no que vai do ano é positivo em mais de US$ 10 bilhões, sustentado principalmente pela balança comercial.

É preciso considerar também o efeito manada, muito comum em situações de estresse no mercado financeiro.

No entanto, circulam nas mesas de câmbio relatos de contatos feitos pelo próprio Banco Central tentando entender uma alta tão acelerada do dólar contra uma moeda amparada por um colchão de liquidez de US$ 350 bilhões.

Seja como for, quem pretende aproveitar a oportunidade para ao menos ajustar a comunicação é o ministro Fernando Haddad.

Segundo apuração do jornalista Kennedy Alencar, colunista do portal UOL, o ministro pretende enfatizar ao presidente que os ruídos na comunicação vão contra os interesses do próprio governo.

Isso porque a alta expressiva do dólar tem elevado potencial de impacto sobre as expectativas futuras de inflação. E, se elas subirem, o Banco Central fica sem espaço para cortar os juros — ou talvez precise até voltar e subi-los.

Onde investir no segundo semestre

Enquanto a gente aguarda pela reunião, prevista originalmente para começar às 16h30, o Seu Dinheiro prossegue hoje com a série sobre onde investir no segundo semestre.

Por falar em juros, o tema desta quarta-feira é a renda fixa, essa linda.

A repórter Micaela Santos apurou com suas fontes que a renda fixa conservadora permanecerá atrativa na segunda metade de 2024 diante da falta de perspectiva de corte nos juros antes de 2025.

No entanto, o Tesouro Direto abriu algumas oportunidades de retorno alto aos investidores. Vale a pena conferir.

O que você precisa saber hoje

O INGREDIENTE (NÃO TÃO) SECRETO
A receita para os juros baixos: Campos Neto diz o que é preciso para a taxa cair a partir de agora.
 Em meio à pressão por juros mais baixos, Campos Neto fala o que pode ajudar na política monetária; agência Fitch alerta para as críticas de Lula a RCN.

BATEU O IBOVESPA
Weg (WEGE3), Suzano (SUZB3) e JBS (JBSS3) foram as ações que impulsionaram a melhor carteira recomendada de junho; veja o ranking. 
Recomendações da Ágora Investimentos avançaram 5,54% no mês, ante alta de 1,48% do principal índice da bolsa brasileira.

VAI DECOLAR?
Por que o BTG continua otimista com a Embraer (EMBR3) — mesmo após a ação da Eve cair mais de 20% na Bolsa de Nova York.
 A queda nos papéis da subsidiária fabricante do ‘carro voador’ aconteceu após o anúncio do aumento de capital de US$ 94 milhões de diversos investidores.

NOVO ORÁCULO?
Esse investidor global estaria disposto a vender EUA e comprar Brasil; saiba quem é ele.
 Gestor faz críticas ao modelo econômico norte-americano, baseado em incentivos que prejudicam a inovação e a destruição criativa.

CÂMBIO HERMANO
Vai ficar ainda mais barato ir para a Argentina? Governo se pronuncia sobre planos de desvalorizar o peso ante o dólar.
 O dólar blue entrou em julho com a mesma força vista no mês anterior e bateu novo recorde nesta terça-feira (1); entenda o movimento.

Uma boa quarta-feira para você!

Compartilhe

Mande sua dúvida!

Meus pais fizeram dívidas no meu CPF e fiquei com o nome sujo; terei que processá-los?

20 de julho de 2024 - 8:00

Muitos pais usam o CPF dos filhos menores de idade indevidamente, mas isso pode configurar fraude! Veja o que a vítima deve fazer

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa repercute Orçamento congelado, privatização da Sabesp e pane em sistemas da Microsoft

19 de julho de 2024 - 8:17

Governo anuncia congelamento de R$ 15 milhões no Orçamento de 2024 em tentativa de cumprir meta fiscal

SEXTOU COM O RUY

Aumento de capital bilionário e aquisição de 4 usinas: o que isso significa para os acionistas da Eneva (ENEV3) e por que você deveria comprar as ações agora

19 de julho de 2024 - 6:07

Por 9x Valor da Firma/Ebitda, novos ativos entrando em operação e um cenário hidrológico que começou a ficar mais favorável, o papel é uma opção para a carteira

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Com Biden e Trump tão diferentes e tão iguais, Ibovespa começa o dia a reboque do exterior em dia de decisão do BCE

18 de julho de 2024 - 8:10

Ibovespa retomou caminho das altas ontem e hoje flerta com os 130 mil pontos; suspeitas de intervenção no iene pressionam moedas emergentes, inclusive o real

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Qual o real significado das séries invictas?

17 de julho de 2024 - 20:00

No futebol, ficamos tentados a avaliar o potencial preditivo das séries invictas, bem como de suas quebras

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Nada sobe para sempre: Depois de cair pela primeira vez em julho, Ibovespa busca retomar caminho das altas com Vale, Livro Bege e guerra tecnológica no radar

17 de julho de 2024 - 8:12

Embora tenha caído pela primeira vez no mês na sessão de ontem, o Ibovespa ainda acumula alta de mais de 4% no que vai de julho

CRYPTO INSIGHTS

Trump, eleições americanas — e a salvação do bull market das criptomoedas

16 de julho de 2024 - 19:28

A rotação de alguns centímetros da cabeça, em uma fração de segundos foi o bastante para impedir uma catástrofe; há quem diga que foi também a diferença entre o BTC a US$ 30 mil e o BTC acima de US$ 60 mil

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: Francis ou Francisco: dançando à beira do vulcão

16 de julho de 2024 - 9:08

Não há como subestimar o atentado contra Donald Trump. Quando Francisco Ferdinando foi assassinado, ninguém imaginou que caminharíamos para a Primeira Guerra Mundial

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa flerta com os 130 mil pontos em dia de agenda fraca e mercado engajado no Trump trade

16 de julho de 2024 - 8:05

O Ibovespa continua protagonizando sua melhor sequência positiva desde a passagem de 2017 para 2018 e já acumula alta de 4,4% em julho

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Enquanto atentado impulsiona o ‘Trump trade’, democratas ainda precisam decidir quem vai perder a eleição

16 de julho de 2024 - 6:44

Atentado do último fim de semana fez aumentarem substancialmente as chances de vitória de Donald Trump em novembro

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar