🔴 PRIO3 E +9 AÇÕES PARA COMPRAR AGORA – ASSISTA AQUI

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
DIA 34

E agora, Campos Neto? Lula solta o verbo e volta a falar do banco central, dos juros e da inflação — e mercado torce o nariz

Presidente também disse que vai recuperar a economia do País, fazer o ajuste da tabela do Imposto de Renda e aprovar a reforma tributária

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
3 de fevereiro de 2023
21:04 - atualizado às 21:05
Montagem com o presidente Lula sobre uma nota de dólar
Montagem com o presidente Lula sobre uma nota de dólar - Imagem: Montagem: Seu Dinheiro / Shutterstock

Depois de romper o silêncio sobre o caso Americanas e chegar a comparar Jorge Paulo Lemann a Eike Batista, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva mirou sua artilharia na direção do banco central — de novo. 

As declarações foram feitas em uma entrevista concedida na noite de quinta-feira (02), mas foram digeridas hoje pelo mercado financeiro — que não gostou nada nada do que o petista falou. Confira a reação do mercado nesta sexta-feira (03).

Lula voltou a criticar a autonomia do BC, embora disse estar "muito respeitoso" com a autarquia. Ele afirmou ainda que quer "saber" a quem serviu a mudança de status da instituição, embora tenha sinalizado que só promoverá este debate após o fim do mandato de Roberto Campos Neto, que fica no cargo até 2024.

O presidente manifestou a intenção de reunir um grupo de empresários para entender o porquê de a Selic estar em 13,75% e que cobrará essa explicação também de Campos Neto. "Vamos começar a cobrar", comentou.

Segundo Lula, não existe nenhuma razão para a taxa de juros estar em 13,75%, uma vez que não existiria uma inflação de demanda.

A taxa de juros é a principal ferramenta de qualquer banco central para controlar a inflação. Se Lula quiser mesmo mudar as metas de inflação de 2023, 2024 e 2025, pode fazê-lo por um decreto presidencial. Em 25 anos do sistema de metas de inflação, houve revisão duas vezes, em 2002 e 2003. 

Essa não é a primeira vez que o atual presidente critica o banco central brasileiro. No seu 19º dia  no cargo, o petista criticou a autonomia do BC. Confira o que ele falou e a resposta de Campos Neto

Lula fala do iR da reforma tributária 

Na mesma entrevista, Lula disse ainda que vai recuperar a economia do País, fazer o ajuste da tabela do Imposto de Renda e aprovar a reforma tributária. 

"Eu quero um País com responsabilidade fiscal, econômica, política e social", afirmou. 

Para Lula, o mercado financeiro tem que entender que já ganha demais. "Entre o mercado e as pessoas com fome, vou fazer a opção de tirar as pessoas da fome", disse.

Lula afirmou também que o Brasil não pode crescer sozinho, mas com os outros países. "Não adianta ser rico cercado de miseráveis por todos os lados", completou.

Compartilhe

INTERNACIONAL

Haddad nos Estados Unidos: ministro da Fazenda tem agenda com FMI e instituição chefiada por brasileiro Ilan Goldfajn; veja

14 de abril de 2024 - 16:44

De segunda (15) a sexta-feira (19), o ministro participa, em Washington, da reunião de primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial

NOVO CAPÍTULO

Entrou na briga: após críticas de Elon Musk a Alexandre de Moraes, governo Lula corta verba de publicidade do X, antigo Twitter

13 de abril de 2024 - 16:43

Contudo, a decisão só vale para novos contratos, porque há impedimento de suspensão com os que já estão em andamento

APÓS APAGÕES

Na velocidade da luz: Enel terá um minuto para responder os consumidores, decide Justiça de São Paulo

13 de abril de 2024 - 15:20

Desde novembro do ano passado, quando milhões de consumidores ficaram sem energia após um temporal com fortes rajadas de vento

MINISTRO E BILIONÁRIO

Em meio a embate de Elon Musk com Alexandre de Moraes, representante do X (ex-Twitter) no Brasil renuncia ao cargo

13 de abril de 2024 - 12:55

Em sua conta no LinkedIn, o advogado Diego de Lima Gualda data o fim de sua atuação na empresa em abril de 2024

META FISCAL

Mal saiu, e já deve mudar: projeto da meta fiscal já tem data, mas governo lista as incertezas sobre arrecadação

13 de abril de 2024 - 11:49

A expectativa é para a mudança da meta fiscal a ser seguida no próximo ano devido a incertezas sobre a evolução na arrecadação

ELEIÇÕES 2024

São Paulo já tem oito pré-candidatos na disputa por nove milhões de votos; conheça os nomes

7 de abril de 2024 - 15:45

Guilherme Boulos (PSOL) e o atual prefeito Ricardo Nunes (MDB) lideram as pesquisas de intenção de votos a seis meses das eleições municipais

VEM DINHEIRO AÍ?

Haddad acerta com mercado financeiro mudanças na tributação e prazos para atrair investimentos para bolsa 

4 de abril de 2024 - 8:44

A expectativa é de que as propostas avancem após a regulamentação da reforma dos impostos sobre o consumo, aprovada no ano passado pelo Legislativo

Eleições municipais

Simone Tebet diz que subirá em palanque de prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, quando Jair Bolsonaro não estiver

31 de março de 2024 - 11:54

Candidato a reeleição na capital paulista, Nunes é do MDB, partido da ministra do Planejamento

INÍCIO DA DITADURA

Maioria da população diz que data do golpe de 1964 deve ser desprezada, diz Datafolha; como o governo Lula lidará com a data?

30 de março de 2024 - 15:02

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) determinou que o governo não realize atos em memória do golpe neste ano

SOE O GONGO

Quem será o herdeiro de Bolsonaro em 2026? Pesquisa revela nome com mais chances contra Lula na próxima eleição

30 de março de 2024 - 10:55

Quando os eleitores são informados que Michelle e Tarcísio teriam apoio explícito de Bolsonaro, eles empatam tecnicamente com o atual presidente da República

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies